Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/7288
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 1-jul-2009
Autor(es): LEITE, Ismael Lima
Primer Orientador: COSTA, Paulo Sérgio Weyl Albuquerque
Título : Hermenêutica filosófica: um novo paradigma para a universalidade dos direitos humanos
Citación : LEITE, Ismael Lima. Hermenêutica filosófica: um novo paradigma para a universalidade dos direitos humanos. 2008. 203 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Jurídicas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Direito.
Resumen: O presente trabalho tem por escopo a necessidade de se formular um novo padrão de universalidade para os Direitos Humanos, no intuito de se tentar construir um ethos verdadeiramente mundial, destituído de pretensões hegemônicas e coativas, tradicionalmente conformadoras desse tipo de normatização, a qual se assenta sob um racionalismo abstrato que retira o indivíduo do mundo, ou mesmo cânones metodológicos da ciência moderna, indevidamente transladados para o estudo das humanidades. Analisar o solipsismo Kantiano e seus aspectos formais de universalidade deontológica, que negam dignidade valorativa à tradição e criam a divindade do sujeito cognoscente, assim como os intentos epistêmicos da lógica reducionista positivista a serviço da hegemonia do capitalismo e do ocidente, enquanto instrumento de dominação ideológica, legitimador de interesses mercantilistas, são desafios a serem superados pela hermenêutica ontológica e filosófica, a qual chama a humanidade ao seu sentido de finitude, atirando-lhe perante o mundo para, nele, lembrar da necessária solidariedade e amizade, única práxis capaz de construir um sentido ético para toda a humanidade: viver o tu como se fosse eu.
Resumen : The present work has its focus in the need to formulate a new pattern of universality towards Human Rights, in the sense of trying to build a truly global ethos, without any hegemonic or coactive presumptions, regularly used as a means to conform this kind of normalization, which rests under an abstract rationalism that isolates the individual from the world, or even canons of modern science’s methodology, poorly brought into humanities. To analyze Kant´s Solipsism and its formal aspects of deontological universality, which deny valorative dignity to tradition and create a cognitive individual divinity, as well as the epistemic intents of positivist’s reductionism logic on behalf of the occident’s and capitalism’s hegemony, as means of ideologic domination, making the mercantilist interests seen legitimate. These are challenges to be overcome by the ontologic and philosophical hermeneutics, which calls upon humankind onto its sense of finity, casting it into the world in order to, once in the world, remember the necessary friendship and solidarity, the only praxis capable of building an ethical sense for all humankind: live as if you were me.
Palabras clave : Filosofia do direito
Hermenêutica (Direito)
Direitos humanos
Solipsismo kantiano
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO::TEORIA DO DIREITO::FILOSOFIA DO DIREITO
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Ciências Jurídicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Direito
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Direito (Mestrado) - PPGD/ICJ

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_HermeneuticaFilosoficaNovo.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons