Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10346
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2017
Authors: OLIVEIRA, Priscila Eny Souza
First Advisor: AGUIAR, Ponciana Freire de
First Co-Advisor: MATTOS, Carlos André Corrêa de
Title: Suporte à aprendizagem informal no trabalho: um levantamento com os secretários executivos da Universidade Federal do Pará
Citation: OLIVEIRA, Priscila Eny Souza. Suporte à aprendizagem informal no trabalho: um levantamento com os secretários executivos da Universidade Federal do Pará. 2017. 113 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2017. Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10346>. Acesso em:.
Resumo: O cenário atual da sociedade exige que os indivíduos estejam preparados para lidar com os múltiplos desafios que surgem cotidianamente no ambiente de trabalho. Nesse sentido, o suporte à aprendizagem informal, enquanto variável que busca investigar o quanto colegas e chefias incentivam ou restringem as iniciativas de aprendizagem informal no trabalho, torna-se um instrumento cada vez mais relevante seja no desenvolvimento das atividades de trabalho, seja na melhoria do desempenho dos profissionais atuantes nas organizações (COELHO JUNIOR; MOURÃO, 2011). Diante do exposto, o presente estudo tem o objetivo de analisar o suporte à aprendizagem informal no trabalho sob a perspectiva dos secretários executivos da UFPA, por meio da identificação dos fatores que influenciam no suporte à aprendizagem e das diferentes percepções sobre ela. A pesquisa foi de caráter exploratório e descritivo, por meio de um levantamento, com abordagem quantitativa e aplicação da Escala de Suporte à Aprendizagem Informal no Trabalho, construída e validada por Coelho Junior (2004) e Coelho Junior, Abbad e Todeschini (2005). Para o tratamento de dados, utilizou-se de técnicas estatísticas descritivas, paramétricas e multivariadas. A análise descritiva mostrou um bom suporte à aprendizagem informal no trabalho, enquanto a análise inferencial apontou que os participantes da pesquisa percebem contribuição organizacional para a aprendizagem informal. A análise fatorial revelou três fatores, que explicaram 74,34% da variância dos dados e foram denominados como: Superior Hierárquico (27,97%); Colegas de Trabalho (24,21%); e Unidade de Trabalho (22,16%). E a análise de agrupamentos resultou numa classificação dos entrevistados em três grupos, com diferentes avaliações do suporte à aprendizagem informal. Como conclusões do estudo, constatou-se que o suporte não é compreendido da mesma forma pelos indivíduos, além de apresentar fragilidades e deficiências. Assim, há necessidade de fortalecer o suporte à aprendizagem na instituição analisada.
Abstract: The current society scenario requires individuals to be prepared to deal with the multiple challenges that arise daily in the workplace. Thereby, support for informal learning as a variable that seeks to investigate how colleagues and managers encourage or restrict informal learning initiatives at work, becomes an increasingly relevant instrument either in the development of work activities, or in the improvement of the performance of professionals working in the organizations (COELHO JUNIOR; MOURÃO, 2011). Considering the above, the present study analyzes the support to informal learning in the context of work from the perspective of UFPA executive secretariat professionals through the identification of the factors that influence the learning support and the different perceptions about it. The research was carried out in an exploratory and descriptive way, through a survey, with a quantitative approach and application of the Informal Learning at Work Support Scale, constructed and validated by Coelho Junior (2004) and Coelho Junior., Abbad and Todeschini (2005). For data treatment, descriptive, parametric and multivariate statistical techniques were used. Descriptive analysis showed good support for informal learning at work, while inferential analysis revealed that survey participants perceived an organizational contribution to informal learning. The factor analysis revealed three factors, which explained 74.34% of the data variance and were denominated as: Hierarchical Superior (27.97%); Colleagues (24.21%); and Work Unit (22.16%). And cluster analysis resulted in a classification of interviewees into three groups, with different assessments for the support to informal learning. As conclusions of the study, it was verified that the support is not understood in the same way by the individuals, besides presenting weaknesses and deficiencies. Thus, there is a necessity to consolidate the learning support in the analyzed institution.
Keywords: Aprendizagem
Aprendizagem informal
Secretariado executivo
Concentration Area: GESTÃO PÚBLICA DO DESENVOLVIMENTO
Research Line: GESTÃO DE ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
Program: Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Gestão Pública (Mestrado) - PPGGP/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_SuporteAprendizagemInformal.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons