Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3809
Tipo: Artigo de Periódico
Data do documento: Jun-2006
Autor(es): LIMA, Jô de Farias
ABRUNHOSA, Fernando Araujo
COELHO, Petrônio Alves
Título: The larval development of Pinnixa gracilipes Coelho (Decapoda, Pinnotheridae) reared in the laboratory
Título(s) alternativo(s): O desenvolvimento larval de Pinnixa gracilipes Coelho (Decapoda, Pinnotheridae) cultivado em laboratório
Citar como: LIMA, Jô de F.; ABRUNHOSA, Fernando; COELHO, Petrônio A.. The larval development of Pinnixa gracilipes Coelho (Decapoda, Pinnotheridae) reared in the laboratory. Revista Brasileira de Zoologia, Curitiba, v. 23, n. 2, p. 480-489, jun. 2006. Disponível em <http://www.scielo.br/pdf/rbzool/v23n2/a23v23n2.pdf>. Acesso em: 07 maio 2013. <http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81752006000200023>.
Resumo: Pinnixa gracilipes Coelho, 1997 é um pequeno caranguejo pinoterídeo que vive em associação com Lepidophthalmus siriboia Felder & Rodrigues, 1993 no nordeste do Estado do Pará, Brasil. Larvas de P. gracilipes foram cultivadas em laboratório desde o nascimento ao estágio megalopa. O desenvolvimento completo durou cerca de 24 dias. O período médio de cada estágio foi 5, 4, 4, 5 e 6 dias, respectivamente. No presente trabalho, os cinco estágios zoeae e megalopa são descritos e ilustrados em detalhes. Comparações morfológicas com estudos anteriores sobre larvas da família Pinnotheridae são brevemente discutidas.
Abstract: Pinnixa gracilipes Coelho, 1997 is a small pinnotherid crab living in association with ghost shrimp Lepidophthalmus siriboia Felder & Rodrigues, 1993 in the northeastern region of Pará State, Brazil. Larvae of P. gracilipes were reared in the laboratory from hatching to the megalopa stage. The complete zoeal period averaged 24 days. Mean duration for each larval stage was 5, 4, 4, 5 and 6 days, respectively. In the present study, five zoeal and megalopal stages are described and illustrated in detail. Morphological comparisons with previous reported works on Pinnotheridae larvae are briefly discussed.
Palavras-chave: Caranguejo
Crustáceo
Morfologia larval
Estômago
Pará - Estado
Amazônia brasileira
ISSN: 0101-8175
1806-9290
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Artigos Científicos - FBIO/IECOS

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo_LarvalDevelopmentPinnixa.pdf2,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons