Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4703
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 1-Jul-2010
Authors: MARQUES, Débora Maria Marquiori
First Advisor: RIVERO, Gabriela Riet Correa
First Co-Advisor: BARBOSA NETO, José Diomedes
Title: Intoxicação experimental por Cestrum laevigatum em bubalinos (Bubalus bubalis)
Citation: MARQUES, Débora Maria Marquiori. Intoxicação experimental por Cestrum laevigatum em bubalinos (Bubalus bubalis). 2010. 42 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2010. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi determinar a toxicidade de Cestrum laevigatum para bubalinos e caracterizar o quadro clínico-patológico da intoxicação. Foram utilizados 4 bubalinos da raça Murrah, divididos em dois grupo. O Grupo 1 (búfalos 1 e 2) recebeu 20g/Kg de folhas dessecadas de Cestrum laevigatum, via oral; enquanto que o Grupo 2 (búfalos 3 e 4) recebeu 40g/Kg de peso vivo. O búfalo 1 (grupo 1), apresentou sinais clínicos discretos, caracterizados por diminuição dos movimentos ruminais e recuperou-se 60 horas após o início dos sinais clínicos. O búfalo 2 (grupo 1) não apresentou sinais clínicos. Os búfalos 3 e 4 (Grupo 2) apresentaram os primeiros sinais clínicos 26h 05min. e 37 h 22 min. após o fim da administração da planta, respectivamente. Os sinais clínicos da intoxicação foram apatia, anorexia, diminuição ou ausência dos movimentos ruminais, sialorreia, dificuldade respiratória, andar cambaleante, dismetria, excitação, agressividade, constipação, com fezes ressecadas contendo muco e sangue, gemidos, focinho seco, sonolência, decúbito lateral, movimentos de pedalagem e morte em 44h11min. (búfalo 3) e 60h 39min (búfalo 4) após a administração da planta. Na necropsia o búfalo 3 revelou superfície capsular e de corte do fígado de coloração marrom/laranja, leve edema da parede da vesícula biliar; endocardio do ventrículo esquerdo com equimoses extensas e endocardio do ventrículo direito com algumas petéquias; mucosas do abomaso levemente avermelhada; conteúdo do abomaso levemente ressequido; intestino grosso com pouco conteúdo levemente ressequido e envolto por muco. No búfalo 4 foi observado superfície capsular e de corte do fígado de coloração alaranjado, com nítido aspecto de noz moscada ; leve edema da parede da vesícula biliar; discreta esplenomegalia; mucosas do abomaso levemente avermelhada; intestino delgado com conteúdo catarral-mucoso; e meninges levemente congestas. Histologicamente, no fígado dos dois animais, observou-se acentuada necrose de coagulação dos hepatócitos nas zonas centro-lobulares e intermediária e vacuolização dos hepatócitos próximos às zonas de necrose.
Abstract: The aim of this study was to determine the toxicity of Cestrum laevigatum for buffalos and characterize the clinical and pathological intoxication. Were used four Murrah buffaloes divided into two groups. Group 1 (buffalo 1 and 2) received 20g/kg of dried leaves of Cestrum laevigatum fed orally, whereas group 2 (buffalo 3 and 4) received 40g/kg. Buffalo 1 (group 1) showed mild clinical signs, characterized by a reduction of ruminal movements and recovered 60 hours after onset of clinical symptoms. Buffalo 2 (group 1) showed no signs. Buffaloes 3 and 4 (Group 2) showed the first signs 26h05min and 37h22min after the end of the administration, respectively. Clinical signs of intoxication were lethargy, anorexia, decrease or absence of ruminal movements, drooling, difficulty breathing, staggering gait, dysmetria, excitement, aggression, constipation, with stools containing mucus and blood, groans, dry nose, drowsiness, paddling movements and death in 44h11min (buffalo 3) and 60h39min (buffalo 4) after administration of the plant. At necropsy, Buffalo 3 revealed capsular and cut surface of liver brownish orange, mild edema of the gallbladder wall, left ventricular endocardium with extensive haematomas and endocardium of the right ventricle with a few petechiae, abomasum mucosa slightly reddish; contents abomasum slightly dry, large intestine with little content slightly dry and surrounded by mucus. In Buffalo 4 capsular and cut surface of liver colored orange, with a clear aspect of nutmeg , mild edema of gallbladder wall, mild splenomegaly, slightly reddish mucosa of the abomasum, small intestine content catarrhal and mucous, and slightly congested meninges. Histologically, the liver of both animals demonstrated marked coagulation and necrosis of hepatocytes in central and intermediate lobular zones and vacuolization of hepatocytes close to the areas of necrosis.
Keywords: Bubalinos
Búfalo
Intoxicação por planta
Planta tóxica
Cestrum laevigatum
Raça Murrah
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::CLINICA E CIRURGIA ANIMAL::TOXICOLOGIA ANIMAL
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Universidade Federal Rural da Amazônia
Institution Acronym: UFPA
EMBRAPA
UFRA
Department: Campus Universitário de Castanhal
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Ciência Animal (Mestrado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_IntoxicacaoExperimentalCestrum.pdf7,68 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons

Admin Tools