Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10629
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorALMEIDA, Sara Miranda-
dc.date.accessioned2019-02-15T19:25:51Z-
dc.date.available2019-02-15T19:25:51Z-
dc.date.issued2018-09-20-
dc.identifier.citationALMEIDA, Sara Miranda. Efeitos ecológicos e evolutivos nos padrões de diversidade de aves na Amazônia. Orientador: Marcos Pérsio Dantas Santos. 2018. 140 f. Tese (Doutorado em Zoologia) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2018. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10629>. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10629-
dc.description.abstractStudies covering phylogenetic and functional diversity have been increasingly used to explain patterns of species diversity and organization of biological assemblages, constituting complementary tools to the traditional taxonomic approach (e.g. species richness). Biogeographical knowledge may also contribute to the understanding of these patterns, since the geographical distribution of different taxa depends on historical processes related to dispersion and speciation, in this manner influencing the formation of regional pools of species. In this thesis we evaluated the influence of historical processes and environmental factors on the diversity of Amazon bird assemblages. We compiled compositional data from 80 bird assemblages, 12 in savannas and 68 in terra firme forests, totaling 878 species. In Chapter 1 we evaluated the phylogenetic and functional diversity of passerine birds (Passeriformes order) considering two factors: the biogeographical history of each suborder (Passeri and Tyranni) and the habitat type (forest and savanna). We verified the importance of the different habitats for the maintenance of bird diversity since, although Amazonian savannas present low species richness when compared to forests, this habitat presents assemblages with unique combinations of ecological traits and specific lineages. We showed through the results found in this chapter that the greater functional diversity of Passeri assemblages in both habitats and the greater phylogenetic diversity of Tyranni in terra firme forests are related to the biogeographic history of each suborder and their adaptation to the habitat. In Chapter 2, we assessed the contribution of Amazonian biogeographic regions (a.k.a., endemism areas) and climatic variables to species composition and to the phylogenetic structure of canopy and forest understory bird assemblages. We hypothesized that differences in species composition are greater between interfluves for understory bird assemblages, which are composed of species with lower dispersion capacity, than for canopy birds. In this chapter, we found that the understory bird assemblages were more influenced by biogeographic barriers than canopy birds, corroborating our hypothesis. The climatic variables were important to explain the species diversity and phylogenetic structure of both groups. With the results generated in this thesis I concluded that the Amazonian bird diversity is result of processes related to biogeographic history, ecological traits of species, and environmental conditions.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.languageengpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.publisherMuseu Paraense Emílio Goeldipt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectAves – Amazônia - Distribuição geográficapt_BR
dc.subjectDiversidade de espécies - Amazôniapt_BR
dc.subjectAves - Habitatpt_BR
dc.subjectAves - Populaçõespt_BR
dc.subjectBiogeografiapt_BR
dc.subjectSavanas – Amazôniapt_BR
dc.subjectTiranídeos – Amazôniapt_BR
dc.titleEfeitos ecológicos e evolutivos nos padrões de diversidade de aves na Amazôniapt_BR
dc.title.alternativeEcological and evolutionary effects on the bird diversity patterns in the Amazonpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Biológicaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.publisher.initialsMPEGpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADA::CONSERVACAO DAS ESPECIES ANIMAISpt_BR
dc.contributor.advisor1SANTOS, Marcos Pérsio Dantas-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7941154223198901pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2785084573828283pt_BR
dc.description.resumoEstudos abrangendo diversidade filogenética e funcional têm sido cada vez mais utilizados para explicar os padrões de diversidade e organização de assembleias biológicas, constituindo ferramentas complementares à abordagem tradicional de avaliação de diversidade taxonômica (p.ex. riqueza de espécies). O conhecimento biogeográfico também pode contribuir para o entendimento desses padrões, uma vez que a distribuição geográfica de diferentes taxa depende de processos históricos relacionados à dispersão e à especiação e, dessa forma influenciando a formação dos pools regionais de espécies. Nesta tese avaliamos a influência de processos históricos e de fatores ambientais sobre a diversidade de assembleias de aves amazônicas. Compilamos dados da composição de 80 assembleias de aves, 12 em savanas e 68 em florestas de terra firme, totalizando 878 espécies. No Capítulo 1 avaliamos a diversidade filogenética e funcional de aves Passeriformes considerando dois fatores: a história biogeográfica de cada subordem (Passeri e Tyranni) e o tipo de habitat (floresta e savana). Verificamos a importância dos distintos habitats para a manutenção da diversidade de aves uma vez que, embora as savanas amazônicas apresentem baixa riqueza de espécies quando comparadas às florestas, este habitat possui assembleias com combinações únicas de atributos funcionais e linhagens específicas. Os resultados encontrados nesse capítulo evidenciaram que a maior diversidade funcional de Passeri em ambos os habitats e a maior diversidade filogenética de Tyranni em floresta de terra firme está relacionada à história biogeográfica de cada subordem e de sua adaptação ao tipo de hábitat. No Capítulo 2 testamos a contribuição das regiões biogeográficas da Amazônia (i.e., áreas de endemismo) e de variáveis climáticas para a composição de espécies e para a estrutura filogenética de assembleias de aves do dossel e do sub-bosque. Hipotetizamos que deve haver maior diferença na composição de espécies entre os interflúvios para as assembleias do sub-bosque, que são compostas por espécies com menor capacidade de dispersão, do que para as aves do dossel. Nesse capítulo, encontramos que as assembleias do sub-bosque foram mais influenciadas pelas barreiras biogeográficas do que as do dossel, corroborando nossa hipótese. As variáveis climáticas foram importantes para explicar a diversidade de espécies e para estrutura filogenética de ambos os grupos de aves. Com os resultados gerados nessa tese concluo que a diversidade de aves na Amazônia é resultado de processos relacionados à história biogeográfica, das características ecológicas das espécies e das condições ambientais.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Zoologiapt_BR
Appears in Collections:Teses em Zoologia (Doutorado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_EfeitosEcologicosEvolutivos.pdf2,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons