Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8306
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCARNEIRO, Jeferson Costa-
dc.date.accessioned2017-05-04T16:08:43Z-
dc.date.available2017-05-04T16:08:43Z-
dc.date.issued2015-01-29-
dc.identifier.citationCARNEIRO, Jeferson Costa. Filogenia e história biogeográfica do grupo Callicebus moloch (Primates, Pitheciidae). 2015. 91 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8306-
dc.description.abstractCallicebus is a genus of Neotropical primate of the family Pitheciidae. Thirty-two species are currently recognized. They are classified in two subgenera, Torquatus and Callicebus, and five species groups: C. torquatus, C. moloch, C. cupreus, C. donacophilus and C. personatus. The arrangement of subgenera and groups is based on morphology and geographic distributions. The first section, we is introduction to the taxonomy of Callicebus. In the second section, I present an article for submission to the jounrla Primates concerning the chapter presence or absence of a molecular region known as an Alu element. An Alu element is a transposon in the genome of primates Because of this particular characteristic of Alu insertion, I discovered that the C. moloch and C. cupreus groups are closely related and that C. torquatus is the basal group in the genus. In the third section , from a multilocus approach I investigated the phylogenetic relationships of the C. moloch group and the time of diversification between the species, in order to test the hypothesis of formation of the Amazon River basin during the Plio-Pleistocene. Our results support the hypothesis of origin of Amazonian rivers in the last 3 Ma. However, not all diversification events in Callicebus can be explained by the theory of rivers. the results also indicate that the different species groups are derived from a radiation in the Amazonian region at different times during the upper Miocene. The phylogenetic analysis identified a number of potentioal taxa that a number of taxa which the current knowledge of species diversity in Callicebus is underestimated, and that recently diversified species are taxonomically neglected.pt_BR
dc.description.sponsorshipCNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.publisherMuseu Paraense Emílio Goeldipt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectZoologiapt_BR
dc.subjectTaxonomia animalpt_BR
dc.subjectFilogeniapt_BR
dc.subjectBiogeografiapt_BR
dc.subjectCallicebus molochpt_BR
dc.subjectPrimata neotropical (Pitheciidae)pt_BR
dc.titleFilogenia e história biogeográfica do grupo Callicebus moloch (Primates, Pitheciidae)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.publisher.initialsMPEGpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIApt_BR
dc.contributor.advisor1SCHNEIDER, Horacio-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3621033429800270pt_BR
dc.contributor.advisor-co1SILVA JÚNIOR, José de Sousa e-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4998536658557008pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5824604338386187pt_BR
dc.description.resumoCallicebus é um gênero de primata neotropical pertencente à família Pitheciidae, atualmente com 32 espécies reconhecidas. Estas espécies estão organizadas em grupos supraespecíficos, sendo dois subgêneros (Torquatus e Callicebus) e cinco grupos de espécies: C. torquatus, C. moloch, C. cupreus, C. donacophilus e C. personatus. A organização dos grupos foi realizada com base em dados morfológicos e de distribuição geográfica. Nesta dissertação de mestrado, fizemos inferências a partir de dados moleculares. No primerio capítulo, apresentamos uma introdução geral sobre a problemática taxonômica de Callicebus. No segundo capítulo realizamos inferências filogenéticas com base na presença e ausência de uma região molecular conhecida como elemento Alu, um transposon do genoma de primatas. Com base na análise desses marcadores Alu, descobrimos que os grupos C. moloch e C. cupreus são estreitamente relacionados e que C. torquatus é o grupo basal no gênero. No terceiro capítulo, a partir de uma abordagem multilocos investigamos as relações filogenéticas do grupo C. moloch e aplicamos o tempo de diversificação entre as espécies para testar a hipótese de formação das bacias hidrográficas da Amazônia durante o Plio-Pleistoceno. Nossos resultados corroboram a hipótese de formação dos rios amazônicos nos últimos 3 Ma. No entanto, nem todos os eventos de diversificão em Callicebus podem ser explicados pela teoria dos rios. Além disto, verificamos que os diferentes grupos de espécies de Callicebus são todos derivados de radiações na região Amazônica em diferentes momentos durante o Mioceno superior. Nossos resultados também sugerem que o conhecimento atual da diversidade de Callicebus está subestimado, e que espécies que diversificaram recentemente estão negligenciadas taxonomicamente.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FilogeniaHistoriaBiogeografica.pdf3,95 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons