Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10506
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorVELÁSTEGUI, Débora Aline Camargo-
dc.date.accessioned2018-12-20T19:10:12Z-
dc.date.available2018-07-31-
dc.date.available2018-12-20T19:10:12Z-
dc.date.issued2018-07-31-
dc.identifier.citationVELÁSTEGUI, Débora Aline Camargo. Propostas de autoavaliação e autorregulação em livros didáticos de Espanhol como língua estrangeira. 2018. 103 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Letras e Comunicação, Belém, 2018. Programa de Pós-Graduação em Letras. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10506. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10506-
dc.description.abstractThis article aims to analyse the activities of self-evaluation present in spanish pedagogical materials as foreign language and sought to analyse if formative tatics are possible in these materials, in a way to contribute for learners autonomy. Although an even bigger number of materials implement activities considered as self-evaluation, few research is undertaken on the subject and about the correlate process: The self-regulation. In language teaching the assessment of learning has ceased to be only summative and classificatory, to integrate the construction of knowledge by learners, in a so-called formative perspective. Relying on the conception of Francophone formative evaluation to indite the theoretical basis of our work and relying on, mainly, the studies of Bonniol; Vial (2001), Fernandes (2004, 2005, 2006, 2008), Perrenoud (2008), Barreiro (2009), Mottier-Lopez (2010), Hadji (2011). A corpus of Spanish didactic material as Foreign language was formed (textbooks, CD, workbooks etc.) and for its analysis was elaborated five categories (location of activities in the didactic set; types of proposed activities, evaluated objects, author’s guidance for the use of proposals for self-assessment activities and; way of expression of self-evaluation and its results) based on the conceptions of formative evaluation, in order to: identify wich activities of formative nature are present in the selected materials; analyze its characteristics and its insertion in the book regarding the intended selected goals and to the proposed didactic activities; to check which guidelines appear in the didactic guide, for development of these activities by the teachers, and how these guidelines relate to the methodological options of pedagogical materials. The analyzed data shows, generally, the self-evaluation activities still present themselves as a simple recapitulation of grammatical or linguistic aspects of the studied language, thus disregarding the formative conceptions, so that learning is not used for self-regulation, neither it helps teachers to support their teaching in the meta cognitive strategies that their students could develop to really help them learn.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectAutoavaliaçãopt_BR
dc.subjectAutorregulaçãopt_BR
dc.subjectAvaliação formativapt_BR
dc.subjectMaterial didáticopt_BR
dc.titlePropostas de autoavaliação e autorregulação em livros didáticos de Espanhol como língua estrangeirapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Letras e Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADApt_BR
dc.contributor.advisor1CUNHA, Myriam Crestian Chaves da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0057919162522146pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2251765021005200pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho teve por objeto de análise as atividades de autoavaliação presentes em livros didáticos de Espanhol como Língua Estrangeira e visou analisar se processos formativos são possibilitados nesses materiais, de modo a contribuir para a autonomia dos aprendentes. Percebemos que, embora um número cada vez maior de materiais incorpore atividades consideradas como de autoavaliação, poucas pesquisas são empreendidas sobre o tema e sobre o processo correlato: a autorregulação. No ensino de idiomas, a avaliação da aprendizagem tem deixado de ter um caráter apenas somativo e classificatório, passando a integrar a construção do conhecimento pelos aprendentes, numa perspectiva dita formativa. Apoiamo-nos na concepção de avaliação formativa francófona, para compor a fundamentação teórica de nosso trabalho e nos baseamos, principalmente, nos estudos de Bonniol; Vial (2001), Fernandes (2004, 2005, 2006, 2008,), Perrenoud (2008), Barreiro (2009), Mottier-Lopez (2010), Hadji (2011). Formamos um corpus de materiais didáticos de Espanhol como Língua estrangeira (livro didático, CD, caderno de exercícios etc.) e para a sua análise elaboramos cinco categorias (localização das atividades no conjunto didático; tipos de atividades propostas; objetos avaliados; orientações dos autores para o uso das propostas das atividades de autoavaliação e; modo de expressão da autoavaliação e de seus resultados) com base nas concepções da avaliação formativa, com o objetivo de: identificar quais atividades de natureza formativa estão presentes nos materiais selecionados; analisar suas características e sua inserção no livro em relação aos objetivos pretendidos e às atividades didáticas propostas; verificar quais orientações aparecem no guia didático, para o desenvolvimento dessas atividades pelos professores, e como essas orientações se relacionam com as opções metodológicas do livro didático. Os dados analisados mostram que, de um modo geral, as atividades de (auto)avaliação ainda se apresentam como uma simples recapitulação da gramática ou dos aspectos linguísticos da língua estrangeira estudada, destoando assim das concepções formativas, de modo que, não servem para autorregular as aprendizagens, nem, tampouco, ajudam os professores a apoiar seu ensino nas estratégias metacognitivas que seu alunos poderiam desenvolver para ajudá-los realmente a aprender.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.subject.linhadepesquisaENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUAS E CULTURAS: MODELOS E AÇÕESpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoESTUDOS LINGUÍSTICOSpt_BR
dc.description.affiliationUFPA - Universidade Federal do Parápt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PropostasAutovaliacaoAutorregualção.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons