Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2509
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Mar-2009
Authors: BARBOSA NETO, José Diomedes
DUARTE, Marcos Dutra
OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves
SILVEIRA, José Alcides Sarmento da
ALBERNAZ, Tatiane Teles
CERQUEIRA, Valíria Duarte
Title: Surto de tétano em búfalos (Buballus bubalis) no estado do Pará
Other Titles: Outbreak of tetanus in bufalloes (Buballus bubalis) in Pará, Brazil
Citation: BARBOSA, José Diomedes et al. Surto de tétano em búfalos (Buballus bubalis) no estado do Pará. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 29, n. 3, p. 263-265, mar. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pvb/v29n3/13.pdf>. Acesso em: 02 mar. 2012. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2009000300013>.
Resumo: Descreve-se um surto de tétano em búfalos da raça Murrah em uma propriedade situada no município de São Caetano de Odivelas, localizado na região metropolitana de Belém, estado do Pará. Do rebanho de 250 bubalinos, 80 animais foram vacinados contra raiva por via intramuscular na região da garupa. Em um período de 15 a 19 dias após a vacinação quatro animais adoeceram, um morreu com dois dias de evolução, um foi eutanasiado in extremis no sétimo dia após o início dos sinais clínicos e os demais se recuperaram após tratamento. Nos bubalinos, o primeiro sinal clínico observado foi o prolapso da terceira pálpebra, em especial quando o animal era estimulado, seguido por andar rígido, manifestado por dificuldade de flexão dos membros e permanência em decúbito lateral com os membros estendidos, pálpebras muito abertas, sialorréia, hiperexcitabilidade, orelhas eretas, leve trismo e acúmulo de alimento na cavidade oral. À necropsia foi evidenciada uma área de coloração amarelada com presença de exsudação purulenta na musculatura da região da garupa, local de aplicação da vacina. Ao exame histopatológico não foram evidenciadas alterações significativas. Em dois animais foi realizado tratamento com penicilina por via intramuscular e soro antitetânico por via intramuscular e sub-aracnóide; após duas semanas esses animais se recuperaram. Diante do quadro clínico, dos dados epidemiológicos e da ausência de lesões histológicas foi feito o diagnóstico de tétano. Concluiu-se que o tétano é uma doença a ser considerada na bubalinocultura no Brasil. A infecção, provavelmente ocorreu durante o procedimento de vacinação, através injeções intramusculares utilizando agulhas contaminadas.
Abstract: An outbreak of tetanus in Murrah buffaloes in Belém, state of Pará, Brazil, is described. The outbreak was observed in a flock of 250 buffaloes, 80 of which were vaccinated intra-muscularly in the croup against rabies. Four buffaloes fell ill 15 to 19 days after vaccination, one died after a clinical course of 2 days, one was submitted to euthanasia in extremis on the 7th day after the onset of symptoms, and two others recovered within 2 weeks after treatment with penicillin for 4 days and anti-tetanic serum. The first symptoms observed were prolapse of the third eyelid, especially when the animal was stimulated, followed by a rigid walk, as difficulty in inflexing the members and lateral recumbence with the members extended, besides very open eyelids, sialorrhea, hyperexcitability, erect ears and slight lockjaw, and food accumulation in the oral cavity. At post-mortem examination was found a focus of yellowish pus in the croup muscles, where the vaccine had been applied. At histopathology no significant alterations in internal organs were observed. Based on the clinical picture, the epidemic data and absence of histological lesions, the diagnosis of tetanus was established. The infection was considered to be due to the use of dirty needles used during vaccination.
Keywords: Amazônia brasileira
Tétano
Bubalinos
São Caetano de Odivelas - PA
Pará - Estado
ISSN: 0100-736X
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAMEVE/CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_SurtoTetanoBufalos.pdf2,67 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons