Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10840
Compartilhar:
Type: Tese
Issue Date: 17-Feb-2017
Authors: PRUDENTE, Bruno da Silveira
First Advisor: MONTAG, Luciano Fogaça de Assis
Title: Influência da exploração madeireira na estrutura do hábitat e diversidade das assembleias de peixes de riachos na amazônia oriental
Sponsor: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: PRUDENTE, Bruno da Silveira. Influência da exploração madeireira na estrutura do hábitat e diversidade das assembleias de peixes de riachos na amazônia oriental. Orientador: Luciano Fogaça de Assis Montag. 2016. 153 f. Tese (Doutorado em Zoologia) Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2016. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10840. Acesso em:.
Resumo: A exploração madeireira encontra-se entre as principais atividades responsáveis pelo descatamento na Amazônia, sendo considerada uma importante ameaça para biodiversidade dessa região. Contudo, a demanda do mercado internacional por produtos florestais sustentáveis resultou em uma substituição parcial do método de exploração convencional (EC) pela técnica de exploração de impacto reduzido (EIR), também condiderada uma importante estratégia para minimizar danos à floresta Amazônica e sua biodiversidade. No entanto, pouco se conhece sobre o efeito dessas atividades na estrutura e funcionamento dos ecossistemas de riachos e suas comunidades biológicas. Nesse sentido, o presente estudo objetivou avaliar o efeito dos diferentes métodos de exploração madeireira sobre a estrutura do habitat físico de riachos e diversidade taxonômica e funcional das assembleias de peixe desses ambientes, além da elaboração de índices multimétricos que permitam uma avaliação rápida e robusta da integridade ecológica desses ambientes. Foram amostrados 47 riachos na bacia do Rio Capim, sendo 13 em áreas não exploradas, 11 em áreas de EC e 23 em áreas de EIR. A estrutura do hábitat foi caracterizada com base em 19 variáveis ambientais, posteriormente comparada entre os diferentes métodos de exploração. As assembleias de peixes foram amostradas utilizando rede de mão, com um esforço padronizado, e avaliadas quanto a composição e diferentes componentes da diversidade funcional. Ambos os métodos de exploração madeireira resultaram em alterações na estrutura do habitat físico dos riachos, no entanto somente em áreas de EC essas alterações influenciaram na composição taxonômica das espécies de peixes. Em áreas de EIR, foram observadas apenas variações na abundância relativa das espécies de peixe em relação ao gradiente temporal de exploração. Apesar dos resultados acima, a presença da exploração madeireira, seja ela EC ou EIR não afetou componentes da diversidade funcional das assembleias de peixe. No entanto, alterações no habitat de raichos associados a presença da exploração madeireira estivera diretamente relacionado à atributos funcionais comumente associados a estratégias generalistas das espécies, as quais são comuns associadas a ambientes alterado. De acordo com os índices multimétricos, riachos em áreas de EIR apresentaram uma melhor integridade do habitat quando comparados a riachos em áreas de EC, mas que asinda sim foi inferior a integridade do habitat em riachos não explorados. Em média, áreas de EIR também apresentaram valores intermediários de integridade biótica, contudo, este diferiu somente em áreas de EC. Na região estudada, a EIR mostrou ser uma estratégia interessante para minimizar as alterações nos ecossistemas de riach resultante da exploração madeireira. Contudo, o presente estudo foi realizado apenas em uma escala espacial local, e considerando áreas que passaram por um único ciclo de exploração. Contudo as alterações no habitat físico demosntram que a EIR também influência na estrutura e consequentemente na integridade ecológica desses ambientes, reforçando a necessidade de um maior número de estudos para compreensão do real efeito dessa atividade nesses ambientes.
Abstract: Logging is one of the main activities responsible for the deforestation in the Amazon and is considered an important threat to biodiversity in this region. However, the international market demand for sustainable forest products has resulted in a partial substitution of the conventional exploration method (CE) with the reduced impact exploration (EIR) technique, also considered an important strategy to minimize damages to the Amazon forest and its biodiversity. However, little is known about the effect of these activities on the structure and functioning of riparian ecosystems and their biological communities. In this sense, the present study aimed to evaluate the effect of different methods of logging on the structure of the physical habitat of streams and taxonomic and functional diversity of the fish assemblages of these environments, as well as the elaboration of multimetric indices that allow a rapid and robust evaluation of the ecological integrity of these environments. A total of 47 streams were sampled in the Rio Capim basin, 13 of which were in unexplored areas, 11 in EC areas and 23 in RIL areas. The habitat structure was characterized based on 19 environmental variables, later compared between the different exploration methods. The fish assemblages were sampled using hand net, with a standardized effort, and evaluated as to the composition and different components of the functional diversity. Both methods of logging resulted in changes in the structure of the physical habitat of the streams, however only in areas of CD these changes influenced the taxonomic composition of fish species. In RIL areas only variations in the relative abundance of fish species were observed in relation to the temporal exploitation gradient. Despite the above results, the presence of logging, be it EC or EIR did not affect components of the functional diversity of fish assemblages. However, changes in the habitat of rachis associated with the presence of logging had been directly related to the functional attributes commonly associated with generalist strategies of the species, which are common associated with altered environments. According to the multimetric indexes, streams in RIL areas presented better habitat integrity when compared to streams in CD areas, but still lower than habitat integrity in unexplored streams. On average, EIR areas also presented intermediate values ​​of biotic integrity, however, this differed only in areas of CD. In the studied region, RIL showed to be an interesting strategy to minimize alterations in riach ecosystems resulting from logging. However, the present study was conducted only on a local spatial scale, and considering areas that went through a single exploration cycle. However, changes in physical habitat show that EIR also influence the structure and consequently the ecological integrity of these environments, reinforcing the need for a greater number of studies to understand the real effect of this activity in these environments.
Keywords: Ictiofauna
Diversidade Funcional
Impacto ambiental
Integridade biótica
Concentration Area: CONSERVAÇÃO E ECOLOGIA
Research Line: DINÂMICA E CONSERVAÇÃO DE ECOSSISTEMAS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Institution Acronym: UFPA
MPEG
Department: Instituto de Ciências Biológicas
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Zoologia (Doutorado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese _InfluenciaExploracaoMadeira.pdf2,54 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons