Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10185
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 23-Feb-2017
metadata.dc.creator: LOPES, Tereza Tayná Coutinho
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Marília de Nazaré de Oliveira
Title: Onomástica em ParkatêJê: um estudo morfossintático e semântico sobre os nomes próprios
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: LOPES, Tereza Tayná Coutinho. Onomásticas em Parkatêjê: um estudo morfossintático e semântico sobre os nomes próprios . Orientador: Marília de Nazaré de Oliveira Ferreira. 2017. 116 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Letras. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10185. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem por objetivo apresentar questões linguísticas e culturais relacionadas ao sistema onomástico do povo Parkatêjê, também conhecido na literatura especializada como Gavião do Pará. Atualmente, o referido povo vive em aldeias na Reserva Indígena Mãe Maria (RIMM), às proximidades do município de Marabá. A língua Parkatêjê, denominada do mesmo modo que sua comunidade, filia-se ao Complexo Dialetal Timbira, tronco linguístico Macro-Jê e, tal como é comum aos povos Timbira, exibe elaborados sistemas de nominação. O estudo dos nomes próprios de diferentes tipologias é o interesse central da disciplina denominada Onomástica, sendo a antroponímia, isto é, o estudo dos nomes próprios de pessoa, a área da Onomástica em foco neste trabalho. Inicialmente, após algumas considerações gerais a respeito do povo Parkatêjê, realizou-se um levantamento sobre o estado da arte do campo de estudo da onomástica, a partir das perspectivas de autores como Dick (1996; 1997; 1999; 2000; 2001), Lyons (1977), Ullmann (1964), Seabra (2006), Carvalhinhos (2007), entre outros. Em seguida, apresentou-se uma visão geral a respeito do sistema de nominação de línguas Timbira, com base principalmente em Coelho de Souza (2002), Nimuendajú (1946), Melatti (1938), Arnaud (1964) e Carneiro da Cunha (1986). Por fim, foram apresentados diversos aspectos morfossintáticos e semânticos verificados em nomes próprios da língua Parkatêjê. No que diz respeito às características morfossintáticas os trabalhos de Aráujo (1989), Ferreira (2003), Booij (2007) e Diniz (2010) foram os principais aportes teóricos, enquanto em relação às questões semânticas foram utilizados pressupostos da Semântica Cultural e da Semântica Cognitiva para empreender as análises realizadas que são inéditas na presente dissertação. A metodologia utilizada neste trabalho consistiu em pesquisa bibliográfica, além de pesquisa etnográfica com coleta de dados realizada na comunidade da língua em estudo.
Abstract: This work aims at introducing linguistic and cultural issues related to the onomastic system from Parkatêjê people, also known in specialized literature as Gavião do Pará. Currently, the referred people live in villages at the Indian reserve Mãe Maria (RIMM), in the surroundings of Marabá town. The Parkatêjê language, named as its own community, belongs to the Complexo Dialetal Timbira, Macro-jê stock and, such as it is common to the Timbira people, it displays elaborated systems of nomination. The study of the proper names from different typologies is the central interest of the discipline named Onomastic, being anthroponymy, in other words, the study of personal proper names, the field of Onomastics is the focus of this work. Initially, after some general considerations about the Parkatêjê people, this work carried out a review of the studies on onomastics based on the perspective of authors like Dick (1996; 1997; 1999; 2000; 2001), Lyons (1977), Ullmann (1964), Seabra (2006), Carvalhinhos (2007), among others. Then, it was introduced a general overview about the nomination system of Timbira languages, based mainly on Coelho de Souza (2002), Nimuendajú (1946), Melatti (1938), Arnaud (1964) e Carneiro de Cunha (1986). Therefore, it was exhibited several morphosyntactic and semantic aspects verified in proper names of the Parkatêjê language. In regard to the morphosyntactic characteristics the works from Araújo (1989), Ferreira (2003), Booij (2007) and Diniz (2010) they were the main theoretical subsidies, while in concern of the semantic issues it was utilized assumptions of the Cultural Semantics and Cognitive Semantics to undertake the analysis carried out which are unpublished in the present dissertation. The Methodology used throughout this work was made through bibliography research, moreover of ethnographic research with data assortment carried out on the languages‘ community in study.
Keywords: Onomástica
Morfossintaxe
Semântica
Parkatêjê
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ESTUDOS LINGUÍSTICOS
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ANÁLISE, DESCRIÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DAS LÍNGUAS NATURAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_OnomasticaParkatejeEstudo.pdf1,52 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons