Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10408
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Aug-2015
Authors: DIAS, Elizabeth de Assis
metadata.dc.description.affiliation: DIAS, E. A. Dra. Docente da Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia
Title: Progresso científico e verdade em Popper
Citation: DIAS, Elizabeth de Assis. Progresso científico e verdade em Popper. Revista de Filosofia Transformação, Marília, SP, v. 38, n. 2, p. 163-173, maio/ago. 2015. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10408>. Acesso em:.
Resumo: O presente trabalho pretende mostrar que, para solucionar a questão da possibilidade do progresso científico, Popper precisou introduzir a ideia de verdade no âmbito de sua teoria da ciência. Essa concepção de progresso, em termos da noção de verdade, só será delineada na obra Conjectura e refutações (1963), pois a ideia de que o alvo da ciência é a verdade ainda não aparece teorizada em suas primeiras obras. Quando Popper escreveu sua A lógica da pesquisa científica(1934), a ciência era definida em termos de regras lógico-metodológicas e não de suas metas. O avanço científico é concebido a partir das noções de testabilidade e de corroborabilidade das teorias, exigências lógicometodológicas para que uma teoria seja considerada como científica. Popper não relacionou a questão do progresso científico à noção de verdade, nessa obra, porque, quando a escreveu, não dispunha de uma consistente teoria da verdade. Foi somente após Tarski ter escrito seu artigo sobre a concepção semântica da verdade que Popper, tendo por base essa concepção de verdade, pôde complementar as suas teses sobre o progresso da ciência, expostas em sua A lógica da pesquisa cientifica, com uma teoria acerca do conteúdo de verdade e da aproximação da verdade.
Abstract: This paper aims to show that to solve the question of the possibility of scientific progress, Popper had to introduce the idea of truth into his theory of science. This conception of progress, in terms of the notion of truth, was only outlined in the work Conjectures and Refutations (1963). The idea that the goal of science is truth does not appear in his early works. When Popper wrote his The Logic of Scientific Discovery (1934), science was defined in terms of logic-methodological rules, and not of its goals. Scientific progress was conceived based on the notions of testability and corroboration of theories, logical and methodological requirements for a theory to be considered scientific. Popper did not relate the question of scientific progress to notion of truth in this work, because when he wrote it he did not have a consistent theory of truth. It was only after Tarski had written his article on the semantic conception of truth that Popper, based on this conception of truth, could complement his thesis about the progress of science expounded in The Logic of Scientific Discovery with a theory about the content of truth and the approximation to the truth.
Keywords: POPPER, Karl, 1902-1994 - Crítica e Interpretação
Verdade
Teoria da ciência
Progresso científico
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA::EPISTEMOLOGIA
metadata.dc.relation.ispartof: Revista de Filosofia Transformação
ISSN: 0101-3173
1980-539X
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
metadata.dc.source.uri: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31732015000200163&lng=pt&nrm=iso
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31732015000200008
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAFIL/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ProgressoCientificoVerdade.pdf509,27 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons