Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9059
Tipo: doctoralThesis
Título: Peixes ornamentais do rio xingu: manutenção e reprodução do Acari zebra Hypancistrus zebra Isbrücker & Nijssen, 1991 (Siluriformes, Loricariidae) em cativeiro
Autor(es): RAMOS, Fabrício Menezes
Primeiro Orientador: FUJIMOTO, Rodrigo Yudi
Primeiro coorientador: CORDEIRO, Carlos Alberto Martins
Resumo: O Hypancistrus zebra, é espécie ameaçada de extinção, mas que permanece ilegalmente capturada e comercializada, na região do Médio Xingu, devido principalmente à falta de tecnologia de criação que viabilizem sua criação em cativeiros e diminua a exploração de seus estoques naturais. Assim, o principal objetivo deste trabalho é gerar protocolos de manutenção e reprodução do acari zebra, Hypancistrus zebra em cativeiro. Para tanto, foram obtidos 300 exemplares de acari zebra de acordo com a autorização SISBIO nº 38.215-2 e comitê de ética animal nº 03.14.00.017.00.00. O presente trabalho foi dividido em quatro capítulos, sendo o primeiro relacionado a realizar um inventário das espécies do rio Xingu para selecionar a espécie prioritária para o desenvolvimento de tecnologias de cultivo; Avaliar a aceitação de diferentes abrigos e alimentos na manutenção de acari zebra mantido em laboratório; Avaliar diversas condições para a indução da reprodução do acari Zebra, em aquários e; Avaliar o manejo alimentar para os alevinos da geração F1 de Hypancistrus zebra. Com base na matriz foram escolhidos cinco espécies da Família Loricariidae (Hypancistrus zebra, Hypancistrus sp2, Baryancistrus xanthelus, Scobinancistrus sp3 e Ancistrus sp4), uma espécie para Potamotrygonidae (Potamotrygon leopoldii) e duas espécies de Cichlidae (Creniciclha regani e Teleociclha spp.). Com relação à preferência por abrigos em acari zebra o tempo passado nos abrigos foi maior em abrigos de cerâmica (276±51 min dia-1) seguido pelo abrigo de pedra (198±96 min dia-1), fora dos abrigos (134±15 min dia-1), e no abrigo de PVC (70±52 min dia-1). Quanto a preferência por alimentos a ordem de classificação de preferência dos alimentos foi maior para a Artemia sp. seguido pelo alimento peixe, camarão e mexilhão. Porém, quando os peixes alimentados com Artemia sp. ou o mix de alimentos, estes apresentaram maior peso final, comprimento final e ganho de peso em relação aos alimentos isolados com o camarão e peixe. Com relação à frequência e taxa de alimentação, não houve interação entre a taxa e a frequência de alimentação sendo que as frequências de 2 e 3 alimentações diárias e a taxa de alimentação de 10% peso vivo dia-1 promovem melhores resultados de desempenho zootécnico. Também foi observado que a melhor densidade de estocagem é de 2,00g L-1 por proporcionar as melhores taxas de crescimento específico. Em relação a reprodução foram observadas cinco desovas de diferentes casais, sendo 3 para 1 macho e 2 fêmeas. O macho maior é o dominante, territorialista e apresenta cuidado parental. Postura média de 13,8±6,72 ovos, diâmetro de 4,4±0,12, volume de 41,4 mm3 e volume de vitelo 34.3 mm3. A eclosão ocorre com 7 dias pós fertilização (PF) e no 17 dias PF o saco vitelinico foi absorvido. Os diferentes valores testados de condutividade elétrica na água e tratamentos hormônais não foram suficiente para promover desovas no acari zebras. Os valores de desempenho em alevinos de acari zebra permaneceram semelhantes entre os tratamentos testados. Conclui-se assim, que o acari zebra é a espécie do rio Xingu prioritária no desenvolvimento de tecnologia. O uso de refúgios de cerâmica é o mais indicado, em Hypancistrus zebra. Os acaris zebras devem ser cultivados na densidade de 2g L-1, sendo que sua alimentação não é aleatória, tendo preferência por artêmia, que devem ser distribuídas em 10% peso vivo dia-1 em 2 alimentações diárias. Adicionalmente alimentos complementares à artêmia podem ser conjugadas para proporcionar desempenho similar. A reprodução em cativeiro é possível porém novas técnicas que propiciem o escalonamento da reprodução devem ser avaliadas. Além disso, devido a longa fase larval e com grande reserva de saco vitelínico, promove alevinos mais saudáveis e resistentes sendo que a frequência alimentar não influência diretamente no desempenho.
Abstract: The Hypancistrus zebra is an endangered species, but remains illegally captured and sold in the Middle Xingu region, mainly due to lack of creating technology that enable its creation in captivity and reduce the exploitation of natural stocks. Thus, the main objective of this work is to generate maintenance protocols and reproduction of zebra pleco, Hypancistrus zebra in captivity. Therefore, we obtained 300 copies of acari zebra according to SISBIO authorization No. 38215-2 and ethics committee animal No 03.14.00.017.00.00. This study was divided into four chapters, the first being related to conduct an inventory of the species of the Xingu River to select the priority species for the development of farming technologies; Evaluate the acceptability of different food and shelter in maintaining zebra pleco maintained in the laboratory; To evaluate various conditions for inducing playback zebra pleco in tanks and; Evaluate feeding management for fry of F1 generation Hypancistrus zebra. Based on the array were chosen five species of the family Loricariidae (Hypancistrus zebra, Hypancistrus sp.2, Baryancistrus xanthelus, Scobinancistrus sp.3 and Ancistrus sp.4), one species to Potamotrygonidae (Potamotrygon leopoldii) and two species of cichlid (Creniciclha regani and Teleociclha spp.). With respect to the preference for shelters acari zebra time spent in shelters was higher in clay shelters (276 ± 51 day min-1) followed by the stone shelter (198 ± 96 day min-1), outside the shelter (134 ± 15 day min-1), and PVC under (70 ± 52 day min-1). The preference for food the sort order of preference of the food was higher for Artemia sp. followed by food fish, shrimp and mussels. But when the fish fed with Artemia sp. or mix food, they had higher final weight, final length and weight gain compared to single foods with shrimp and fish. Regarding the frequency and feed rate, there was no interaction between the rate and the supply frequency and the frequency 2:03 daily feeds and feed rate of 10% day-1 body weight promote better results of production performance. It was also observed that the best storage density is 2.00 g L-1 to provide the best specific growth rate. Regarding reproduction were observed five spawns from different couples, and 3 to 1 male and 2 females. The biggest male is the dominant territorialist and have parental care. average position of 13.8 ± 6.72 eggs, diameter of 4.4 ± 0.12, volume 41.4 mm3 volume and calf 34.3 mm3. The outbreak is 7 days post fertilization (PF) and PF 17 days the yolk sac has been absorbed. The different values tested for electrical conductivity in the water and hormonal treatments were not enough to promote spawns in acari zebras. Performance figures in fingerlings acari zebra remained similar between the treatments. It follows therefore, that the zebra pleco is the kind of priority Xingu river in technology development. The use of ceramic refuges is the most suitable in Hypancistrus zebra. The zebra pleco should be cultivated at a density of 2 g L-1, and its power is not random, with preference for brine shrimp, which must be distributed in 10% day-1 body weight in 2 daily feedings. In addition to complementary food brine shrimp can be combined to provide similar performance. Captive breeding is however possible new techniques that facilitate the scheduling of reproduction should be evaluated. Furthermore, due to the short larval stage and with great reserve yolk sac, promote healthier fry and being resistant to feed frequency not directly influence on performance.
Palavras-chave: Reprodução animal
Aquicultura
Larvicultura
Peixe ornamental
Manejo alimentar
Loricariidade
Acari zebra
Hypancistrus zebra
Rio Xingu - PA
Pará - Estado
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Sigla da Instituição: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Instituto: Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Citação: RAMOS, Fabrício Menezes. Peixes ornamentais do rio xingu: manutenção e reprodução do Acari zebra Hypancistrus zebra Isbrücker & Nijssen, 1991 (Siluriformes, Loricariidae) em cativeiro. 2016. 98 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9059
Data do documento: 29-Abr-2016
Aparece nas coleções:Teses em Ciência Animal (Doutorado) - PPGCAN/NCADR

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_PeixesOrnamentaisRio.PDF2,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons

Ferramentas do administrador