Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9045
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPEREIRA, Raimundo Miguel dos Reis-
dc.date.accessioned2017-08-29T14:36:02Z-
dc.date.available2017-08-29T14:36:02Z-
dc.date.issued2016-08-18-
dc.identifier.citationPEREIRA, Raimundo Miguel dos Reis. “O que essa gente veio fazer aqui?” migração e sociabilidade da força de trabalho “desqualificada” para Parauapebas-PA. 2016. 180 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9045-
dc.description.abstractThis is a study of the migration process and sociability of the workforce "disquali-fied" to Pa-rauapebas, Pará state in the Southeast. The proposal is to investigate the affect-ing the sociabi-lity of migrants, such as construction and deconstruction this identity-belecem estrangement in social life. The analysis and research is based on dialétical-history method and the main method is a bibliographic study, secondarily was made some observations and interviews in order to confirm the theoretical statements. Parauapebas is chosen to prove the study because it brings together social and economic characteristics that enabled it to be attractive to migrant work-force. In this sense, we tried to understand the ways in which migration to the Amazon followed right script defined by the mobility of capital throughout history, especially in the 1960s to 2010. The thesis assumes that migration, and affectation the migrant's sociability, is directly linked to economic expansion in the Amazon, which confronted interests of migrant labor and capital. This friction reverberates in the social relations of migrants and members of society, causing estrangement between migrants and recipients inhabitants, and ultimately weaken the sociability of the migrant and change their cultural identity. The most affected are the poorest sectors of migrants who are forced to negotiate with handicaps their participation in the public sphere. So what these people doing here? is the synthesis that incorporates the expression "dis-qualified" to decrease the potential employability of the workforce. This social and cultural instability build blind spots in the otherness of the recipient population, and abrasam conflicts in the troubled urban life of Parauapebas.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSociologia do trabalhopt_BR
dc.subjectSociabilidadept_BR
dc.subjectMigraçãopt_BR
dc.subjectTrabalho desqualificadopt_BR
dc.subjectParauapebas - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.title“O que essa gente veio fazer aqui?” migração e sociabilidade da força de trabalho “desqualificada” para Parauapebas-PApt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA DO TRABALHOpt_BR
dc.contributor.advisor1CHAVES, Andréa Bittencourt Pires-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2807941293114021pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8682485471213106pt_BR
dc.description.resumoEsse é um estudo sobre o processo de migração e sociabilidade da força de trabalho “desquali-ficada” para Parauapebas, Sudeste do estado do Pará. A proposta é investigar sobre a afetação da sociabilidade dos migrantes, e como a construção e desconstrução de identidades estabele-cem o estranhamento no convívio social. A análise e pesquisa se baseia no método dialético-histórico, e a metodologia principal é um estudo bibliográfico, secundariamente fez-se algumas observações e entrevistas com o intuito de confirmar as afirmações teóricas. Parauapebas é escolhida para comprovação do estudo porque reúne características sociais e econômicas que possibilitaram-na ser atrativo à força de trabalho migrante. Neste sentido, procurou-se compre-ender as formas pelas quais a migração para a Amazônia seguiu certo roteiro definido pela mobilidade do capital ao longo da história, principalmente nas décadas de 1960 à 2010. A tese parte do princípio de que a migração, e a afetação da sociabilidade do migrante, está diretamente ligada a expansão econômica da Amazônia, que confrontou interesses da força de trabalho mi-grante e o capital. Esse atrito reverbera na relação social dos migrantes e dos membros da soci-edade, que causa estranhamento entre migrantes e habitantes receptores, e acaba por enfraque-cer a sociabilidade do migrante e altera sua identidade cultural. Os mais afetados são os setores mais pobres dos migrantes que são obrigados a negocia com desvantagens sua participação na esfera pública. Por isso - o que essa gente veio fazer aqui? - é a síntese que incorpora a expressão de “desqualificado” para diminuir o potencial de empregabilidade da força de trabalho. Essa instabilidade social e cultural constroem pontos cegos na alteridade da população receptora, e abrasam os conflitos na conturbada vida urbana de Parauapebas.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologiapt_BR
Appears in Collections:Teses em Sociologia e Antropologia (Doutorado) - PPGSA/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_GenteVeioFazer.pdf2,27 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons