Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10651
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 9-Feb-2018
metadata.dc.creator: DOURADO, Carolina Morais
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Simone Souza da Costa
Title: Autoeficácia e Percepção de Mães e Avós de Crianças com Caracteríscticas do TDAH
Other Titles: Self-efficacy and Perception of Mothers and Grand- Characteristics of ADHD
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: DOURADO, Carolina Morais. Autoeficácia e Percepção de Mães e Avós de Crianças com Caracteríscticas do TDAH. 2018. 86 f. Orientadora: Simone Souza da Costa Silva. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10651. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação objetivou investigar a percepção de mães e avós de crianças com características do TDAH a respeito de sua autoeficácia parental e autoficácia geral e ainda, a percepção que apresentam sobre as características de suas crianças. Sua estrutura é constituída por dois estudos construídos de maneira interdependentes. O ambiente de coleta para ambos os estudos foi o Centro de Atenção a Saúde da Mulher e da Criança (CASMUC-UFPA). No primeiro, o objetivo foi investigar a percepção de autoeficácia de cuidadores de crianças com características do TDAH, considerando o subtipo do transtorno e o quociente de inteligência total das crianças. Participaram 24 cuidadores maiores de 18 anos; autodeclarados como cuidador principal de crianças com idades entre 6 a 12 anos. Utilizou-se o Protocolo de entrevista exploratória; escala de Autoeficácia Parental; EAEG; SNAP IV; Wisc IV. Os dados deste estudo mostraram que os cuidadores apresentaram médias rebaixadas de autoeficácia parental e de autoeficácia relacionadas a aspectos gerais da vida. Os níveis mais baixos estiveram ligados aos casos de TDAH do subtipo combinado. Da aplicação do Wisc IV, observou-se que em ambos os grupos de cuidadores, com baixa e alta autoeficácia parental, as crianças apresentaram Quociente de Inteligência Total abaixo da média esperada para a faixa etária. No segundo estudo, o objetivo foi descrever a percepção de mães e avós acerca das características da criança com traços de TDAH, bem como a relação que estes cuidadores tem com elas e a percepção sobre o papel de ser cuidador. Os participantes foram seis mães/avós de crianças entre 6 e 12 anos. Os instrumentos e técnicas utilizadas foram um protocolo de entrevista exploratória e entrevista em grupo focal. Os dados foram analisados via SPSS- (versão 20.0) e por análise de conteúdo. A análise qualitativa dos dados revelou no discurso dos pais as seguintes categorias: 1) Percepção das primeiras dificuldades; 2) Percepção sobre a criança (percepção positiva e percepção negativa do comportamento); 3) Percepção sobre o parceiro parental (Percepção colaborativa e Percepção não colaborativa); 4) Percepção de terceiros sobre a criança; 5) Serviços de atendimentos; 6) Fatores de risco ( riscos sociais e espiritualidade); 7) Fatores de proteção (Espiritualidade e Disponibilidade para o cuidado). Espera-se que os dados, ora apresentado nos dois estudos contribuam para a investigação da saúde mental de cuidadores de crianças com transtornos mentais e dê base para a criação de políticas publica que intervenham no bem-estar psicológico dos cuidadores e das crianças.
Abstract: This dissertation aimed to investigate the perception of mothers and grandmothers of children with characteristics of ADHD regarding their parental self efficacy and general self - efficacy and also the perception they present about the characteristics of their children. Its structure consists of two interdependent studies. The collection environment for both studies was the Center for Health Care of Women and Children (CASMUC-UFPA). In the first, the objective was to investigate the perception of self-efficacy of caregivers of children with ADHD characteristics, considering the subtype of the disorder and the children's total intelligence quotient. Twenty-four caregivers older than 18 years participated; self-reported as primary caregiver for children aged 6 to 12 years. The exploratory interview protocol was used; Parental Self efficacy scale; EAEG; SNAP IV; Wisc IV. The data from this study showed that the caregivers presented lower values of parental self-efficacy and self-efficacy related to general aspects of life. The lowest levels were linked to ADHD cases of the combined subtype. From the application of Wisc IV, it was observed that in both groups of caregivers, with low and high parental self-efficacy, the children presented Total Intelligence Quotient below the expected average for the age group. In the second study, the objective was to describe the perception of mothers and grandmothers about the characteristics of the child with traits of ADHD, as well as the relationship that these caregivers have with them and the perception about the role of being a caregiver. Participants were six mothers / grandmothers of children between 6 and 12 years old. The instruments and techniques used were an exploratory interview protocol and a focus group interview. Data were analyzed via SPSS- (version 20.0) and content analysis. The qualitative analysis of the data revealed in the discourse of the parents the following categories: 1) Perception of the first difficulties; 2) Perception about the child (positive perception and negative perception of behavior); 3) Perception about the parental partner (Collaborative Perception and Non-Collaborative Perception); 4) Perception of third parties about the child; 5) Assistance services; 6) Risk factors (social risks and spirituality); 7) Protection factors (Spirituality and Availability for care). It is hoped that the data presented in both studies will contribute to the investigation of the mental health of caregivers of children with mental disorders and will provide the basis for the creation of public policies that intervene in the psychological well-being of caregivers and children.
Keywords: Análise do comportamento
Competências parentais
Autoeficácia
Transtorno de Déficit de atenção e Hiperatividade (TDAH): Crianças
Ecoetologia
Percepção
Mães
Avós
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ECOETOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: PROCESSOS EVOLUTIVOS E COMPORTAMENTO HUMANO
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AutoeficaciaPercepcaoMaes.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons