Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/8349
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorOLIVEIRA, Jefferson Pinto de-
dc.date.accessioned2017-05-10T14:05:32Z-
dc.date.available2017-05-10T14:05:32Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationLIVEIRA, Jefferson Pinto de. Distribuição espacial de anticorpos IgG para Toxoplasma gondii em um estudo soroepidemiológico realizado em bovídeos no estado do Pará. 2015. 112 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/8349-
dc.description.abstractThis study aims to determine the prevalence of antibodies immunoglobulin class G (IgG) specific of this disease in bovine created, by contributing to the understanding of the epidemiology of this zoonosis in the state of Pará. The study was conducted in all Para meso, they were harvested blood samples from animals in 2070, with 1750 and 320 bovine and buffalo, respectively, coming from 52 municipalities and 100 properties, a survey of the epidemiological aspects influencing the onset of the infectious agent. Sera of animals underwent the test of ELISA Kit – Enzyme-Linked Immunosorbent Assay and indirect immunofluorescence - IFA for the detection of specific IgG antibodies to T. gondii cattle and buffalo the Imunodot® company. The animals were considered positive in the IFAT test from the dilution 1:64. It was considered statistically significant difference p 0.005. The buffaloes had higher seropositivity that the bovine, as well as the IFA test was higher than the ELISA test, and Mesoregion more seropositive was the Lower Amazon. There were no significant differences in the frequency of T. gondii, in relation to sex, type of exploitation, but no significant association for age, size of property, number of animals in the property, creation cycle, and the properties that presented greater amount of cats and dogs were the ones that had higher sororreagência the anti - T. gondii.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.publisherEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuáriapt_BR
dc.publisherUniversidade Federal Rural da Amazôniapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectParasitologia veterináriapt_BR
dc.subjectToxoplasma gondiipt_BR
dc.subjectToxoplasmose em animaispt_BR
dc.subjectZoonosespt_BR
dc.subjectBubalinospt_BR
dc.subjectBovinopt_BR
dc.subjectImunoglobina G (IgG)pt_BR
dc.subjectAnticorpos tipo IgGpt_BR
dc.titleDistribuição espacial de anticorpos IgG para Toxoplasma gondii em um estudo soroepidemiológico realizado em bovídeos no estado do Parápt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCampus Universitário de Castanhalpt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.publisher.initialsEMBRAPApt_BR
dc.publisher.initialsUFRApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::MEDICINA VETERINARIA PREVENTIVA::SAUDE ANIMAL (PROGRAMAS SANITARIOS)pt_BR
dc.contributor.advisor1FREITAS, José de Arimatéa-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2382745365421156pt_BR
dc.contributor.advisor-co1CASSEB, Alexandre do Rosário-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6525374874057337pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9689024910739823pt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho objetiva determinar a soroprevalência de anticorpos imunoglobulina da Classe G (IgG) específicos desta parasitose em bovídeos criados, contribuíndo para o conhecimento da epidemiologia desta zoonose no Estado do Pará. O estudo foi realizado em todas as mesorregiões paraenses, em que foram colhidas amostras de sangue de 2070 animais, sendo 1750 e 320 da espécie bovina e bubalina, respectivamente, procedentes de 52 municípios e 100 propriedades, com levantamento dos seus aspectos epidemiológicos que influenciam o aparecimento do agente infeccioso. Os soros dos animais foram submetidos ao teste do Kit de ELISA - Ensaio Imunoenzimático e de Reação de Imunofluorescência Indireta – RIFI, para a detecção de anticorpos IgG específicos para T. gondii bovino e bubalino da empresa Imunodot®. Os animais foram considerados positivos no teste de RIFI a partir da diluição de 1:64. Considerou-se diferença estatística p 0,005. Os bubalinos apresentaram maior soropositividade que os bovídeos, assim como o teste de RIFI foi superior ao teste de ELISA, e a Mesorregião com mais sororreagentes foi o Baixo Amazonas. Não houve diferenças significativas na frequência do T. gondii, com relação ao sexo, tipo de exploração, porém observou associação significativa, para a faixa etária, tamanho da propriedade, quantidade de animais existentes na propriedade, ciclo de criação, e as propriedades que apresentaram maior quantidade de gatos e cães foram as que tiveram maior sororreagência a anticorpos anti - T. gondii.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciência Animalpt_BR
Appears in Collections:Teses em Ciência Animal (Doutorado) - PPGCAN/Castanhal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_DistribuicaoArtificialAnticorpos.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons