Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8391
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 13-may-1980
Autor(es): COSTA, Marcondes Lima da
Primer Orientador: SÁ, José Haroldo da Silva
Título : Geologia, mineralogia, geoquímica e gênese dos fosfatos de Jandiá, Cansa Perna, Itacupim no Pará e Pirocaua e Trauira no Maranhão
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citación : COSTA, Marcondes Lima da. Geologia, mineralogia, geoquímica e gênese dos fosfatos de Jandiá, Cansa Perna, Itacupim no Pará e Pirocaua e Trauira no Maranhão. 1980. 164 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1980. Programa de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas.
Resumen: As ocorrências de fosfatos da região nordeste do Pará e noroeste do Maranhão aqui estudadas, são produtos da intensa laterização de rochas Precambrianas enriquecidas em fósforo, como os filitos e xistos do Grupo Gurupi em Cansa Perna e Pirocaua; complexos félsico-máfico-ultramáfico (xisto verde) em Itacupim e Trauira e "arenitos" provavelmente fosforíticos em Jandiá. A seqüência dos níveis litológicos A (óxido-hidróxidos de ferro e fosfatos de ferro e de alumínio), B (fosfatos de alumínio e C (caolinita) é correlacionável com a dos depósitos de bauxitas em gera, e principalmente com os da Amazônia desenvolvidos no Terciário concomitantemente com os fosfatos. Nesta seqüência foram identificados os minerais crandalita -goyazita, variscita, wavelita, augelita, mineral-A e wardita-millisita, principalmente no nível B; dufrenita. mitridatita, beraunita, mineral-B, lazulita e óxido-hidróxidos de ferro no nível A; apatita no embasamento de Itacupim, além de dravita, gibbisita e outros óxidos. As associações mineralógicas secundárias destas ocorrências são correlacionáveis entre si, variando parcialmente segundo a composição do embasamento. A geoquímica é peculiar, divergindo em parte das bauxitas normais, com Sr, Rb, Ba, Ce, La, Nd, Zr e Nb, altamente concentrados no nível B, dominantemente na estrutura da crandalita-goyazita, onde os teores de SrO atingem até 7%. Estas características geológicas, mineralógicas e geoquímicas são similares às dos fosfatos secundários da Flórida, Utah e Tennessee (USA) e os do Senegal, abrindo perspectivas para prospecção de novas ocorrências.
Resumen : The phosphate occurrences of Northeastern Pará and Northwestern Maranhão were formed by strong lateritic weathering of phosphorus-rich Precambrian rocks. The rock formation affected by those processes were phyllites and schists of the Gurupi Group in Cansa Perna and Pirocaua, a complex of felsic to mafic and ultramafic rocks metamorphosed in the greenschist facies in Itacupim and Trauira and probably phosphoritic "sandstone" in Jandiá. The lithologic sequente observed (A=horizon: ferric oxide-hydroxide and ferric and aluminium phosphate; B=horizon: aluminium phosphate; C=horizon: kaolinite) is generally comparable with that of bauxite deposits, especial.ly those of the Amazon region which were also developed, like the phosphate deposits, during the Tertiary. The mineralogy of the phosphates consists of crandalite-goyazite, wavellite, augelite, mineral-A and wardite-millisite (these are particularly abundant in the "B" horizon); dufrenite, mitridatite, beraunite, mineral-B, lazulite and ferric oxide-hidroxide (in the "A" horizon), apatite (in the bedrock of Itacupim). Dravite, gibbsite and other oxides were also found. These secondary mineral associations are common to all deposits and show only slight variations related to the bedrock. The geochemistry of these deposits is unusual and differs from that of normal bauxites. In particular high concentrations of. Sr, Rb, Ba, Ce, La, Nd, Zr and Nb are observed in the "B" horizon, some of these elements are found in the crandalite goyazite series in which the Sr0-content can be as high as 7%. The geological, mineralogical and geochemical characteristics of these deposits are similar to the secondary phosphate occurrences of Florida, Utah, and Tennessee CUSPA and also to these of Senegal.
Palabras clave : Geologia
Fosfatos
Geoquímica
Laterita
Mineralogia
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_GeologiaMineralogiaGeoquimica.pdf52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons