Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10789
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 18-Dec-2018
metadata.dc.creator: FERNANDES, Rafael Monteiro
metadata.dc.contributor.advisor1: LIMA, Rafael Rodrigues
Title: Avaliação dos efeitos decorrentes da exposição ao cloreto de alumínio sobre parâmetros motores, cognitivos e de estresse oxidativo em ratos
Citation: FERNANDES, Rafael Monteiro. Avaliação dos efeitos decorrentes da exposição ao cloreto de alumínio sobre parâmetros motores, cognitivos e de estresse oxidativo em ratos. Orientador: Rafael Rodrigues Lima. 2018. 81 f. Tese (Doutorado em Neurociências e Biologia Celular) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10789. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O alumínio (Al) é o terceiro metal mais abundante na crosta terrestre, estando presente em grandes quantidades no solo e na água, sua alta biodisponibilidade o torna um importante agente para o desequilíbrio ambiental. Al é considerado um agente neurotóxico e se acumula no sistema nervoso, sendo associado a várias doenças neurodegenerativas. Assim, este estudo investigou os efeitos da exposição crônica ao cloreto de alumínio (AlCl3) na cognição, comportamento motor e estresse oxidativo. Para isso, ratos Wistar adultos foram divididos em três grupos: Al1 (8,3 mg / kg / dia), Al2 (5,2 mg / kg / dia) e Controle (Água destilada) expostos por via oral por 60 dias. Após o período de exposição, parâmetros comportamentais, histológicos, de estresse oxidativo e quantificação dos níveis de alumínio no sangue foram realizados. Não houve alterações no comportamento motor, houve mudança em apenas um parâmetro exploratório e na cognição. Não foram encontradas diferenças na população de neurônios Purkinje entre os grupos experimentais. A exposição ao Al aumentou os níveis desse metal no sangue, alterando também os parâmetros da bioquímica oxidativa. Assim, podemos afirmar que a exposição ao Al em ratos em doses equivalentes à exposição urbana é capaz de promover a quebra da homeostase sanguínea, alterando o equilíbrio bioquímico do hipocampo, gerando um estado de estresse oxidativo e dano cognitivo, mas não sendo capaz de promover mudanças significativas. o cerebelo e os parâmetros motores.
Abstract: Aluminum (Al) is the third most abundant metal in the earth's crust, being present in large amounts in soil and water, its high bioavailability makes it an important environmental contaminant. Al is considered a neurotoxic agent and accumulates in the nervous system, being this behavior associated with several neurodegenerative diseases. However, little is known about its effects at doses similar to human consumption in the nervous and biochemical systems. Thus, this study investigated the effects of chronic exposure to aluminum chloride (AlCl3) on cognition, motor behavior and oxidative stress. For this, adult Wistar rats were divided into three groups: Al1 (8.3 mg / kg / day), Al2 (5.2 mg / kg / day) and Control (Distilled water) being exposed orally for 60 days. After the exposure period, behavioral, histological, oxidative stress parameters and quantification of aluminum levels in the blood were performed. There were no changes in motor behavior, there was change in only one exploratory parameter and in cognition. No differences were found in the population of the purkinje neurons between the experimental groups. Exposure to Al increased levels of this metal in the blood, also altering the parameters of oxidative biochemistry. Thus, we can affirm that exposure to Al in rats, at doses equivalent to urban exposure and in potentially safe doses are capable of promoting breakage of blood homeostasis, altering hippocampal biochemical balance, generating a state of oxidative stress and cognitive damage, not being able to promote significant changes in the cerebellum and motor parameters.
Keywords: Alumínio - Toxicologia
Alumínio no organismo
Alumínio - Efeito fisiológico
Stress oxidativo
Cognição
Agentes neurotoxicos
Capacidade motora
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::TOXICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Neurociências e Biologia Celular (Doutorado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_AvaliacaoEfeitosDecorrentes.pdf923,45 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons