Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9171
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: CONCEIÇÃO, Adélia Oliveira da
metadata.dc.contributor.advisor1: XAVIER, Marília Brasil
Title: Dano neural em pacientes hansênianos: um estudo de evolução pós-alta
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: CONCEIÇÃO, Adélia Oliveira da. Dano neural em pacientes hansênianos: um estudo de evolução pós-alta. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A hanseníase provoca inflamações, reações imunológicas e processos compressivos que podem evoluir de um dano neural leve e transitório a uma lesão completa do nervo. É a principal causa não traumática de neuropatias periféricas onde cerca de 20% dos pacientes apresentam algum tipo de incapacidade física pós-alta. São poucos os trabalhos que discutem os fatores de risco que podem ocasionar essas incapacidades. Neste trabalho investigou-se o dano neural em uma coorte clinica de pacientes hansênicos pós-alta medicamentosa na Colônia do Prata, no período de 1997 a 2009 e os fores de risco para incapacidade fisica no momento do diagnóstico e no pós-alta. O estudo foi tipo coorte histórica de 63 pacientes no periodo 1997 a 2009- Vila de Santo Antônio do Prata em Igarapé –Açu, Pará. Foram coletados dados da ficha de notificação/investigação do Sistema Nacional de Informações de Agravo de Notificação (SINAN), dos prontuários e da avaliação pós-alta quanto ao grau de incapacidade fisica. As variáveis sociodemográficas, clínicas e das funções neurais foram organizadas em planilhas do Microsoft Excel® 2003 e analisadas nos programas Epi Info versão 3.5.2 e BioEstat versão 5.3 e apresentadas na forma de tabelas, quadros e gráficos. No diagnóstico os fatores que mais ofereceram chance para incapacidade fisica foram: ter dono sensitivo 21,67 mais chance de incapacidade, apresentar choque/dor/espessamento tronco nervoso aumenta e 20 a chance de incapacidade, reação hansênica 9 vezes mais chances, ter dor a palpação do tronco nervoso oferece 7,32 mais chances, ser multibacilar apresentou 7,29, ser virchowiano aumenta em 6,68 vezes e a presença de dano motor aumenta em 6,38 vezes a chance de incapacidade fisica no diagnóstico. Na avaliação pós-alta apenas 63 casos foram avaliados para os quais os fatores de risco mais importantes foram: a presença de dano sensitivo no diagnóstico é 1,89 mais riscos, incapacidade fisica no diagnóstico 1,55 mais riscos e ser multibacilar oferece 1,36 vezes mais riscos para incapacidade fisica após a alta por cura. Dentro dos 4 grupos formados a partir dos 63 casos houve piora do dano sensitivo na maioria dos casos em que a forma clínica era dimorfa o grau de incapacidade apresentou-se estável e com piora em alguns casos. Permitiu-se concluir para população em estudo que: apresentar algum tipo de dano neural (sensitivo e/ou motor) no momento do diagnóstico aumenta as chances de incapacidades no diagnóstico e de agravar o dano neural após a alta por cura, a presença de incapacidade fisica no momento do diagnóstico pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de novas incapacidades ou piora das já instaladas e que houve agravamento do dano (sensitivo ou motor) após a alta por cura mesmo sem a mudança no grau de incapacidade segundo a classificação do Ministério da Saúde, capazes de afetar a qualidade de vida e a autonomia do indivíduo.
Abstract: The leprosy causes inflammation, immune responses and compression processes that can evolve from a mild temporary nerve damage to a complete lesion of the nerve. It is the leading cause of non-traumatic peripheral neuropathies where about 20% of patients have some type of physical disability after discharg.There are few studies that discuss the risk factors that can cause these disabilities. In this work we investigated the neural damage in a cohort of clinical leprosy patients post-discharge medication in Cologne Plate, from 1997 to 2009 and you are at risk for physical disability at diagnosis and post-discharge.The study was historical cohort of 63 patients in the period 1997 to 2009 - Vila Santo Antonio do Prata in Igarapé-Açu, Pará. Data were collected from the notification form / Research of the National Information Appeal Notification (NIAN) and the records of post-high for the degree of physical disability.The sociodemographic, clinical and neural functions were organized in spreadsheets Microsoft Excel ® 2003 and analyzed using the Epi Info version 3.5.2 and version 5.3 BioEstat and presented in tables, charts and graphs. In diagnosing the factors that offered more opportunity for physical disability were: sensory owns 21.67 more chance of incapacity, introduce shock / pain / nerve trunk thickness increases to 20 the chance of disability, leprosy reaction 9 times more likely to have pain palpation of the nerve trunk 7.32 offers more chances, be presented multibacillary 7.29, lepromatous be increased by 6.68 times and the presence of engine damage increases by 6.38 times the odds of disability in physical diagnosis. In post-high only 63 cases were evaluated for which risk factors were most important: the presence of damage in sensitive diagnosis is 1.89 more risks, physical disability at diagnosis 1.55 more risks and be multibacillary offers 1, 36 times greater risk for physical disability after discharge for healing. Within the four groups formed from the 63 cases of damage sensitive worsening in most cases where the clinical form was borderline degree of disability remained stable and had worsened in some cases. Allowed to conclude that the study population: present some type of nerve damage (sensory and / or motor) at diagnosis increases the chances of disability at diagnosis and aggravate the nerve damage after cure, the presence of disability physics at diagnosis may be a risk factor for the development of new or worsening disability already installed and there was worsening of the damage (sensory or motor) after discharge for healing even without the change in the degree of disability according to the classification of Ministry of Health, which can affect the quality of life and independence of the individual.
Keywords: Saúde pública
Neuropatia hansênica
Dano neural periférico
Hanseníase
Inacpacidade física
Igarapé-Açu - PA
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::NEUROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DanoNeuralPacientes.pdf1,27 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons