Please use this identifier to cite or link to this item: http://10.7.2.42:8080/jspui/handle/2011/2457
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPAES, Anselmo do Amaral-
dc.date.accessioned2012-01-06T13:44:23Z-
dc.date.available2012-01-06T13:44:23Z-
dc.date.issued2006-03-07-
dc.identifier.citationPAES, Anselmo do Amaral. Aventura espiritual: terapêutica na irmandade dos alcoólicos anônimos. 2006. 149 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2457-
dc.description.abstractThe purpose of this work is to understand the therapeutic process called “recovery” in Alcoholic Anonymous (AA) at Belém, Pará. This group presents itself as a “brotherhood”, which seeks to welcome those it considers carriers of a disease, of physical and spiritual nature, the alcoholism, offering them support to achieve the so-called “sobriety”. The transition from a life full of misfortunes to a happy and useful one, in their conception, is possible through practicing principles of conduct, considered to be spirituals, which substitute the alcohol addiction for the addiction to the so-called “Higher Power”. Therefore, “recovery” in AA refers to the therapeutic process to which the participants of the Brotherhood are submitted and, in this sense, to a process to be administrated for the whole life through participating in the group. When an AA member affirms “to have recovered” or “to be in recovery”, it wants to communicate not only that it no longer ingests alcoholic beverages, but also that it participates in the Brotherhood, following the precepts as recommended. In this way, it is truly “sober”. This work found that personal “recovering” means more that not ingesting alcoholic beverages, because it entails sharing with the other AA members the institutional views on categories related to reality (health, work, family, sexuality and spirituality), accepting AA as a “way of life”.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTerapêutica-
dc.subjectAmazônia brasileira-
dc.subjectAntropologia da saúdept_BR
dc.subjectAlcoólicos anônimospt_BR
dc.subjectEspiritualidadept_BR
dc.subjectAlcoólatrapt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectBelém - PApt_BR
dc.titleAventura espiritual: terapêutica na irmandade dos alcoólicos anônimospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA-
dc.contributor.advisor1BELTRÃO, Jane Felipe-
dc.contributor.advisor1Lattesttp://lattes.cnpq.br/6647582671406048-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3353806974121853-
dc.description.resumoAborda a compreensão do processo terapêutico no espaço dos Alcoólicos Anônimos (AA) em Belém, Pará, chamado de “recuperação”. Este grupo se apresenta como uma “irmandade”, a qual busca acolher aqueles que considera portadores de doença de natureza física, e espiritual, o alcoolismo, oferecendo-lhes apoio para que alcançar a chamada “sobriedade “. A transição entre uma vida tida como plena de infortúnios, para o que seria uma vida feliz e útil em sua concepção, é possível pela prática de princípios de conduta considerados como espirituais, onde substituem a dependência alcoólica pela dependência ao chamado “Poder Superior”. A “recuperação” no AA diz respeito então ao percurso terapêutico ao qual são submetidos os participantes da Irmandade e nesse sentido é um processo a ser administrado por toda a vida através da participação no grupo. Quando o membro de AA afirma-se recuperado ”ou em recuperação” quer comunicar que não ingere mais bebidas alcoólicas, mas que participa da Irmandade, seguindo os preceitos como recomendado e neste sentido, é que está verdadeiramente sóbrio”. Constata-se que “se recuperar” significa mais do que não ingerir bebidas alcoólicas, pois implica em compartilhar com os demais, as categorias referentes à visão institucional sobre a realidade (saúde, trabalho, família, sexualidade, espiritualidade), assumindo o AA “como um modo de vida”.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Sociais-
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Sociais (Mestrado) - PPGCS/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AventuraEspiritualTerapêutica.pdf1,37 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons