Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9175
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2010
metadata.dc.creator: LUCENA, Adriana Dias
metadata.dc.contributor.advisor1: XAVIER, Marília Brasil
Title: Tendência da hanseníase em menores de 15 anos no município de Imperatriz- MA no período de 2001 a 2010
Citation: LUCENA, Adriana Dias. Tendência da hanseníase em menores de 15 anos no município de Imperatriz- MA no período de 2001 a 2010. 2012. 68 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Imperatriz, 2010. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A Hanseníase é uma doença infecciosa crônica, de evolução lenta, considerada uma das mais antigas da humanidade, é manifestada através de sinais e sintomas dermatoneurológicos, com lesões de pele e nervos periféricos, podendo atingir olhos, mãos e pés. É uma enfermidade potencialmente incapacitante, causada pelo Mycobacterium leprae, sendo sua ocorrência na infância um importante indicador de transmissibilidade, o que reflete a sua magnitude, especialmente em menores de 15 anos, sendo necessário o rápido diagnóstico para esta população. Assim, a presente pesquisa teve como objetivo analisar a tendência da hanseníase em menores de 15 anos no município de Imperatriz – MA, no período de 2001 a 2010. Para tanto, foi realizado um estudo descritivo, retrospectivo, quantitativo, com informações geradas pelo SINAN através da ficha de notificação compulsória deste agravo nos meses de julho a dezembro de 2011, pela Secretaria Municipal de Saúde, no qual foram utilizadas 478 fichas de notificação de casos de hanseníase diagnosticados entre os anos de 2001 e 2010. Onde 257 (53,76%) eram do sexo masculino, 303 (63,38%) tinham idade entre 10 a 14 anos, 221 (46,23%) eram da raça parda, 214 (44,76%) possuíam ensino fundamental completo. A taxa de detecção em maiores de 15 anos variou de (23,24/10.000) e (10,22/10.000), respectivamente para os anos de 2001 e 2010. E de (6,22/10.000) e (2,69/10.000), respectivamente para os anos de 2001 e 2010 nos menores de 15 anos. Quanto ao coeficiente de detecção, o Município foi considerado hiperendêmico. Quanto à forma clínica, houve predominância da Indeterminada com 187 (39,12%) dos casos. 319 (62,73%) casos eram das formas paucibacilar, sendo que a maioria dos diagnósticos ocorreu através de demanda espontânea com 235 registros (49,15%). Dos casos avaliados em menores, (62,26%) não apresentaram grau de incapacidade no diagnóstico na década estudada. 467 (97,7%) dos casos residiam na área urbana de Imperatriz e destes 126 (26,35%) eram do distrito sanitário do Santa Rita. Assim, mesmo com a baixa mortalidade, o acometimento pela doença, quando não diagnosticada e tratada precocemente, pode acarretar em consequências físicas, sociais e psicológicos nas vidas desses menores, sendo as maneira mais efetiva para eliminação da doença, a educação em saúde, o diagnóstico e tratamento rápido e eficaz.
Abstract: Leprosy is a chronic infectious disease of slow evolution, considered one of the oldest of humanity, is manifested by signs and symptoms dermatoneurological with skin lesions and peripheral nerves, reaching eyes, hands and feet. It is a potentially debilitating disease caused by Mycobacterium leprae, and its occurrence in childhood an important indicator of transmissibility, which reflects its magnitude, especially in children under 15 years, requiring rapid diagnosis for this population. Thus, the present study aimed to analyze the trend of leprosy in children under 15 years in the city of Empress - MA, from 2001 to 2010. Therefore, we performed a descriptive, retrospective, quantitative, with information generated by SINAN through compulsory notification form of this disease in the months from July to December 2011, the Municipal Health Department, which were used 478 chips notification leprosy cases diagnosed between 2001 and 2010. Where 257 (53.76%) were male, 303 (63.38%) were aged between 10 and 14 years, 221 (46.23%) were of mixed race, 214 (44.76%) had primary education complete. The detection rate in over 15 years ranged from (23.24 / 10.000) and (10.22 / 10,000), respectively for the years 2001 and 2010. And (6.22 / 10,000) and (2.69 / 10,000), respectively for the years 2001 and 2010 in children under 15 years. Regarding the detection rate, the city was considered hyperendemic. As for how clinical predominance of Indefinite with 187 (39.12%) cases. 319 (62.73%) were cases of paucibacillary forms, with the majority of diagnoses occurred through spontaneous records with 235 (49.15%). Of the cases evaluated in smaller (62.26%) showed no degree of disability at diagnosis in the decade studied. 467 (97.7%) of them lived in urban and Empress of 126 (26.35%) were health district of Santa Rita. So even with low mortality, the disease involvement, if not diagnosed and treated promptly, can result in harmful physical, social and psychological on the lives of these children, being the most effective way to eliminate the disease, health education, the diagnosis and prompt and effective treatment.
Keywords: Doenças infectocontagiosas
Saúde pública
Hanseníase
Imperatriz - MA
Maranhão - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE DOENCAS CONTAGIOSAS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TendenciaHanseniaseMenores.pdf579,66 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons