Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8358
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Respostas termolíticas e qualidade seminal de ovinos naturalizados criados em ambiente tropical
metadata.dc.creator: KAHWAGE, Priscila Reis
metadata.dc.contributor.advisor1: GARCIA, Alexandre Rossetto
metadata.dc.description.resumo: O estudo visou aprofundar o conhecimento sobre as características anátomo-fisiológicas relacionadas à capacidade de perda de calor corpóreo e sua relação com a qualidade seminal de machos ovinos naturalizados ao ambiente tropical. Nove machos da raça Santa Inês (SIN) e sete da raça Morada Nova (MN) foram submetidos a dois experimentos. O primeiro ensaio compreendeu o monitoramento das características de pelame (quantidade de melanina, espessura de capa, comprimento e diâmetro dos pelos), da taxa de sudação, dos indicadores fisiológicos de conforto térmico (frequência respiratória, frequência cardíaca, temperatura retal, temperatura de superfície de pelame, temperatura de epiderme e temperaturas superficiais escrotais) da qualidade seminal (concentração espermática, motilidade progressiva, integridade de membrana plasmática, defeitos maiores, defeitos menores e defeitos totais) e integridade do parênquima testicular aliados às variáveis metereológicas, aferidas ao longo do ano. A análise estatística foi realizada com uso dos procedimentos GLM e LSMEANS do programa SAS, versão 9.1.3. Diferenças significativas (P<0,05) foram observadas entre o verão e as estações mais amenas do ano (outono e inverno), havendo incremento dos parâmetros termolíticos durante a estação quente. Já a qualidade seminal não variou ao longo do ano. No segundo experimento, foi avaliada a capacidade de manutenção da homeotermia corpórea e testicular de ovinos naturalizados sob desafio térmico. Os animais foram submetidos ao teste de tolerância ao calor que consiste na manutenção do animal à sombra (período 1), seguida de exposição ao sol (período 2) e retorno à sombra (período 3). Nos três períodos foram aferidos: frequência respiratória, frequência cardíaca, temperatura de superficiais de tronco, dorso, globo ocular e bolsa escrotal, por termografia infravermelha. O nível de adaptabilidade dos animais foi medido pelo índice de tolerância ao calor. A qualidade seminal e integridade de parênquima testicular foram avaliadas antes e após o desafio térmico. No Período 1, as variáveis apresentaram valores basais, em ambos os genótipos. No Período 2 observou-se incremento significativo das variáveis envolvidas na termólise (P<0,05), condizente com situação de desconforto térmico. No Período 3, as variáveis retomaram os valores basais, e algumas apresentaram valores mais baixos que os observados no Período 1. As variáveis seminais e ultrassonográficas não sofreram ação do insulto térmico. Conclui-se que ovinos MN e SIN apresentam eficientes mecanismos termolíticos que favorecem a preservação da funcionalidade gonadal, sendo considerados resilientes ao desafio térmico imposto em sistemas de produção em clima tropical.
Abstract: The study aimed to deepen knowledge about anatomical and physiological features related to body heat loss ability and relation to semen quality of naturalized sheep Morada Nova and Santa Ines on tropical environment. Nine male Santa Inês and seven Morada Nova breed were subjected to two experiments. The first test included monitoring of coat features (amount of melanin, thick, length and diameter of the fibers), sweat rate, physiological indicators of thermal comfort (respiratory rate, heart rate, rectal temperature, surface temperature, skin temperature and scrotal surface temperature), sperm quality (sperm concentration, progressive motility, plasma membrane integrity, major defects, minor defects and total defects) and testicular parenchyma integrity coupled with the meteorological variables measured throughout the year. Statistical analysis was performed using the GLM and LSMEANS procedures of SAS software, version 9.1.3. Significant differences (P <0.05) were observed between the summer and fall and winter, with increase in termolitics parameters during the hot season. Already sperm quality did not vary throughout the year. The second experiment evaluated the capacity of rams to maintain body and testicular homeothermy under thermal challenge. Animals were subjected to heat tolerance test, which consists maintenance in the shade (period 1), followed by exposure to the sun (period 2) and return to the shadow (period 3). In the three periods were measured: respiratory rate, heart rate, body surface temperature, back, eyeball and scrotum, by infrared thermography. Adaptability of the animals was measured by heat tolerance index calculation. Sperm quality and testicular parenchyma integrity were evaluated before and after the heat challenge. In Period 1, the variables had baseline values for both genotypes. In Period 2, the variables involved in thermolysis significantly increased (P<0.05), which matches a thermal discomfort situation. In Period 3, the variables returned to baseline values and some values were lower than those in Period 1. Seminal and ultrasonographic variables did not share with thermal insult. It is concluded that MN and SIN rams had efficient thermolytic mechanisms that favor preserving gonadal functionality. The animals were considered resilient to a thermal challenge.
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Keywords: Ovino
Sêmen
Reprodução animal
Ovis aries
Ambiente tropical
Termorregulação animal
Estresse térmico
Temperatura corpórea
Conforto térmico
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
UFRA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Citation: KAHWAGE, Priscila Reis. Respostas termolíticas e qualidade seminal de ovinos naturalizados criados em ambiente tropical. 2015. 99 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8358
Issue Date: 30-Oct-2015
Appears in Collections:Teses em Ciência Animal (Doutorado) - PPGCAN/NCADR

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_RespostasTermoliticasQualidade.pdf2.84 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools