Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/7975
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2016
Authors: SILVA, Luiz de Jesus Dias da
RODRIGUES, Carmem Izabel
Title: Pedra do Peixe: redes sociais na circulação do pescado do Ver-o-Peso para a cidade de Belém do Pará
Other Titles: Pedra do peixe: social networks in circulation of fish from Ver-o-Peso to the city of Belém, Pará
Citation: SILVA, Luiz de Jesus Dias da; RODRIGUES, Carmem Izabel. Pedra do Peixe: redes sociais na circulação do pescado do Ver-o-Peso para a cidade de Belém do Pará. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 11, n. 3, p. 581-599, set./dez. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-81222016000300581&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 23 mar. 2017. <http://dx.doi.org/10.1590/1981.81222016000300003>.
Resumo: Este artigo tem por objetivo apresentar uma etnografia sobre a rede social envolvida no processo de circulação do pescado que chega diariamente ao mercado do Ver-o-Peso, principal entreposto pesqueiro da região amazônica, e é distribuído por toda a cidade de Belém do Pará. Diariamente, o pescado in natura, capturado e trazido em embarcações pesqueiras, entra na área urbana pela Pedra do Peixe, marco espacial e simbólico do mercado do Ver-o-Peso,no qual é vendido e distribuído na cidade e para outras praças do estado e do país, para chegar aos consumidores finais, que o encontram nas feiras, mercados, supermercados e outros pontos de venda, assim como nos restaurantes diversificados, em forma de pratos regionais preparados para os muitos apreciadores do produto. Essa extensa rede de comercialização do pescado apresenta aspectos econômicos, sociais, culturais, regras, informalidades e conflitos, que fazem com que a circulação do pescado em Belém permaneça, até a atualidade, com muito vigor, tendo a Pedra do Ver-o-Peso como centralidade do seu fluxo cotidiano, através das redes de relações e das práticas socioculturais incorporadas por trabalhadores e fregueses que circulam diariamente por esse espaço central da cidade.
Abstract: This article aims to present an ethnography on the social network involved in the circulation process of the fish that arrives daily to the market Ver-o-Peso, the main warehouse fishing in the Amazon region, and is distributed throughout the city of Belém, Pará. Every day the fresh fish, captured and brought in fishing vessels, enters the urban area by the Pedra do Peixe, spatial and symbolic milestone in the market Ver-o-Peso, where it is is sold and distributed in the city and other places of the state and country, to reach the final consumers who are at fairs, markets, supermarkets and other retail outlets, as well as the diverse restaurants in the form of prepared regional dishes to the many lovers of the product. This extensive network of marketing of fish has economic, social, cultural, rules, informalities and conflicts that make the circulation of fish in Belém remains, to the present, very powerful, and the Pedra do Peixe at Ver-o-Peso as the centrality of their daily flow through the networks of relationships and sociocultural practices incorporated by workers and customers that circulate daily by this central space of the city.
Keywords: Pescado
Redes sociais
Mercado do Ver-o-Peso
Comercialização de pescado
Pedra do peixe
Belém - PA
metadata.dc.relation.ispartof: Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas
ISSN: 2178-2547
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Appears in Collections:Artigos Científicos - FACS/IFCH
Artigos Científicos - FAU/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_PedraPeixeRedes.pdf3,78 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons