Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10156
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 5-dic-2017
Autor(es): MATOS, Marjorie Evelyn Maranhão Silva
Primer Orientador: CONRADO, Monica Prates
Título : Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa: um olhar à construção dos direitos humanos das mulheres negras a partir de suas vivências, experiências e posicionalidades
Citación : MATOS, Marjorie Evelyn Maranhão Silva. Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa: um olhar à construção dos direitos humanos das mulheres negras a partir de suas vivências, experiências e posicionalidades. 2017. 153 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Jurídicas, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Direito. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10156>. Acesso em:.
Resumen: Nesta dissertação são analisadas as vivências, experiências e posicionalidades das mulheres negras como marcações para a construção dos seus direitos humanos, a partir do olhar das membras do Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa, seguindo três dimensões: o impacto do período colonial na criação do racismo e do sexismo sociais; a geopolítica do lugar como influência para a construção dos direitos humanos das mulheres negras; e o sentido da geopolítica do lugar, onde transitam as mulheres negras sujeitas da pesquisa para suas mobilidades sociais, entendendo esse lugar como um espaço simbólico de poder ou não. O trabalho foca no Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa, junto ao qual foi realizada a pesquisa durante o ano de 2017, mas com um olhar à historicidade do grupo. A metodologia utilizada foi a história oral, a partir da qual foi possível pensar na necessidade de ocupação de espaços simbólicos de poder pelas membras do grupo, como o Centro Histórico de São Luís, no Maranhão, onde está situada sua sede, para reivindicar visibilidade e os direitos humanos das mulheres negras, ultrapassando a condição de subalternização social imposta a elas.
Resumen : This dissertation analyzes the experiences, practices and positionalities of black women as markers for the construction of the human rights of black women, from the perspective of the members of the Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa, following three dimensions: the impact of the colonial period on the creation of racism and social sexism; the geopolitics of the place as an influence for the construction of the human rights of black women; and the sense of the geopolitics of the place in which the black women subject of the research move to their social mobility, understanding spaces as representation or subalternization. The work focuses on the Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa, at which the survey was conducted during the year 2017, but with a look at the historicity of the group. The methodology used was oral history, from which one could think of the need to occupy spaces of representation by the members of the group, such as the Historic Center of São Luís, in Maranhão, where its headquarters is located, to claim visibility and rights of black women, surpassing the condition of social subalternization imposed on them.
Palabras clave : Direitos das mulheres
Negras - Condições sociais
Negras - História
Racismo
Sexismo
Direitos humanos
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: DIREITOS HUMANOS
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: DIREITOS HUMANOS E INCLUSÃO SOCIAL
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Jurídicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Direito
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Direito (Mestrado) - PPGD/ICJ

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_GrupoMulheresNegras.pdf1,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons