Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9107
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 2015
Authors: AMARAL, Ivanete do Socorro Abraçado
First Advisor: QUARESMA, Juarez Antônio Simões
First Co-Advisor: SANTOS, Eduardo José Melo dos
Title: A influência dos polimorfismos nos genes interferons lambda 3 lambda 4 e ancestralidade genética na infecção crônica pelo vírus da hepatite c e na resposta ao tratamento em uma população miscigenada de Belém-Pará-Brasil
Citation: AMARAL, Ivanete do Socorro Abraçado. A influência dos polimorfismos nos genes interferons lambda 3 lambda 4 e ancestralidade genética na infecção crônica pelo vírus da hepatite c e na resposta ao tratamento em uma população miscigenada de Belém-Pará-Brasil. 2015. 116 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
Resumo: A infecção crônica pelo vírus da Hepatite C é um problema global de saúde pública em que mais da metade dos indivíduos infectados evoluem para a sua forma crônica bem como carcinoma hepatocelular. Este estudo objetiva descrever os polimorfismos nos genes da IL-28B e do IFNL4 na população de Belém com infecção crônica pelo vírus da hepatite C já que podem influenciar na resposta terapêutica e na história natural desta infecção. Trezentos e sessenta e seis pacientes foram atendidos no Hospital da Santa Casa de Misericórdia do Pará confirmados por RT-PCR e 243 controles. Os SNPS estudados foram determinados por técnica da PCR Real time e a ancestralidade foi avaliada usando 48 marcadores INDEL validados para populações parentais Europeu, Africano e Indígena. Foi encontrado contribuições de ancestraliade Africana, Europeia e Ameríndia em pacientes e controles, respectivamente (0,06 vs 0,04), (0,588vs 0,662), (0,275) vs (0,214). As frequências dos rs-860 C/C, C/T, T/T, (C/T e T/T) em pacientes e em controles, respectivamente foram: (21% vs 38%), (59% vs 48%), (19% vs 14%), (79% vs 62%). As frequências genotípicas nos rs-917 em pacientes e em controles não mostraram significância. As distribuições das frequências genotípicas no ss-590 foram semelhantes às encontradas no rs-860. Como preditores de resposta terapêutica: gênero feminino, idade abaixo de 45 anos, estágio de fibrose hepática F1F2, rs8099917 genótipo T/T, RNA HCV <600.000UI/ml e níveis de Plaquetas ≥ 150 x104/mm3. A resposta terapêutica se associou com o rs-917 T/T, o seu alelo mutante em homozigose ou heterozigose com falha terapêutica e F3 F4. Em conclusão, do ponto de vista da genética, uma única troca de base nitrogenada em um determinado cromossoma leva grandes repercussões em diferentes populações estudadas interferindo com aspectos relacionados a resposta terapêutica e história natural da infecção HCV. Estas informações poderiam levar a um tratamento individualizado com melhor perspectiva de resposta, aumentada vigilância para certos pacientes com maior probabilidade de evoluir para estágios mais avançados fibrose e carcinoma hepatocelular.
Abstract: Chronic infection by Hepatitis C virus is a global public health problem in which more than half of infected people evolves to chronicity and can progress to cirrhosis with its complications as well as hepatocellular carcinoma. This study aimed to describe the polymorphisms in genes IL-28B and IFNL4 in a population of Belém with chronic infection by hepatitis C because they can influence the therapeutic response and the natural history of this infection. Three hundred and sixty-six patients were attended at Santa Casa de Misericórdia do Pará Hospital, confirmed by RT-PCR and 243 controls. The SNPs studied were determined by PCR Real Time technique and ancestry was assessed using 48 INDEL markers validated for European, African and Indian parental populations. Contributions of African, European and Amerindian ancestry were found in patients and controls, respectively (0.06 vs 0.04), (0,58 vs 0.662) (0.275) vs (0.214). The frequencies of rs-860 C/C, C/T, T/T (C/T and T/T) in patients and controls were respectively: (21% vs 38%), 59% vs 48%), (19% vs 14%), (79% vs 62%). The rs-917 genotype frequencies in patients and controls showed no significance and genotype frequencies in ss-590 were similar to those in rs-860. As predictors of therapeutic response: female gender, age below 45 years old, hepatic fibrosis stage (F1F2), rs-917 genotype T/T, HCV RNA <600.000UI/ml and platelets levels ≥ 150 x104 / mm3. Therapeutic response was associated with the rs-917 T/T and its mutant allele in heterozygous or homozygous was associated with therapeutic failure and F3 F4. In conclusion, from the point of view of genetics, one nitrogenous base exchange on a particular chromosome leads to large repercussions on different studied populations interfering with aspects related to the response to therapy, natural course of HCV infection. This information could lead to individualized treatment with better prospects of responses, increased vigilance for certain patients more likely to progress to more advanced stages of fibrosis and hepatocellular carcinoma.
Keywords: Doença infectocontagiosa
Herança genética
Hepatite C
Belém - PA
Pará - Estado
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA HUMANA E MEDICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Medicina Tropical
Program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Doenças Tropicais (Doutorado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_InfluenciaPolimorfismosGenes.pdf2,16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons