Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2704
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 22-Jun-2010
Authors: CHIACCHIO, Jayne Isabel da Cunha Guimarães
metadata.dc.description.affiliation: Imazon - Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia
First Advisor: ALMEIDA, Oriana Trindade de
Title: Boas práticas agrícolas: análise de viabilidade financeira em propriedades sojicultoras e pecuaristas do Nordeste Mato-Grossense
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Fundação David & Lucile Packard
USAID - United States Agency for International Development
CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Comunidade Européia
Citation: CHIACCHIO, Jayne Isabel da Cunha Guimarães. Boas práticas agrícolas: análise de viabilidade financeira em propriedades sojicultoras e pecuaristas do Nordeste Mato-Grossense. 2010. 179 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
Resumo: Segundo dados do PRODES/INPE (2008), de 1988 a 2008, 369.154 km² foram desmatados na Amazônia Legal, uma média anual de 17.578 km². Este processo tem sido impulsionado, principalmente, pela expansão da pecuária e da agricultura. Diversas políticas tem sido criadas para reduzir desmatamento. Sendo estas orientadas, geralmente, por instrumentos de comando e controle. Uma recente inovação, entretanto, tem sido a busca de melhoria da qualidade ambiental em médias e grandes propriedades através da introdução de Boas Práticas Agropecuárias (BPA). Baseado nisso, este trabalho tem por objetivo analisar se a introdução de BPA em propriedades sojicultoras e pecuaristas de médio e grande porte do nordeste mato-grossense representa uma alternativa viável financeiramente. A pesquisa foi realizada em cinco municípios localizados ao nordeste do estado do Mato Grosso, na bacia do rio Xingu: Água Boa, Canarana, Querência, Bom Jesus do Araguaia e São Félix do Araguaia. Primeiramente, foram levantados dados detalhados das características das atividades na região de estudo, para isso foram entrevistados 40 fazendeiros (20 de pecuária e 20 de soja). A segunda etapa levantou os dados de custo de adoção de boas práticas em 14 propriedades sojicultoras e pecuaristas pertencentes ao Cadastro de Compromisso Sócio-Ambiental (CCS) da Aliança da Terra (AT)/ Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM). Para análise de viabilidade financeira das Boas Práticas, utilizou-se de três instrumentais: a rentabilidade simples, o valor presente líquido (VPL) e a taxa interna de retorno. Os resultados mostraram que as BPA são passíveis de implementação, mas há uma perda financeira para o produtor quando opta por adotar BPA. No entanto, possibilidades de ganhos com adoção de BPA (como o recebimento por REDD, aumento de produtividade, aumento do preço de venda, dentre outros) podem reduzir estas “perdas” e até igualar os ganhos à produção sem BPA.
Abstract: According to data from PRODES / INPE (2008), from 1988 to 2008, 369,154 km ² were deforested in the Amazon, an annual average of 17,578 km ². This process has been driven primarily by expansion of cattle ranching and agriculture. Several policies have been created to reduce deforestation. And these are targeted, usually by command and control instruments. A recent innovation, however, has been the search for improvements in environmental quality in medium and large farms through the introduction of Good Agricultural Practice (GAP). Based on this, this paper aims to examine whether the introduction of BPA in medium and large soy farms and ranches located northeast of Mato Grosso represents a financially viable alternative. The survey was conducted in five municipalities located northeast of Mato Grosso, in the Xingu watershed: Água Boa, Canarana, Querência, Bom Jesus do Araguaia and São Félix do Araguaia. First, we collected detailed data from activities in the region of study. For that, 40 farmers were interviewed (20 soy farmers and 20 ranchers). The second step raised the cost data of adoption of good practices on 14 soy farms and ranches found in the Registry of Social-Environmental Responsibility (RSR) of the Aliança da Terra (AT)/Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM). For the analysis of financial viability of Good Practice, we used three instruments: simple return, net present value (NPV) and internal rate of return. The results showed that BPA is capable of implementation, but there is a financial loss for the producer when he chooses to adopt BPA. However, opportunities for gains from adoption of BPA (such as the receipt by REDD, increased productivity, increased selling prices, among others) can reduce these "losses" and equalize the gains to production without BPA.
Keywords: Manejo dos solos
Cultura agrícola
Soja
Agropecuária
Viabilidade financeira
Desenvolvimento sustentável
Mato Grosso - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIAS AGRARIA E DOS RECURSOS NATURAIS::ECONOMIA AGRARIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
Program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_BoasPraticasAgricolas.pdf1,97 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons