Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2767
Tipo: Dissertação
Data do documento: 25-Abr-2011
Autor(es): RODRIGUES, Édina do Socorro Gomes
Afiliação do(s) Autor(es): SEDUC/PA - Secretaria de Estado de Educação
Primeiro(a) Orientador(a): COELHO, Wilma de Nazaré Baía
Título: Um estudo sobre intelectuais negros na academia entre 1970 e 1990: trajetória acadêmica de Florentina da Silva Souza
Agência de fomento: SEDUC/PA - Secretaria de Estado de Educação
Citar como: RODRIGUES, Édina do Socorro Gomes. Um estudo sobre intelectuais negros na academia entre 1970 e 1990: trajetória acadêmica de Florentina da Silva Souza. 2011. 114 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Resumo: Este estudo, a partir da descrição da trajetória acadêmica da professora Florentina da Silva Souza, apresenta como se deu a entrada dos pesquisadores negros na universidade nos cursos de Pós-Graduação. Buscou-se a partir da trajetória da pesquisadora compreender como os estudos desenvolvidos por intelectuais negros repercutem na luta contra a discriminação racial no Brasil, identificando algumas dificuldades encontradas pelos negros no espaço acadêmico ao trazer a questão racial como objeto central de suas análises. O recorte temporal da pesquisa centra-se no final da década de 1970 e as décadas de 1980 e 1990, período em que o Brasil entra em um processo de redemocratização, posterior a ditadura militar, momento em que o movimento negro se reorganizou e desenvolveu-se pressionando o governo para que a questão racial passasse a fazer parte da agenda política. Para descrever a trajetória acadêmica da professora Florentina da Silva Souza foi utilizado como aporte teórico às noções conceituais de Bourdieu (2008, 2009) mais especificamente habitus, campo e capital cultural, a fim de compreender as escolhas que direcionaram a vida da pesquisadora em termos profissionais. Como aporte metodológico, utilizou-se a Biografia e Contexto, desenvolvida por Giovanni Levi (2006), que ocorre quando se relaciona as particularidades da biografia e destaca-se a época, o meio ambiente, fatores capazes de justificar as atitudes de Florentina durante a trajetória como pesquisadora. Em síntese, constatou-se com este estudo que a experiência profissional de Florentina soma-se a de muitos negros de sua época e da atualidade que, apesar de ter ascendido socialmente e ingressado na universidade como professora pesquisadora, não a livrou de sofrer preconceitos, pois o lugar de subalternidade a que os negros foram submetidos, como demonstrado nas argumentações desta pesquisa, foi construído historicamente por meio de teorias que os colocavam como “seres inferiores”. Apesar de terem sido desqualificadas, essas teorias ainda persistem no imaginário social, trazendo como consequência o preconceito e a discriminação que se manifestaram nas diversas instâncias sociais do país.
Abstract: This study from the description of the academic trajectory of professor Florentina da Silva Souza presents how was the entrance of the black researchers in the university courses of postgraduate. We sought from the trajectory of the researcher understand how the studies developed for black intellectuals had impacting in the fight against racial discrimination in Brazil, identifying some difficulties found by blacks in the academic space to bring the racial issue as the central object of their analysis. The clipping time of the research focuses on the end of the 1970s and the 1980s and 1990s, period in which Brazil enter into a process of democratization after military dictatorship, moment when the black movement was reorganized and developed pressuring the government for that racial issue would become part of the political agenda. In describing the academic trajectory of professor Florentina da Silva Souza was used as it arrives in port theoretical the conceptual notions of Pierre Bourdieu (2008, 2009), more specifically the concepts of habitus, field and cultural capital in order to understand the choices that guided the life of the researcher in professional terms. As the methodological approach was used the concepts of biography and context, developed by Giovanni Levi (2006), that occurs when the particulars of biography and stands in the season, the environment, factors capable to justify the attitudes of Florentina during career as a researcher. In summary, it was found with this study that the professional experience of Florentina adds to many blacks of his time and today, that although to have ascended socially and entered on the university as professor researcher, did not exempt to suffer it preconceptions, because the place of inferiority that blacks were submitted, as demonstrated in the arguments of this research was built historically by theories that placed them as "inferior beings". Although to have been disqualified, these theories still persist in the social imaginary, bringing as a consequence the preconception and discrimination which is manifested in various social institutions of the country.
Palavras-chave: Movimentos sociais
Negro (Raça)
Racismo
Souza, Florentina da Silva
Pesquisador
Brasil - País
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::HISTORIA DA EDUCACAO
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências da Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGED/ICED

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_EstudoIntelectuaisNegros.pdf807,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons