Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10394
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFAIRCHILD, Thomas Massao-
dc.date.accessioned2018-11-13T21:25:02Z-
dc.date.available2018-11-13T21:25:02Z-
dc.date.issued2016-12-
dc.identifier.citationFAIRCHILD, Thomas Massao. A constituição do dado em escritos sobre a prática de ensino de língua: análise discursiva de relatórios e artigos. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 55, n. 3, p. 757-776, set./dez. 2016. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10394>. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.issn2175-764Xpt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10394-
dc.description.abstractWe present partial results of a research project in which we discuss the function of writing in teachers' education. The general premise is that writing about a class may be an activity through which the teacher produces, to himself and to others, data that will allow him to keep working on the ideas and positions assumed by him when in class. In this paper we focus on two aspects of this research: the "polyphonic" analysis centered on unfurling the "voices" that make up a written discourse about the class, based on the ideas of O. Ducrot; and the questioning of what the configuration of the enunciate may show about the "empirical subject" responsible for it, diverging from Ducrot in favor of M. Bakhtin's ideas. Our data comprise two universes: texts written by Language Arts students during their in-school training and papers on the teaching of Portuguese published in academic journals. We point out three problems that are common to both kinds of data: a) the use of "weasel words" in the place of concrete information; b) the insertion of cited discourses as enunciates to which one answers instead of as data that one analyses; c) conclusions about the class that do not result from the data analysis that is shown. We synthesize our results by stating that, when it comes to discussing what goes on in the classroom, even though one might listen to the "voices" that come from there, such voices hardly receive any treatment as data and are responded to in different ways; the resulting discourse is thus inconsistent as far as an analysis of the class.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.relation.ispartofTrabalhos em Linguística Aplicadapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source.urihttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132016000300757&lng=pt&nrm=isopt_BR
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.subjectEnsino de línguapt_BR
dc.subjectPolifoniapt_BR
dc.subjectDialogismopt_BR
dc.titleA constituição do dado em escritos sobre a prática de ensino de língua: análise discursiva de relatórios e artigospt_BR
dc.title.alternativeHow data work in written texts on language teaching practices: discursive analysis of reports and paperspt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRASpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1771292039081039pt_BR
dc.citation.volume55pt_BR
dc.citation.issue3pt_BR
dc.citation.spage757pt_BR
dcterms.citation.epage776pt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.1590/010318134833170711pt_BR
dc.description.resumoApresentamos resultados parciais de um projeto de pesquisa em que vimos discutindo o papel da escrita na formação de professores. A premissa geral é a de que escrever sobre a aula pode ser um trabalho pelo qual o professor produz, para si e para outros, dados que permitem levar adiante, por meio de uma atividade posterior, a reflexão e os posicionamentos assumidos por ele no próprio momento da aula. Neste artigo, focamos a exposição de dois aspectos dessa pesquisa: a análise de tipo "polifônico", centrada no deslindamento das "vozes" que compõem o discurso escrito sobre a aula, baseada nas ideias de O. Ducrot; e o questionamento sobre o que a configuração do enunciado pode dizer acerca do "sujeito empírico" responsável por ele, afastando-nos de Ducrot em favor de Bakhtin. Os dados discutidos aqui representam dois universos: textos escritos por estudantes cursando disciplinas de prática em cursos de Letras e artigos acadêmicos sobre o ensino de língua publicados em periódicos da área. Apontamos três problemas comuns a ambas as esferas: a) o uso de termos "vicários" em substituição ao registro de informações concretas; b) a inserção de discursos citados como enunciados a que se responde e não como dados que se analisam; c) conclusões sobre o ensino que não se vinculam aos dados ou análises apresentadas. Sintetizamos os resultados das análises afirmando que, quando se trata de discutir o que se passa na sala de aula, mesmo quando se escutam as "vozes" que emanam desse espaço, não se lhes confere um estatuto claro de dado, dando-se aos discursos citados tratamentos diversos e fazendo com que o discurso resultante seja inconsistente enquanto análise da aula.pt_BR
dc.description.affiliationFAIRCHILD, T. M. Dr. Docente da Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
Appears in Collections:Artigos Científicos - ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_ConstituicaoDadoEscritos.pdf584,9 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons