Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3494
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2009
Autor(es): MARQUES, Adriana da Silva Pinto
Primer Orientador: MARTINELLI-LEMOS, Jussara Moretto
Título : Distribuição espaço-temporal das larvas de camarões (Decapoda) no estuário do Rio Marapanim, Pará, litoral norte do Brasil
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
IIEB - Instituto Internacional de Educação do Brasil
Citación : MARQUES, Adriana da Silva Pinto. Distribuição espaço-temporal das larvas de camarões (Decapoda) no estuário do Rio Marapanim, Pará, litoral norte do Brasil. 63 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca.
Resumen: No estuário de Marapanim-PA, pouco conhecimento existe sobre larvas de camarão, organismos de elevada importância ecológica e alguns de grande valor econômico. Com o objetivo de estudar a composição específica, a densidade e a distribuição espaço-temporal destas larvas no estuário em relação aos períodos do ano (seco, transição e chuvoso), zonas do estuário (1, 2 e 3), locais de coleta (A1, A2, A3, B1, B2 e B3) e perfis (A e B), foram realizadas coletas mensais de agosto/06 a julho/07. As amostras biológicas foram obtidas através de arrastos horizontais em cada local de coleta à aproximadamente 0,5 m da superfície da coluna d’água, com auxílio de uma rede de plâncton cônica (abertura de 0,5 m e malha de 200 μm). Também foram colhidos dados abióticos como, temperatura, salinidade e pH da água. No estuário de Marapanim-PA foram encontradas 4.644 larvas de camarão, compreendendo as infra-ordens Penaeidea e Caridea. Dentre as espécies e/ou famílias encontradas, as mais abundantes foram Alpheus estuariensis (302,59 larvas/m3), Palaemonidae (97,05 larvas/m3) e Sergestidae no estádio de elaphocaris (90,47 larvas/m3) , sendo A. estuariensis a mais frequente (76,39%). O período seco apresentou maior densidade, diversidade e riqueza de larvas de camarão. Na análise de agrupamento da densidade mensal das larvas houve a formação de três grupos, ao nível de similaridade de 65%, nos quais A. estuariensis foi dominante, além de ser a espécie que mais contribuiu para a similaridade dentro destes. A diferença entre agrupamentos se deu principalmente devido à densidade das larvas de Sergestidae, Palaemonidae e Xiphopenaeus kroyeri. Entre os fatores abióticos estudados, a salinidade foi o fator que mais influenciou a distribuição espaço-temporal das larvas de camarão no estuário de Marapanim-PA, região importante para o recrutamento dos estádios iniciais do ciclo de vida de algumas espécies.
Resumen : Despite the ecological and economic importance larvae of shrimp, there is no knowledge on shrimp larvae in the Marapanim estuary (Pará, Brazil). With the aim of studying the species composition, abundance and spatial-temporal distribution of these larvae in the estuary in relation to season (dry, transition and rainy), estuary zone (1, 2 and 3), sampling site (A1, A2, A3, B1, B2 and B3) and profile (A and B), monthly collections were carried out between August 2006 and July 2007. Biological samples were obtained from two horizontal drags at each sampling site at 0.5 m from the surface of the water column with the aid of a conical plankton net (aperture = 0.5 m and mesh = 200 μm). Abiotic data were a lso gathered, such as temperature, salinity and pH of the water. A total of 4644 shrimp larvae from the infra-orders Penaeidea and Caridea were collected. Among the species and/or families encountered, the most abundant were Alpheus estuariensis (302.59 larvae/m3), Palaemonidae (97.05 larvae/m3) and elaphocaris stage of Sergestidae (90.47 larvae/m3), with A. estuariensis the most frequent (76.39%). Greater abundance, diversity and richness of the shrimp larvae occurred in the dry season. Cluster analysis of the monthly abundance of larvae led to the formation of three groups with 65% similarity, in which A. estuariensis was dominant and was the species that most contributed to the similarity in the groups. The main difference among groups was due to Sergestidae, Palaemonidae and Xiphopenaeus kroyeri larvae densities. Among the abiotic factors studied, the salinity was the factor that most influenced the spatial-temporal distribution of the shrimp larvae in the Marapanim estuary, important region for larval recruitment of shrimp species.
Palabras clave : Ictioplâncton
Estuários
Crustáceo
Camarão - Marapanim (PA)
Decápode (Crustáceo) - Marapanim (PA)
Camarão - Larva
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Ecologia Aquática e Pesca (Mestrado) - PPGEAP/NEAP

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_DistribuicaoEspacoTemporal.pdf927,9 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons