Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4843
Tipo: Dissertação
Data do documento: 12-Ago-2008
Autor(es): FREITAS, Felipe Bonfim
Primeiro(a) Orientador(a): VALLINOTO, Antonio Carlos Rosário
Título: Investigação dos polimorfismos no éxon 1 do gene MBL (Mannose-Binding Lectin) e sua associação com a síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS)
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura
Citar como: FREITAS, Felipe Bonfim. Investigação dos polimorfismos no éxon 1 do gene MBL (Mannose-Binding Lectin) e sua associação com a síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). 2008. 113 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários.
Resumo: No presente estudo foram investigadas as freqüências das mutações no éxon 1 do gene MBL em um grupo de 128 pacientes com Aids, 116 portadores assintomáticos da infecção pelo HIV-1, 84 mulheres soronegativas profissionais do sexo, com comportamentos de alto risco e 99 indivíduos controles soronegativos, com o objetivo de avaliar a ocorrência de uma possível associação entre os polimorfismos neste gene e a infecção pelo HIV-1. A identificação dos alelos MBL *A, *B, *C e *D foi realizada por meio da reação em cadeia mediada pela polimerase, utilizando sequências de iniciadores específicos e posterior digestão enzimática (RFLP). As análises das frequências alélicas e genotípicas do éxon 1 não mostraram qualquer diferença significativa entre pacientes soropositivos (assintomáticos e Aids) e soronegativos (controle e controle de alto risco) (p>0,05). Não foram observadas associações significativas entre a presença de co-infecções e as variantes alélicas. Entretanto, tuberculose, neurotoxoplasmose, candidíase, neurocriptococose e pneumonia foram as co-infecções com maior prevalência. As associações entre o número de linfócitos TCD4+, a carga viral plasmática e os polimorfismos no éxon 1 do gene MBL nos pacientes com Aids e portadores assintomáticos não foram estatisticamente significante. Desse modo, pode-se sugerir a ausência de associação entre estes polimorfismos e a susceptibilidade à infecção pelo HIV-1, destacando a necessidade de estudos adicionais para determinar se estes polimorfismos apresentam qualquer impacto associado à infecção ou a progressão para a Aids.
Abstract: The present study investigated the frequency of the mutations in the exon 1 of the MBL gene in a sample of 128 Aids patients, 116 HIV-1 infected asymptomatic individuals, 84 healthy sex worker women with high risk behavior and 99 healthy control individuals, in order to evaluate the occurrence of a possible association between the polymorphisms and HIV-1 infection. The MBL*A, *B, *C and *D alleles identification was performed through a polymerase chain reaction (PCR) followed by restriction endonucleases analyses (RFLP). The analysis of allele and genotype frequencies in the exon 1 of MBL gene did not show any differences between seropositives patients (asymptomatic and Aids individuals) and seronegatives individuals (healthy and high risk controls) (p>0,05). It was not show significant associations between the presences of other related infections and the presence of the alleles variant. However, tuberculosis, toxoplasmosis of the brain, candidosis, meningitis by cryptococcos and pneumonia was the most prevalent co-infections. Associations between the MBL gene polymorphisms and the number of CD4+ T-cells and plasma viral load in the Aids and asymptomatic patients were not statistically significant. Therefore, it has been suggested the absence of association between the polymorphisms and the HIV-1 infection susceptibility, emphasizing the need for further studies to determinate if the present polymorphisms have any impact associated with infection or the progression to Aids.
Palavras-chave: Doenças transmissíveis
Éxons 1
Polimorfismo genético MBL
Alelos
HIV-1
Reação em cadeia da polimerase
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA::IMUNOGENETICA
CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::BIOLOGIA E FISIOLOGIA DOS MICROORGANISMOS::VIROLOGIA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Mestrado) - PPGBAIP/ICB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_InvestigacaoPolimorfismosExon.pdf1,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons