Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10656
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 30-Oct-2013
Authors: FILOCREÃO, Camila Lima
First Advisor: MAGALHÃES, Celina Maria Colino
Title: Brincadeiras simbólicas em situação estruturada de crianças em acolhimento institucional
Other Titles: Structured condition symbolic plays of children on Institutional Sheltering
Sponsor: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: FILOCREÃO, Camila Lima. Brincadeiras simbólicas em situação estruturada de crianças em acolhimento institucional. 2014. 159 f. Orientadora: Celina Maria Colino Magalhães. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2014. Disponível em: . Acesso em:.
Resumo: O acolhimento institucional é uma medida de proteção que define o afastamento familiar quando os direitos de crianças e adolescentes encontram-se ameaçados ou violados. As instituições de acolhimento podem ser consideradas o contexto de desenvolvimento dos atendidos, marcado pela oferta de atividades, estímulos e relacionamentos interpessoais. É importante investigar o acolhimento na perspectiva da criança e do adolescente a fim de se ampliar a compreensão desse fenômeno. Ao se tratar de crianças, convém a utilização de técnicas de pesquisas que lhe pareçam familiar e sejam prazerosas. Muitos pesquisadores têm se interessado em investigar a brincadeira como forma de compreender o universo infantil. Este estudo qualitativo teve como objetivo categorizar, descrever e analisar o conteúdo das brincadeiras simbólicas de crianças em acolhimento institucional em situação estruturada, tendo como foco a análise de aspectos referentes à trajetória institucional e familiar. A pesquisa aconteceu no Espaço de Acolhimento Provisório Infantil (EAPI) que acolhe crianças de zero a seis anos idade, do sexo feminino e masculino no Pará. Convidou-se todas as crianças com idade cinco a oito anos, que residiam no EAPI. Ao total, dez crianças participaram da investigação. Como instrumentos e materiais, utilizou-se um Formulário de Caracterização, uma maquete representativa de dois ambientes da instituição, miniaturas de objetos do cotidiano, bonecos e câmera de vídeo. Foi realizada uma pesquisa documental com o preenchimento do formulário de caracterização e, em seguida, realizada a coleta com recursos lúdicos. Em uma sala reservada, uma pesquisadora interagia com a criança enquanto a outra filmava. Foram realizadas quatro sessões de 30 minutos com cada participante. Os resultados foram organizados nas seguintes categorias e subcategorias: 1.Brincando de abrigo (1.1. Reconhecimento da rotina, 1.2. Jogos e Brincadeiras e 1.3.Relacionamentos); e 2.Brincando de família (2.1.Rotina, 2.2. Relacionamentos e 2.3.A família em perigo). Foi possível identificar concepções sobre o cotidiano institucional e observar a expressão da convivência familiar.
Abstract: Institutional shelter is a protection measure that defines a parental removal when the rights of children and teenagers are threatened. Shelter institution can be regarded as the development context of those who are attended, marked through stimulation, activities and interpersonal relationship. It is substantial to evaluate the sheltering on the child’s perspective in order to extend the comprehension of this phenomenon. When dealing with children, is appropriate to use research techniques that looks familiar and enjoyable. Several researchers have been interested in investigate the play as a way to understand the child universe. This qualitative study had as goal to categorize, describe and analyze the content of symbolic play by which children played in a institutional shelter, focused on the institution itself and child’s family background. The research happened on Espaço de Acolhimento Provisório Infantil (EAPI) that shelters male and female children from zero to six years old. Overall, ten children took part of the study. It was used as tool and material a Characterization Form, a model representing the two institutional environment, everyday object toys, dolls and a video camera. A documental research with the Characterization Form was performed together with a gathering of playful resources. On a reserved room, one of the researchers interacted with the child while the other was filming. Four sessions of thirty minutes were performed with each participant. The results were organized in the following categories and subcategories: 1. Playing shelter (1.1. Routine acknowledgement, 1.2. Games and Plays, 1.3. Relationships); and 2. Playing Family (2.1. Routine, 2.2. Relationships and 2.3. The Family in danger). It was possible to identify the child’s conception about the institutional daily activities and to observe its familiar daily intimacy.
Keywords: Acolhimento institucional
Brincadeiras e crianças
Concentration Area: ECOETOLOGIA
Research Line: ECOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_BrincadeirasSimbolicasSituacao.pdf1,73 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons