Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4210
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSACRAMENTO, Elias Diniz-
dc.date.accessioned2013-09-04T15:49:59Z-
dc.date.available2013-09-04T15:49:59Z-
dc.date.issued2007-08-20-
dc.identifier.citationSACRAMENTO, Elias Diniz. As almas da terra: a violência no campo paraense. 2007. 186 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4210-
dc.description.abstractDuring the government of the Military Dictatorship, Amazônia he/she became part of the project of priorities to help Brazil to reach a larger development. Pará had in that process great prominence for being it ' portal of entrance of the area '. Like this, good part of the enterprises that were implanted in this state, it didn't take in consideration the population that inhabited this longínqua it leaves of Brazil, he/she has been forgetting a lot for the federal governments. The thought projects were totally opposed to the type of economic activities that during centuries worked him in the area for the existent communities, as of the natives or of the colonists. The projects agroindustriais had as goal the appropriation of great amounts of earth for they reach its objectives. With the military representatives' concession, Amazônia suffered deep changes after the installation of those agriculture business, doing with that a lot of cities that already existed lived a phase of great conflicts for they allow not that the projects if they simply installed in agreement with the those managers' will and that harmed countless families. The municipal district of Moju vivenciou that scenery. The process of installation of the agroindústrias still began in the decade of 1970, but it went in to decade of 1980 that the colonists saw each other threatened of losing its lands for those enterprises. In that way, in this work, I analyze as he/she gave him to the entrance of those projects, as well as the those colonists' organization and the enfrentamentos that had during this whole period and that did with that with that this scenery if it transformed at " war " stage for several moments. The documents used as dossier, report of newspapers, proceedingses of meetings, report of magazines, interviews of syndical leaderships, tillers, you slay of the violence, they help to understand as he/she gave him this turbulent process in the small city, that should arrive to the at every cost ' economic development.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectViolênciapt_BR
dc.subjectConflito socialpt_BR
dc.subjectAgroindústriapt_BR
dc.subjectConflito agráriopt_BR
dc.subjectMoju - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleAs almas da terra: a violência no campo paraensept_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanas-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL-
dc.contributor.advisor1FONTES, Edilza Joana Oliveira-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9447513031256372-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2677018539774842-
dc.description.resumoDurante o governo da Ditadura Militar, a Amazônia se tornou parte do projeto de prioridades para ajudar o Brasil a alcançar um desenvolvimento maior. O Pará teve nesse processo grande destaque por ser o ‘portal de entrada da região’. Assim, boa parte dos empreendimentos que foram implantados neste estado, não levava em consideração a população que habitava esta longínqua parte do Brasil, há muito esquecida pelos governos federais. Os projetos pensados eram totalmente opostos ao tipo de atividades econômicas que durante séculos se trabalhava na região pelas comunidades existentes, como dos indígenas ou dos colonos. Os projetos agroindustriais tinham como meta a apropriação de grandes quantidades de terra para alcançarem seus objetivos. Com a concessão dos representantes militares, a Amazônia sofreu profundas mudanças depois da instalação desses agros negócios, fazendo com que muitas cidades que já existiam vivessem uma fase de grandes conflitos para não permitirem que os projetos se instalassem simplesmente de acordo com a vontade desses empresários e que prejudicassem inúmeras famílias. O município de Moju vivenciou esse cenário. O processo de instalação das agroindústrias se iniciou ainda na década de 1970, mas foi na década de 1980 que os colonos viram-se ameaçados de perder suas terras para esses empreendimentos. Dessa forma, neste trabalho, analiso como se deu à entrada desses projetos, assim como a organização desses colonos e os enfrentamentos que tiveram durante todo este período e que fez com que com que este cenário se transformasse em “palco de guerra” durante vários momentos. Os documentos utilizados como dossiê, reportagem de jornais, atas de reuniões, reportagem de revistas, entrevistas de lideranças sindicais, lavradores, vitimas da violência, ajudam a entender como se deu este processo turbulento na pequena cidade, que a todo custo deveria chegar ao ‘desenvolvimento econômico’.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em História Social da Amazônia-
Appears in Collections:Dissertações em História (Mestrado) - PPHIST/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AlmasTerraViolencia.pdf1,93 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons