Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9221
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2012
Authors: LOBATO, Jaisane Santos Melo
First Advisor: SOUZA, Givago da Silva
Title: Perda de sensibilidade ao contraste espacial de luminância em sujeitos com história clínica de hipovitaminose B1
Citation: LOBATO, Jaisane Santos Melo. Perda de sensibilidade ao contraste espacial de luminância em sujeitos com história clínica de hipovitaminose B1. 2012. 71 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Imperatriz, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
Resumo: A vitamina B1 atua diretamente no metabolismo energético, portanto sua deficiência leva a inúmeros prejuízos ao sistema nervoso, inclusive a na visão que é um sentido muito importante e fundamental na qualidade de vida dos seres humanos. Estudos têm mostrado que a estimativa da sensibilidade ao contraste de luminância espacial é um bom marcador biológico de avaliação da visão e do próprio sistema nervoso. O presente estudo objetivou comparar a sensibilidade ao contraste espacial de luminância de pacientes com histórico de hipovitaminose B1 com os sujeitos saudáveis residentes nos municípios de Imperatriz e João Lisboa do estado do Maranhão no período de 2006 à 2009. Trata-se de um estudo transversal, analítico, caso controle. Participaram deste estudo 18 pacientes com histórico de hipovitaminose B1, sendo 13 do sexo masculino e 5 do sexo feminino, com idade média de 33,77 ± 9,33 anos, dos quais foram avaliados 35 olhos. O grupo controle avaliado foi composto por 80 olhos de 40 pessoas saudáveis de ambos os sexos com idade média 33,25 ± 9,3 anos, os quais têm estilo de vida semelhante aos sujeitos com história clínica de hipovitaminose B1. Para avaliação da sensibilidade ao contraste dos sujeitos em estudo foi utilizado um monitor de tubo de raios catódicos de 21” cuja tela do mesmo apresentava as dimensões de 6,0x5,0 graus de ângulo visual. Foi ainda realizada avaliação nutricional de todos os sujeitos envolvidos na pesquisa, além dos testes de acuidade visual e fundo de olho. Houve diferença estatística entre os valores de sensibilidade ao contraste do grupo controle e do grupo dos sujeitos com histórico de hipovitamonise B1, principalmente nas frequências 4, 10, 15 e 20 cpg (ANOVA de duas via, α = 0,05, com teste post-hoc de Tukey). Quanto ao estado nutricional dos sujeitos que tiveram hipovitaminose B1, a maioria apresentou uma alteração no seu estado de eutrofia, principalmente no que se refere ao risco nutricional para o desenvolvimento de hipovitaminoses. Os dados obtidos indicam que existe uma relação importante de interferência do estado nutricional nas condições de saúde da função visual. Foi evidenciada ainda a relação entre queixas clínicas com a perda da acuidade visual e com a redução da sensibilidade ao contraste. Os principais achados indicam a necessidade de realizar ações que evitem que essa condição de hipovitaminose B1 venha a fazer mais vítimas, uma vez que pode levar a lesões neuronais irreversíveis.
Abstract: Vitamin B1 acts directly in the energetic metabolism and its deficiency causes several deficits to the nervous system, including those that occurs in vision that is an important and fundamental sense in the quality of life of the human beings. Studies have been shown that the contrast sensitivity estimative is a good biomarker for evaluation of the visual system and the own nervous system. The present study purposed to compare the contrast sensitivity of subjects with history of hypovitaminosis B1 with healthy subjects living in the cities of Imperatriz and João Lisboa in the Maranhão state from 2006 to 2009. This is a transversal, analytic, and case control study. It was investigated 18 patients with history of hypovitaminosis B1 (13 males, 5 females) with mean age 33.77 ± 9.33 years-old, whose had 35 eyes. The control group was composed by 40 subjects (80 eyes) from both sexes, and mean age 33.25 ± 9.3 years-old. Both groups had similar way of life. For psychophysical evaluation, it was used cathodic ray tubes, 21”, 6 x 5 degrees of visual angle. It was performed a nutritional evaluation of all investigated subjects, further visual acuity and contrast sensitivity evaluation. There were statistical differences between the contrast sensitivity of the control group and the group of the subjects with history of hypovitaminosis B1 at 4, 10, 15 e 20 cpd (two-way ANOVA, α = 0,05, Tukey post-hoc test). Most of the subjects with changes in healthy nutritional condition had changes in the visual evaluation. Clinical complains also had important relationship with visual losses.
Keywords: Doenças oculares
Nutrição - Avaliação
Hipovitaminose B1
Sensibilidade de contraste (Visão)
Contraste de luminância espacial
Acuidade visual
Maranhão - Estado
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::OFTALMOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO::ANALISE NUTRICIONAL DE POPULACAO
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Medicina Tropical
Program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PerdaSensibilidadeContraste.pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons