Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9189
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 10-Nov-2015
metadata.dc.creator: MONTE, Carlos Rodrigo Souza do
metadata.dc.contributor.advisor1: LIBONATI, Rosana Maria Feio
metadata.dc.contributor.advisor-co1: VENTURA, Ana Maria Revorêdo da Silva
Title: Estado nutricional na malária: influência nos aspectos clínicos e laboratoriais de pacientes naturalmente infectados por Plasmodium vivax
metadata.dc.description.sponsorship: FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: MONTE, Carlos Rodrigo Souza do. Estado nutricional na malária: influência nos aspectos clínicos e laboratoriais de pacientes naturalmente infectados por Plasmodium vivax. 2015. 68 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A malária é considerada pela Organização Mundial de Saúde um problema global de saúde pública. No Brasil, a maioria dos casos ocorre por P. vivax. Esse estudo objetivou avaliar a influência da obesidade nos marcadores inflamatórios, bioquímicos, hematológicos, parasitológicos e manifestações sintomatológicas em pacientes com malária vivax. Participaram 78 pacientes (37 eutróficos, 25 sobrepeso e 14 obesos) com diagnóstico de malária por P. vivax de população residente de área hiperendêmica no Estado do Pará. O estado nutricional não apresentou influência na carga parasitária nesta população infectada por P. vivax, embora tenha sido observada tendência a parasitemia mais elevadas nos obesos. A frequência das manifestações clínicas, tais como calafrio, cefaleia, tríade malárica (febre, calafrio e cefaleia), mialgia, tosse e diarreia e o escore clínico, foram mais altos nos obesos em comparação aos eutróficos. Pacientes obesos apresentaram elevado nível de leucócitos totais, neutrófilos, monócitos, triglicérides, colesterol total, VLDL, AST e ALT em comparação aos eutróficos. Os níveis séricos das citocinas moduladoras da inflamação TNF-α e IL-10 não diferiram entre os grupos nutricionais, entretanto houve uma correlação negativa entre o TNF-α e a circunferência abdominal. O nível sérico de citocinas moduladoras da inflamação (TNF-α e IL-10) influenciaram a parasitemia, perfil hematológico, perfil bioquímico e o escore clínico de indivíduos naturalmente infectados por P. vivax. O estado nutricional influenciou a resposta imune na infecção pelo P. vivax, sendo um importante determinante de risco neste estudo. Embasado nessas considerações, outras pesquisas são necessárias para o melhor entendimento da doença nesse contexto.
Abstract: Malaria is considered by the World Health Organization a global public health problem. In Brazil, most cases occur by P. vivax. This study aimed to evaluate the influence of obesity on inflammatory markers, biochemical, hematological, parasitological profiles and clinical manifestations in vivax malaria patients at Pará State. Seventy-eight (37 eutrophic, 25 overweight and 14 obese) patients positive to P. vivax were included. Chills, headache, malaria triad (fever, chills and headache), myalgia, cough and diarrhea were more frequent, whereas the clinical score were higher in obese compared to normal weight patients. Obese patients had a higher level of count of total leukocytes, neutrophils, monocytes, triglycerides, total cholesterol, VLDL, AST, ALT compared to lean patients. Parasitaemia was similar among nutritional status, although was observed trend to higher parasitaemia (> 5.000 parasites/μL) in obese patients. Serum levels of TNF-α and IL-10 did not differ among nutritional groups, though there was a negative correlation between TNF-α and waist circumference. Among overweight and obese was observed a positive correlation between IL-10 and parasitemia, neutrophils, urea and a negative correlation with red blood cells, lymphocytes, platelets. Throughout, TNF-α was correlated negativity with the clinical score. Nutritional status influences immune response against the infection and it has been an important risk factor in this findings. However, further studies are required to understand the malaria in this context.
Keywords: Doenças infecciosas e parasitárias
Malária
Plasmodium vivax
Estado nutricional
Obesidade
Pará - Estado
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO::ANALISE NUTRICIONAL DE POPULACAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstadoNutricionalMalaria.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons