Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8702
Compartilhar:
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGAMA JÚNIOR, Theodomiro-
dc.date.accessioned2017-06-14T16:35:46Z-
dc.date.available2017-06-14T16:35:46Z-
dc.date.issued1981-03-13-
dc.identifier.citationGAMA JÚNIOR, Theodomiro. Petrologia da seqüência xistosa Seridó, Currais Novos - Parelhas (RN). 1981. 65 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém, 1981. Curso de Pós-Graduação em Ciências Geofísicas e Geológicas.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8702-
dc.description.abstractThis work deals with the metamorphism of the Seridó schists in the region Currais Novos - Parelhas, of the Seridó schist belt. The study involved the petrography of the rocks, the chemistry of rocks and selected minerals and the application of geothermometers and geobarometers as well as a correlation between deformation and metamorphic crystallization of the minerals. The three consecutive phases of deformation (F1, F2, F3) described have been recognized although F3 was seen only locally. Syntectonic crystallization (relative to F1) was noted for most minerals although post-tectonic crystallization is seen very often. The pressure and temperature of crystallization can be estimated at approximately 4 kb and 550°C, respectively. The occurrence of staurolite in metasedimentary aasemblages defines metamorphic conditions of the amphibolite facies. Garnet, with about 70% of the almandine molecule and 15% of the spessartite molecule, coexists with cordierite and andalusite for sillimanite). Therefore, the metamorphism is of the 1°w-to intermediate pressure type. The grade of metamorphism is almost constant in the region studied, without evidence of retrograde metamorphism except where intense deformation produced phyllonites. The conditions of metamorphism of this part of the Seridó schist belt can be compared to those of the Abukuma belt of Japan. The metasedimentary rocks were derived from sediments dominantly with a composition corresponding to a mixture of pelite and greywacke.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2017-06-14T15:59:17Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_PetrologiaSequenciaXistosa.pdf: 4257180 bytes, checksum: 841c67462896d0c43994318a0a88e004 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Edisangela Bastos (edisangela@ufpa.br) on 2017-06-14T16:35:46Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_PetrologiaSequenciaXistosa.pdf: 4257180 bytes, checksum: 841c67462896d0c43994318a0a88e004 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-06-14T16:35:46Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Dissertacao_PetrologiaSequenciaXistosa.pdf: 4257180 bytes, checksum: 841c67462896d0c43994318a0a88e004 (MD5) Previous issue date: 1981-03-13en
dc.description.sponsorshipCNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPetrologiapt_BR
dc.subjectPetrogênesept_BR
dc.titlePetrologia da seqüência xistosa Seridó, Currais Novos - Parelhas (RN)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::PETROLOGIApt_BR
dc.contributor.advisor1ALBUQUERQUE, Carlos Alberto Ribeiro de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9991895387060961pt_BR
dc.description.resumoNo estudo do metamorfismo da região de Currais Novos - Parelhas (RN), que pertence à faixa dibrada seridó, foram empregadas análises petrográficas, quimismo de minerais e de rochas, relações entre cristalização e deformação, assim como foram aplicados geotermômetros e geobarômetros e a distribuição espacial das associações minerais. Três fases consecutivas de deformação (F1, F2 e F3), têm sido reconhecidas nessa faixa, sendo F3 visível apenas localmente. O estudo das relações entre deformação e cristalização mineral evidencia que geralmente os minerais são sintectônicos (relativo a F1) embora alguns minerais também ocorrem frequentemente com a cristalização pós-tectônica. A estabilidade de estaurolita, clorita, andalusita, cordierita, muscovita e fibrolita (eventualmente cristais maiores de silimanita), o quimismo da granada (almandina - 69% à 72% e espessartita - 14%) e a composição química do plagioclásio (oligoclásio, Na26), definem o metamorfismo regional na região estudada na fácies anfibolito baixa a média e do tipo de pressão baixa a intermediária. As condições de temperatura e pressão durante este metamorfismo foram estimadas em 550°C e 4.0 kbar, respectivamente. A distribuição espacial homogênea das associações minerais (granada - cordierita-andalusita-silimanita-estaurolita-clorita), por toda a extensão da área estudada, sugere que não existe um zoneamento metamórfico na mesma. Não foi identificada qualquer evidência de um evento retrometam6rfico de carácter regional, porém, restrita a estreita zonas cisalhadas nas proximidades das cidades de Cruzeta, Jardim do Seridó e São José do Seridó, foi constatada a sua existência. Assim foram originadas rochas milonitizadas, tais como filonitos. As condições da fácies xistoverde não chegam a ser, entretanto, atingidas. A mineralogia e o quimismo da seqüência xistosa Seridó indicam que as rochas se originaram de sedimentos com predominância de pelitos e grauvacas. Já as rochas calcossilicatadas, intercaladas na seqüência xistosa, são produtos de rochas sedimentares de composição carbonática impura. Por outro lado, o anfibolito, com excessão ao teor elevado em K2O teria como origem uma rocha de composição ultramáfica, semelhante em composição aos peridotitos e inclusive aos peridotitos komatiiticos.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímicapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PetrologiaSequenciaXistosa.pdf4.16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons