Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10323
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRIBEIRO, Jime Rodrigues-
dc.date.accessioned2018-10-24T14:21:31Z-
dc.date.available2018-10-24T14:21:31Z-
dc.date.issued2018-03-21-
dc.identifier.citationRIBEIRO, Jime Rodrigues. Impacto da concessão florestal na geração de emprego local: caso de Itapuã do Oeste, Rondônia. Orientadora: Claudia de Barros e Azevedo-Ramos. 2018. 72 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10323. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10323-
dc.description.abstractIn the humid tropics, the system of forest concessions has become the main mechanism for access to public forest resources. In Brazil, the forest concession was inaugurated as a public policy in 2006 through Law No. 11,284 of March 2, also known as the Public Forest Management Act. It had as one of its assumptions the generation of jobs in remote forest areas of Amazon. In order to assess if this impact has been effective around the first areas of forest concession in the country, the municipality of Itapuã do Oeste (Rondônia) was used as a case study. The impact of public policy was verified through the Synthetic Control technique for the period from 2002 to 2015. The impact on the generation of forestry jobs was felt starting in 2014, four years after the beginning of the operation of the concessions and was related to conjunctural factors, such as emergence of new concessions areas in Rondônia, contractual changes through federal resolution and compliance with local workers' qualification requirements. The municipality of Itapuã do Oeste benefited from increased jobs by concentrating the processing of the wood and receiving the demand for labor caused by other municipalities with forest concessions, but without the same structure. From this point of view, the planning of forest concessions in the Amazon would need to obey a regional perspective and in line with national and state development plans that overflow the sphere of environmental entities that now manage the concessions.pt_BR
dc.description.sponsorshipCNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectFlorestapt_BR
dc.subjectAmazôniapt_BR
dc.subjectDesenvolvimento regionalpt_BR
dc.titleImpacto da concessão florestal na geração de emprego local: caso de Itapuã do Oeste, Rondôniapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentNúcleo de Altos Estudos Amazônicospt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA FLORESTALpt_BR
dc.contributor.advisor1AZEVEDO-RAMOS, Claudia-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1968630321407619pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3792147835401864pt_BR
dc.description.resumoNos trópicos úmidos, o sistema de concessões florestais tem se tornado o principal mecanismo de acesso aos recursos florestais públicos. No Brasil a concessão florestal foi inaugurada como política pública em 2006, por meio da Lei nº 11.284 de 2 de março, também conhecida como Lei de Gestão de Florestas Públicas, e teve como um de seus pressupostos a geração de emprego em áreas de florestas remotas da Amazônia. A fim de aferir se este impacto tem sido efetivo no entorno das primeiras áreas de concessão florestal no país, utilizou-se o munícipio de Itapuã do Oeste (Rondônia) como estudo de caso. O impacto da política pública foi verificado por meio da técnica de Controle Sintético para o intervalo de 2002 a 2015. O impacto na geração de empregos florestais foi sentido a partir de 2014, quatro anos após o início da operação das concessões e se mostrou relacionado a fatores conjunturais, como o surgimento de novas áreas de concessões em Rondônia, alterações contratuais via resolução federal e cumprimento de exigência de qualificação de mão de obra local pelos concessionários. O munícipio de Itapuã do Oeste se beneficioucom aumento de empregos por concentrar o beneficiamento da madeira e receber a demanda de mão de obra provocada por outros munícipios com concessão florestal, mas sem a mesma estrutura. Sob esse prisma, o planejamento das concessões florestais na Amazônia precisaria obedecer uma ótica regional e em sintonia com planos nacionais e estaduais de desenvolvimento que transbordam a esfera dos entes ambientais que hoje gerem as concessões.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmidopt_BR
dc.subject.linhadepesquisaGESTÃO DE RECURSOS NATURAISpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoDESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTALpt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ImpactoConcessaoFlorestal.pdf1,66 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons