Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10057
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 30-Mar-2015
Authors: MAGALHÃES, Tatyana Pinheiro
First Advisor: LOPES, Maria Aparecida
Title: Sistema social do macaco-de-cheiro (Saimiri collinsi) em cativeiro
Sponsor: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: MAGALHÃES, Tatyana Pinheiro. Sistema social do macaco-de-cheiro (Saimiri collinsi) em cativeiro. 2015. 80 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2015. Programa de Pós-Graduação em Zoologia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10057>. Acesso em:.
Resumo: A maioria das espécies de primatas vive em grupo. Apesar das vantagens, esse tipo de organização social também pode aumentar a competição intragrupo por recursos. A prioridade no acesso a esses recursos está ligada a hierarquia de dominância. As posições hierárquicas e as relações sociais influenciam na qualidade de vida, por exemplo, alterando os sistemas reprodutivo e imunológico. Este trabalho caracteriza a hierarquia social do macaco-de-cheiro, Saimiri collinsi, em cativeiro e examina a influência de atributos intrínsecos na hierarquia. Descreve as redes de associações intragrupais e relaciona as associações com a hierarquia e comportamento reprodutivo. E descreve o cuidado com a prole (parental e aloparental) e testa a associação entre mães e alomães dentro e fora do período de cuidado com a prole. Os resultados mostraram que a estrutura de dominância de S. collinsi é do tipo hierarquia parcial e que ela sofre influência da idade e o tamanho corporal. As redes de associação são formadas com base nas classes sexuais e não são constituídas por idade, classe etária ou posição hierárquica. As associações parecem ter relação com o poder das fêmeas de resistência às investidas sexuais dos machos. E as alomães incluíram fêmeas com e sem filhotes e a associação entre mães e alomães não foi diferente dentro e fora do período de cuidado com os infantes.
Abstract: Most primates live in groups. Despite the advantages, this type of social organization can also increase competition for resources intragroup. The priority access to these resources is linked to dominance hierarchy. The hierarchical positions and social relationships influence the quality of life, for example, changing the reproductive and immune systems. This study characterizes the social hierarchy of the squirrel monkeys, Saimiri collinsi in captivity and examines the influence of intrinsic attributes in the hierarchy. Describes the intragroup associations networks and the relations between associations and the hierarchy and reproductive behavior. Furthermore, describes the care with offspring (parental and alloparental care) and addresses the association between mothers and allomothers in and out of care with offspring period. The results showed that dominance structure of S. collinsi is a partial hierarchy and that it is influenced by the age and body size. The association networks are formed based on sex classes and are not made for age, age-classes, or rank. The associations appear to be related to female power resistance to males sex advances. Moreover, allomothers included females with and without offspring and the association between mothers and allomothers was no different inside and outside of care with infants period.
Keywords: Macaco-de-cheiro - Comportamento
Animais - Comportamento social
Animais - Comportamento familiar
Primatas
Animais silvestres em cativeiro
Concentration Area: COMPORTAMENTO ANIMAL
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Zoologia (Doutorado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_SistemaSocialMacaco.pdf5.11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons