Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9187
Tipo: Dissertação
Data do documento: 2016
Autor(es): BORGES, Bruna Emanuelle Sanches
Primeiro(a) Orientador(a): PINHEIRO, Maria da Conceição Nascimento
Título: Estresse oxidativo associado à infecção pelo HPV e às lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres ribeirinha
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: BORGES, Bruna Emanuelle Sanches. Estresse oxidativo associado à infecção pelo hpv e às lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres ribeirinha. 2016. 88 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2016. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar as respostas do estresse oxidativo associadas à infecção por HPV e às lesões precursoras do câncer de colo uterino em mulheres ribeirinhas da Amazônia. Envolveu 126 mulheres ribeirinhas de duas comunidades do município de Itaituba, 68 ribeirinhas de duas comunidades do município de Limoeiro do Ajurú e 43 mulheres de uma comunidade do distrito do município de Braganca, todas no estado do Pará, com idade entre 14 a 60 anos, atendidas pelo Programa de Prevenção de Câncer Cérvico Uterino (PCCU) nos anos de 2013 e 2014. Foi realizado o teste Papanicolaou e a PCR (reação em cadeia de Polimerase) para detecção de HPV. Coleta de amostras de sangue também foi obtida para avaliação da peroxidação lipídica(MDA) e determinação de glutationa total (GSHt) e oxidada (GSSG). Informações sociodemográficas foram obtidas durante entrevista prévia à coleta. Os níveis de MDA foram superiores naquelas com a infecção por HPV em todas as comunidades estudadas. Nas mulheres de Limoeiro do Ajurú e Bragança as concentrações de GSH total e GSSG apresentaram-se elevadas sugerindo a expressão de uma resposta oxidativa nas mulheres com lesões pré-malignas de baixo grau do colo uterino ou HPV. Enquanto que nas mulheres com LIEBG ou HPV de Itaituba os níveis de GSH total foram superiores aos teores de GSSG, sugerindo a resposta antioxidante da GSH. Sendo este o primeiro trabalho em que se investiga respostas do estresse oxidativo associados a lesões pré-malignas do câncer de colo de útero e a infecção pelo HPV em populações ribeirinhas da Amazônia, cujos resultados mostraram associação significativa entre respostas oxidativas e a infecção pelo HPV, tornam-se relevantes estudos em que se investiguem os principais fatores que influenciam as repostas do estresse oxidativo nessa população.
Abstract: This study aimed to evaluate the responses of oxidative stress associated with HPV infection and precursor lesions of cervical cancer in women riverside of the Amazon. Involved 126 riverside women two Itaituba city communities, 68 riverine two communities of Limoeiro do Ajurú and 43 women of a community of Braganca city district, all in the state of Para, aged 14 to 60 years, attended the cervical Cancer Prevention Program Uterine (PCCU) in the years 2013 and 2014. Was realized the Pap test and PCR (polymerase chain reaction) to HPV detection. Collection of blood samples were also obtained for evaluation of lipid peroxidation (MDA) and determination of total glutathione (GSHt) and oxidized (GSSG). Sociodemographic information was obtained during an interview prior to the collection. MDA levels were higher in those with HPV infection in all communities studied and those with low-grade precursor lesions in Itaituba. In Limoeiro do Ajurú and Bragança women the concentrations of total GSH and GSSG were presented suggesting high expression of an oxidative response in women with pre-malignant lesions of low grade uterine or cervical HPV. While women with HPV Itaituba LIEBG or the full GSH levels were higher than GSSG levels, suggesting the antioxidant GSH response. Which is the first work that investigates responses of oxidative stress associated with pre-malignant lesions of cervical cancer and HPV infection in riverside communities in the Amazon, the results showed a significant association between oxidative responses and HPV infection, become relevant studies which investigate the main factors influencing the responses of oxidative stress in this population.
Palavras-chave: Doença sexualmente transmissível (DST)
Câncer do Colo do Útero
Papilomavírus
Estresse oxidativo
Saúde da mulher
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::CANCEROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Núcleo de Medicina Tropical
Programa: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Aparece nas coleções:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_EstresseOxidativoAssociado.pdf2,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons