Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/9252
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 1-Dec-2007
metadata.dc.creator: ALMEIDA, Maria das Graças Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: ISHIKAWA, Edna Aoba Yassui
Title: Detecção do Mycobacterium leprae pela reação em cadeia da polimerase (PCR) em amostras de tecido e SWAB pós - biópsia de pacientes portadores da hanseníase
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: ALMEIDA, Maria das Graças Carvalho. Detecção do Mycobacterium leprae pela reação em cadeia da polimerase (PCR) em amostras de tecido e SWAB pós - biópsia de pacientes portadores da hanseníase. 2007. 76 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: O DNA do Mycobacterium leprae das amostras de fragmentos de tecido e swab pós-biópsia conservados em solução tampão lise 2 e swab pós-biópsia conservados em solução tampão lise 1, retirados de lesões hansênicas de 20 pacientes com diferentes formas clínicas da doença, foi submetido à amplificação pela PCR, visando avaliar a sensibilidade deste método. A extração do DNA foi realizada pela técnica do fenol-clorofórmio modificada e foram usados para a amplificação três pares de iniciadores, LP1/LP2, R1/R2 e S13/S62 que amplificam fragmentos de 129pb, 372pb e 531pb, respectivamente. Dos pacientes em estudo, 55% eram paucibacilares e 45% multibacilares. A PCR com os marcadores LP1/LP2 detectou 40%, sendo 15% PB e 25% MB das amostras conservadas em lise 1 e, das conservadas em lise 2 foram 15%, sendo 5% PB e 10% MB; o primer R1/R2 detectou 15%, com 5% em PB e 10% em MB em lise 1, em lise 2 não houve amplificação; o primer S13/S62 não amplificou as amostras em lise 1 e amplificou apenas 10% em lise 2, sendo um de cada grupo. A baciloscopia de esfregaços dérmicos apresentou resultados positivos para 20% dos pacientes MB e foi negativa para todos PB; a histopatologia foi positiva para 30%, sendo 20 % para PB e 10% para MB. A PCR com o primer LP1/LP2 deixou de detectar DNA do Mycobacterium leprae em 60% das amostras, a baciloscopia em 80% e a histopatologia em 70%. Devido à reduzida sensibilidade da PCR nas amostras conservadas em lise 2, neste estudo os melhores resultados foram obtidos em amostras de swab pós-biópsia conservadas em solução tampão lise 1, com DNA extraído pelo método de fenol clorofórmio modificado e amplificado pelo primer LP1/LP2.
Abstract: The Mycobacterium leprae DNA of the samples of tissue fragments and swab pos biopsy conserved in lysis buffer solution 2 and swab pos biopsy conserved in lysis buffer solution 1, removed of leprosy lesions of 20 patients with different clinical forms of the illness, was submitted to the amplification for the PCR, aiming at to evaluate the sensitivity of this method. The extration of the DNA was carried through by the technique of modified phenol-chloroform and had been used for the amplification three pairs of primers, LP1/LP2, R1/R2 and S13/S62 that amplify fragments of 129pb, 372pb and 531pb, respectively. Of the patients in study, 55% were paucibacillary and multibacillary 45%. The PCR with primer LP1/LP2 detected 40%, being 15% PB and 25% MB of the samples conserved in lise 1 and, of the conserved ones in lise 2 had been 15%, being 5% PB and 10% MB; primer R1/R2 detected 15%, with 5% in PB and 10% in MB in lise 1, in lise 2 did not have amplification; primer S13/S62 did not amplify the samples in lise 1 and amplified only 10% in lise 2, being one of each group. The bacilloscopy of skin smears presented positives results for 20% patient dos MB and was negative for all PB; the histophatology was positive for 30%, being 20 % for PB and 10% for MB. The PCR with primer LP1/LP2 left to detect DNA of the Mycobacterium leprae in 60% of the samples, the bacilloscopy in 80% and the histophatology in 70%. Due to reduced sensitivity of the PCR in the samples conserved in lise 2, in this study the best ones resulted had been gotten in samples of swab pos biopsy conserved in lysis buffer solution 1, with DNA extracted for the phenol method chloroform modified and amplified for primer LP1/LP2.
Keywords: Doença infectocontagiosa
Hanseníase
Mycobacterium leprae
Reação em cadeia da polimerase (PCR)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DeteccaoMycobacteriumLeprae.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons