Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9087
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 3-Nov-2014
metadata.dc.creator: CARVALHO, Aline Correa de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVEIRA, Luiz Carlos de Lima
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SOUZA, Givago da Silva
Title: Eletrorretinografia multifocal: desenvolvimento de método avaliativo e aplicação em pacientes com toxoplasmose ocular e investigação funcional da função retiniana em pacientes com malária, infectados pelo P. Vivax
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: CARVALHO, Aline Correa de. Eletrorretinografia multifocal: desenvolvimento de método avaliativo e aplicação em pacientes com toxoplasmose ocular e investigação funcional da função retiniana em pacientes com malária, infectados pelo P. Vivax. 2014. 103 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2014. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A presente tese foi composta por dois estudos desenvolvidos paralelamente. O primeiro objetivo foi o desenvolvimento de um método para classificar as respostas eletrorretinográficas e validar este método em toxoplasmose ocular. O segundo objetivo foi investigar o efeito do uso agudo de cloroquina na retina de paciente com malária (P. vivax) que receberam o tratamento estabelecido pelo Ministério da Saúde do Brasil. A ferramenta experimental de ambos os estudos foi o eletrorretinograma multifocal (mfERG). No primeiro estudo, o sistema Veris foi usado para testar 10 sujeitos saudáveis e calcular a razão sinal-ruído com o objetivo de achar os melhores valores para separar respostas normais de respostas retinianas diminuídas. O resultado final desta análise foi aplicado em três pacientes com perda visual devido toxoplasmose ocular. Os resultados mostraram uma razão sinal-ruído ótima de 0,47 para separar formas de onda com e sem sinal. As razões sinal ruído de 0,47, 0,44, 0,48, 0,57, 0,78 e 1,21 foram ótimas para separar respostas normais de respostas progressivamente atenuadas. A aplicação da análise sinal-ruído em pacientes com toxoplasmose ocular foi capaz de mapear a área retiniana sem atividade quando provocada pela luz. O segundo estudo foi desenvolvido usando o mfERG para avaliar 48 pacientes com malária, P. vivax, que receberam terapia medicamentosa de cloroquina. Estes dados foram comparados com os dados de 37 sujeitos saudáveis. Os resultados mostraram que o número de infecções variava de 1 a 18 vezes. Durante o tratamento, a dose média de cloroquina ingerida foi 5429 ± 782,3 mg. A estimativa da dose cumulativa normalizada pela massa corporal variou de 14,58 a 545,45 mg/kg. Nenhuma diferença foi observada na amplitude e tempo implícito do mfERG entre os pacientes e os controles em nenhum dos anéis concêntricos do campo visual. Não houve correlação significativa entre a atividade retiniana com a dose cumulativa de cloroquina. Concluiu-se que a análise da razão sinal-ruído desenvolvida nesta tese pode ser usada como um método confiável para estudar a função retiniana diminuída, incluindo o mapeamento das consequências da toxoplasmose ocular; e que o uso agudo da cloroquina para tratamento de malária não causou nenhuma piora da atividade retiniana registrada pelo mfERG.
Abstract: The current thesis was composed by two studies performed in parallel. The first purpose was the development of a reliable method to classify the electroretinographic responses and to validate this method in ocular toxoplasmosis. The second purpose was to investigate the effect of the acute use of chloroquine in the retina of vivax malaria patients, which received the standard treatment of the Ministry of Health of Brazil. The experimental tool of both studies was the multifocal electroretinogram (mfERG). In the first study the Veris system was used to test 10 healthy subjects to calculate a signal to noise ratio analysis in order to find the best values to separate normal responses from impaired retinal responses. The final results of this analysis were applied in three patients with visual loss due ocular toxoplasmosis. The results showed an optimal signal to noise ratio of 0.47 to separate waveforms with and without signal. The signal to noise ratio of 0.47, 0.44, 0.48, 0.57, 0.78, 1.21 were optimal to separate normal responses from progressively attenuated responses. The application of the signal to noise ratio analysis into ocular toxoplasmosis patients was able to map the retinal area with no activity evoked by the light. The second study was performed using mfERG to evaluate 48 vivax malaria patients which received chloroquine-based treatment. Their data were compared to 37 healthy subjects. The results showed that number of infections ranged between from 01 to 18 times. During the treatment, the mean dosage of intaken chloroquine was 5429 ± 782.3 mg. The cumulative dosage normalized to the body mass ranged from 14.58 to 545.45 mg/kg. No difference was observed in the mfERG amplitude and implicit time obtained from malaria patients and control group at any concentric rings of the visual field. There was no significant correlation between the retinal activity with the chloroquine cumulative dosage. It was concluded that the signal to noise analysis developed in this thesis can be used as a reliable method to study impaired retinal function, including the mapping of ocular toxoplasmosis consequences; and the acute use of chloroquine for malaria treatment caused no impairments to retinal activity recorded by mfERG.
Keywords: Doenças infecciosas e parasitárias
Oftalmologia
Eletrorretinograma multifocal
Toxoplasmose ocular
Malária
Cloroquina
Visão
Plasmodium vivax
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::OFTALMOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Doenças Tropicais (Doutorado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_EletrorretinografiaMultifocalDesenvolvimento.pdf3,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons