Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11183
Tipo: Tese
Data do documento: 31-Ago-2018
Autor(es): SAUMA, Thaís do Socorro Pereira Pompeu
Afiliação do(s) Autor(es): IFPA - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará
Primeiro(a) Orientador(a): LEAL, Izabela Guimarães Guerra
Título: Antropofagia haroldiana: a reescrita como projeto literário
Citar como: SAUMA, Thaís do Socorro Pereira Pompeu. Antropofagia haroldiana: a reescrita como projeto literário. 2018. 223 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Letras. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11183 . Acesso em:.
Resumo: A tese tem como objetivo principal demonstrar a atitude antropofágica, no sentido oswaldiano, presente na escrita de Haroldo Maranhão (1927-2004). A pesquisa de natureza bibliográfica baseou-se em vários textos críticos sobre a antropofagia, a escrita e reescrita literária, a fortuna crítica sobre o escritor paraense, além de sua obra que foi lida inteiramente. O gesto antropofágico é estudado em três romances do escritor: O Tetraneto del-Rei (1982), Cabelos no coração (1990) e Memorial do fim (1991), os quais denominamos de tríade antropofágica para os referenciar de forma mais didática. Inicialmente foi realizada uma reflexão sobre a antropofagia desde o seu começo e de todos os seus desdobramentos no campo das artes e da cultura nacional, tendo o Manifesto Antropófago (1928) de autoria de Oswald de Andrade como principal base teórica. Em seguida estudou-se a antropofagia como forma de pensamento que percorre a escrita haroldiana, e que pode ser encontrada em outras obras para além do recorte proposto. A antropofagia, na obra de Haroldo Maranhão, tem várias motivações de natureza crítica, como a trapaça e a reescrita da história, o avivamento de personalidades influentes, porém apagadas pelo discurso dominante, e também como forma de legitimação de sua escrita a partir da incorporação de escritores canônicos. O esforço por encontrar a presença de outros textos inseridos nas obras em análise nos possibilitou considerar Haroldo Maranhão como um escritor antropófago, pelos vários procedimentos de reescrita frequentes em seus romances, que coincidem com as bases do movimento antropofágico oswaldiano, tais como: a subversão discursiva, a apropriação, a reescrita, a desconstrução e a ironia como ferramentas de traição ao texto anterior, e a inversão da história dos vencedores. A pesquisa permitiu concluir que a escrita canibalesca de Haroldo Maranhão propõe novos sentidos ao processo de colonização brasileira, acrescenta informações sobre a vida e a obra de personalidades históricas apagadas pelo discurso da tradição e apropria-se do cânone literário como forma de penetração e legitimação para fins de consagração do texto. A explicação da atitude antropofágica em Haroldo Maranhão nunca se afastará da concepção de que o escritor antropofágico se constrói a partir de seu posicionamento como leitor crítico da tradição, ou seja, a atitude antropofágica é oriunda do intenso hábito de leitura, que se articula posteriormente como reescrita capaz de promover o “apagamento das fontes” a partir da apropriação de outras vozes para que ocorra a penetração no discurso dominante.
Abstract: The thesis aims as main objective to demonstrate the anthropophagic attitude, in the Oswaldian sense, present in the writing of Haroldo Maranhão (1927-2004). The research of bibliographical nature was based on several critical texts on the anthropophagy, the writing and literary rewriting, the critical fortune on the paraense writer, plus his works that were read entirely. The anthropophagic gesture is studied in three novels of the writer: O Tetraneto del-Rei (1982), Cabelos no coração (1990) and Memorial do fim (1991), which we call the anthropophagic triad to reference them in a more didactic way. Initially a reflection on the anthropophagy was carried out from its begining, passing through a brief history of the movement and all its unfoldings in the field of the arts and the national culture. Then the anthropophagy was studied as a way of thinking that runs through the Haroldian writing, and that can be found in other works beyond the proposed cut. Anthropophagy, in the works of Haroldo Maranhão, has several motivations of a critical nature, such as the trickery and rewriting of history, the revival of influential people, but obliterated by the dominant discourse, and also as a form of legitimation of his writing from the incorporation of canonical writers. The effort to find the presence of other texts inserted in the works under analysis made it possible for us to consider Haroldo Maranhão as an anthropophagous writer, due to the frequent rewriting procedures in his novels that coincide with the bases of the Oswaldian anthropophagic movement, such as: discursive subversion, appropriation, rewriting, deconstruction and irony as tools of betrayal of the previous text, and reversing the history of the winners. The research allowed us to conclude that Haroldo Maranhão's canibal writing proposes new meanings to the Brazilian colonization process, adds information about the life and work of historical people erased by the dominant discourse and takes advantage of the literary canon as a form of penetration and legitimation for purposes of consecration of the text. The explanation of the anthropophagic attitude in Haroldo Maranhão will never be apart from the conception that the anthropophagic writer is constructed from his position as a critical reader of the tradition, that is, the anthropophagic attitude comes from the intense habit of reading, which is articulated later as rewriting capable of promoting the erasing of the sources from the appropriation of other voices so that penetration in the dominant discourse takes place.
Palavras-chave: Antropofagia
Maranhão, Haroldo,1927-2004-Crítica e interpretação
Reescrita
Legitimação
Área de Concentração: ESTUDOS LITERÁRIOS
Linha de Pesquisa: LITERATURA: INTERPRETAÇÃO, CIRCULAÇÃO E RECEPÇÃO
CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Letras e Comunicação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte: 1 CD-ROM
Aparece nas coleções:Teses em Letras (Doutorado) - PPGL/ILC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese _AntropofagiaHaroldianaReescrita.pdf1,28 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons