Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3885
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFARRIPAS, Samara do Socorro Monteiro-
dc.date.accessioned2013-05-21T16:51:58Z-
dc.date.available2013-05-21T16:51:58Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationFARRIPAS, Samara do Socorro Monteiro. Aspectos epidemiológicos da exposição ao mercúrio na região do Tapajós, no período de 1994 a 2008. 2010. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3885-
dc.description.abstractExposure to mercury has been studied in areas under the influence of gold mining, however, in some aspects epidemiological studies are still lacking. The main objective of this study was to evaluate the intensity and prevalence of exposure to mercury in riverside communities in the Tapajós from 1994 to 2008. This study was conducted in two communities near the headwaters of the Tapajós river through the analysis of total mercury in hair sample measured by atomic absorption spectrometry in the Laboratory of Human Toxicology and Environmental of the Pará University Institute. The results indicated communities with a high frequency of women of reproductive age, the most people have a long local residence time and diet was characterized by high intake of fish meals. The time of exposure to mercury has been occurring for at least 14 years. Thee presented mercury levels that are hazards to health of mother-child group. There wasn´t difference in the exposure intensity between the two communities. The prevalence of exposure to mercury (Hg total people with levels> 10μg/g) was high in both communities that recorded levels exceeded 50%. There was no correlation between gold production and total Hg levels in hair samples. We concluded that levels of mercury exposure presented during the study period featuring a long-term exposure which are able to offer health risks, especially maternal-fetal; that the frequency increased ingestion of contaminated fish can contribute to the onset of damage by mercury. Toxicological and clinical monitoring of individuals exposed, as well as implementation of educational measures should be strengthened in order to prevent disease caused by mercury.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectMetilmercúriopt_BR
dc.subjectPrevalênciapt_BR
dc.subjectPopulação ribeirinhapt_BR
dc.subjectExposição ambientalpt_BR
dc.subjectRio Tapajós - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleAspectos epidemiológicos da exposição ao mercúrio na região do Tapajós, no período de 1994 a 2008pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentNúcleo de Medicina Tropical-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::ANALISE TOXICOLOGICA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS-
dc.contributor.advisor1PINHEIRO, Maria da Conceição Nascimento-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6353829454533268-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5710672901949143-
dc.description.resumoA exposição ao mercúrio tem sido estudada em áreas sob influência de garimpos de ouro, entretanto, em alguns aspectos epidemiológicos os estudos ainda são insuficientes. O objetivo principal deste estudo foi avaliar a intensidade e a prevalência da exposição ao mercúrio em comunidades ribeirinhas do Tapajós ao longo do período de 1994 a 2008. O estudo foi conduzido em duas comunidades situadas próximo a nascente do rio Tapajós através da análise de Hg total em amostras de cabelos, medidos pela espectrofotometria de absorção atômica, no Laboratório de Toxicologia Humana e Ambiental da Universidade Federal do Pará (UFPA). Os resultados indicaram que as comunidades possuem uma grande freqüência de mulheres em idade reprodutiva, a maioria dos habitantes tem um longo tempo de residência local e a dieta é caracterizada pela elevada frequência de refeições do pescado da região. O tempo de exposição ao mercúrio vem se estendendo há pelo menos 14 anos, com níveis que oferecem riscos à saúde, principalmente, para o grupo materno-infantil, e não há diferença de exposição entre as duas comunidades. A prevalência de exposição ao mercúrio (habitantes com níveis de Hg total (Hg total) > 10 μg/g) foi alta nas duas comunidades. Não houve correlação entre a produção de ouro e os níveis de Hg total em amostras de cabelo. Conclui-se que os níveis de exposição apresentados no período do estudo caracterizam uma exposição em longo prazo os quais são capazes de oferecem riscos à saúde, principalmente materno fetal; que a frequência na ingestão de peixes contaminados pode contribuir para o aparecimento de danos causados pelo mercúrio. Monitoramento toxicológico e clínico dos indivíduos expostos, bem como, aplicação de medidas educativas deverão ser fortalecidas com vista a prevenção da doença causada pelo mercúrio.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Doenças Tropicais-
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AspectosEpidemiologicosExposicao.pdf385,87 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons