Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/13368
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorXAVIER JÚNIOR, Sebastião Ribeiro-
dc.date.accessioned2021-08-11T14:08:35Z-
dc.date.available2021-08-11T14:08:35Z-
dc.date.issued2020-05-29-
dc.identifier.citationXAVIER JUNIOR, Sebastião Ribeiro. Horto de pantas medicinais e sua aplicabilidade no ensino para graduação em farmácia e áreas afins. Orientadora: Cristiane de Paula Ferreira. 2020. 67 f. Dissertação (Mestrado em Rede Nacional para o Ensino das Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará. Belém, 2020. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/13368 http: . Acesso em: .pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/13368-
dc.description.abstractMen seek in nature resources to improve their own living conditions, making us completely dependent on plants, which in turn are present in human life in the most different ways. However, the accelerated deforestation in the region, where there is a natural occurrence of several medicinal species, requires rapid action to rescue, conserve and study these vegetables. In this way, the installation of plant gardens associated with the use of a booklet, can contribute significantly to studies in several areas of knowledge. In this perspective, the present work aims to create a vegetable garden composed of medicinal plants and a booklet about them in the pharmacy course at UFPA, in order to subsidize research, teaching and extension for this and other undergraduate courses. The total of 42 species of plants were considered medicinal for the creation of the vegetable garden. The plants were collected and taken for identification at the IAN herbarium (Embrapa Amazônia Oriental), all materials were photographed and inserted in the vegetable garden. The data generated were used to produce the booklet of medicinal plants. For to assess the vegetable garden, a course on medicinal plants was prepared and organized with undergraduate students and technical level, in which two questionnaires (I and II) were applied, with the purpose of providing information on the knowledge related to the theme before and after the course. For the validation of the booklet, the product was sent to researchers and teachers for evaluation and suggestions. Thus, the medicinal plant garden was created with a total of 42 species, at UFPA, in an area of 40m x 20m. For the validation of this tool, 46 students who participated in the course were interviewed with the presence of six institutions: UFPA, UFRA, IFPA, UNAMA, COSMOPOLITA and ESAMAZ. The courses represented were: Pharmacy (38 students), Forest Engineering (3), Nursing (3) and the Technical Course in Environment (2), the research confirmed the students' interest in a space like the garden, demonstrating some knowledge about medicinal plants and emphasizing the importance of a space for their professional training. Regarding the booklet, 22 professionals (teachers and researchers) in the area, analyzed the material and confirmed that they could use this teaching material (100%) as a resource in conjunction with the vegetable garden in their classes, emphasizing the importance of using materials that escape conventional and talk to the students' reality. In general, all respondents understand the importance of products like these (vegetable garden and booklet) for the enhancement and increase in the teaching of botany, highlighting the importance of a space for the development of the medicinal plants theme and its use linked to didactic material.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectBiodiversidade vegetalpt_BR
dc.subjectMaterial didáticopt_BR
dc.subjectPlantas medicinaispt_BR
dc.subjectAmazôniapt_BR
dc.subjectVegetal biodiversitypt_BR
dc.subjectTeaching materialpt_BR
dc.subjectMedicinal plantaspt_BR
dc.titleHorto de plantas medicinais e sua aplicabilidade no ensino para graduação em farmácia e áreas afinspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIASpt_BR
dc.contributor.advisor1FERREIRA , Cristiane de Paula-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7804816854015308pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2379388043242887pt_BR
dc.description.resumoOs homens buscam na natureza recursos para melhorar suas próprias condições de vida, nos tornando completamente dependentes das plantas, que por sua vez estão presentes na vida humana das mais variadas formas. No entanto, o acelerado desmatamento na região, onde há ocorrência natural de várias espécies medicinais, exige uma rápida ação para resgatar, conservar e estudar esses vegetais. Neste caminho, a instalação de um horto de plantas associado ao uso de uma cartilha, pode contribuir de forma significativa para estudos em diversas áreas do conhecimento. Nessa perspectiva, o presente trabalho tem por objetivo a criação de um horto composto por plantas medicinais e a confecção de uma cartilha sobre as mesmas no curso de Farmácia da UFPA, com o intuito de subsidiar pesquisas, ensino e extensão para este e outros cursos de graduação. Foram selecionadas 42 espécies de plantas consideradas medicinais para a criação do horto. As plantas foram coletadas e levadas para identificação no Herbário IAN (escrever por extenso o nome), localizado na Embrapa Amazônia Oriental, e posteriormente as amostras foram fotografadas e inseridas no horto. Os dados gerados foram utilizados para a produção da cartilha de plantas medicinais. Para a validação do horto, foi organizado um curso a respeito de plantas medicinais com alunos de graduação e nível técnico, neste foi aplicado dois questionários (I e II) que tinha por finalidade fornecer informações sobre os conhecimentos referente a temática antes e após o curso. Para a validação da cartilha, o produto foi enviado para pesquisadores e professores para avaliação e sugestões. Assim, o horto de plantas medicinais foi criado com um total de 42 espécies, na UFPA, em uma área de 40m x 20m. Para a validação desta ferramenta, foram entrevistados 46 alunos que participaram do curso com a presença de seis instituições: UFPA, UFRA, IFPA, UNAMA, COSMOPOLITA e ESAMAZ. Os cursos representados foram: Farmácia (38 alunos), Engenharia Florestal (3), Enfermagem (3) e o curso Técnico em Meio Ambiente (2). A pesquisa confirmou o interesse dos alunos por um espaço não formal de ensino como o horto, demonstrando algum conhecimento sobre as plantas medicinais e enfatizando a importância do espaço para sua formação profissional. A cartilha foi analisada por 22 profissionais da área (professores e pesquisadores) que confirmaram que poderiam utilizá-la como material didático como recurso em conjunto com o horto em suas aulas, enfatizando a importância de se utilizar materiais que fujam do convencional e converse com a realidade dos estudantes. De forma geral, todos os pesquisados valorizam a importância de produtos como estes (horto e cartilha) para subsidiar e incrementar o ensino de botânica, destacando a importância de espaços não formais para desenvolvimento do tema plantas medicinais.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientaispt_BR
dc.subject.linhadepesquisaRECURSOS NATURAIS E TECNOLOGIApt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoENSINO DAS CIÊNCIAS AMBIENTAISpt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais - PROFCIAMB/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_HortoPlantasMedicinais.pdf850,9 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons