Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3528
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2009
metadata.dc.creator: CARNEIRO, Lincoln Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: ALEIXO, Alexandre Luis Padovan
metadata.dc.contributor.advisor-co1: GONZAGA, Luiz Antonio Pedreira
Title: Variação morfológica, vocal e molecular em Hylopezus macularius (Temminck, 1830) (Aves, Grallariidae)
Citation: CARNEIRO, Lincoln Silva. Variação morfológica, vocal e molecular em Hylopezus macularius (Temminck, 1830) (Aves, Grallariidae). 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
metadata.dc.description.resumo: A dissertação foi elaborada no formato de artigo, intitulado de “Systematic revision of the spotted antpitta Hylopezus macularius, (Grallariidae), with description of a cryptic new species from brazilian Amazonia”, a ser submetido para a revista The AUK, formatado segundo os padrões da revista. Uma revisão sistemática da espécie politípica Hylopezus macularius (Grallariidae), baseada em caracteres morfométricos, de plumagem, vocais e moleculares, é apresentada. As análises morfológicas e vocais foram baseadas, respectivamente, em 45 espécimes e em 104 gravações. As filogenias moleculares basearam-se em 1.371 pares de bases de ADN dos genes mitocondriais 16S, ND2, e cyt b de 26 espécimes, incluindo diversos táxons como grupos externos. Nossos resultados revelaram a existência de um táxon não descrito, endêmico do interflúvio Xingu - Madeira, cripticamente similar morfologicamente ao paraensis, mas distinguível vocal e geneticamente do último e de todos os outros táxons agrupados sob H. macularius. As árvores moleculares obtiveram forte apoio e monofiletismo recíproco entre as quatro linhagens principais de H. macularius, três das quais correspondem aos táxons já nomeados (dilutus, macularius, e paraensis), e um ao táxon anônimo, que é descrito neste trabalho. Nós mostramos que aqueles quatro táxons são mutuamente diagnosticáveis através de uma combinação de características vocais e morfológicas, portanto recomendamos tratá-los como espécies separadas. Datas das árvores moleculares indicaram que as separações entre espécies do complexo ocorreram entre 2.92 e 0.78 milhões de anos, com as separações mais antigas concentradas no noroeste da Amazônia (através do rio Negro) e as mais recentes na parte sudeste da bacia (através do rio Xingu).
Abstract: A systematic revision of the polytypic Spotted Antpitta (Hylopezus macularius, Grallariidae) based on morphometric, plumage, vocal, and molecular characters is presented. Morphological and vocal analyses were based, respectively, on 45 specimens and 104 recordings. Molecular phylogenies were inferred based on ca. 1.371 bp of the mitochondrial DNA genes 16S, ND2, and cyt b belonging to 26 specimens, including several outgroups. Our results revealed the existence of an undescribed taxon endemic to the Madeira – Xingu interfluve, cryptically similar in morphology to paraensis, but vocally and genetically readily distinguished from the latter and any other taxon grouped under H. macularius. Molecular trees obtained recovered with strong support the reciprocal monophyly among four main lineages of the Spotted Antpitta, three corresponding to already named taxa (dilutus, macularius, and paraensis), and one to the unnamed taxon, which is described herein. We show that those four taxa are also mutually diagnosed by a combination of both vocal and morphological features, and therefore recommend treating them as separate species. Dating of the molecular trees indicated that splits among species of the Spotted Antpitta complex took place between 2.92 and 0.78 mya, with the older splits concentrated in northwestern Amazonia (across the Negro and upper Amazon rivers) and the most recent ones in the southeastern part of the basin (across the Xingu river).
Keywords: Aves
Hylopezus macularius
Torom-carijó
Zoologia sistemática
Sistemática molecular
Evolução vocal
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_VariacaoMorfologicaVocal.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons