Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10866
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2011
Authors: BELTRÃO, Jane Felipe
CUNHA, Mainá Jailson Sampaio
metadata.dc.description.affiliation: BELTRÃO, J. F. Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH)
Title: Resposta à diversidade: políticas afirmativas para povos tradicionais, a experiência da Universidade Federal do Pará
Citation: BELTRÃO, Jane Felipe; CUNHA, Mainá Jailson Sampaio. Resposta à diversidade: políticas afirmativas para povos tradicionais, a experiência da Universidade Federal do Pará. Revista Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 5, n. 3, p. 10-38, jul./dez. 2011. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10866. Aceso em:.
Resumo: Estudo sobre o Programa de Reserva de Vagas para povos indígenas na Universidade Federal do Pará enquanto ação de caráter afirmativo. Para entender os contextos e as interpretações acerca da implantação de políticas afirmativas no ensino superior, sobretudo as que contemplam a diversidade cultural. A pesquisa reflete sobre: (1) os objetivos da política; (2) os argumentos dos sujeitos envolvidos; (3) a conduta institucional; e (4) os benefícios e os entraves para efetivo funcionamento do programa. Compreende-se a reserva de vagas e o acesso de povos indígenas ao ensino superior como vitória do movimento indígena, que traz benefícios para os indígenas/estudantes, que adquirem conhecimento de qualidade. O desafio que permanece é desenvolver políticas capazes de enfrentar as resistências institucionais e sociais à implantação do programa, afora atender as demandas dos indígenas que ingressam na Universidade em face dos percalços a serem superados durante a trajetória acadêmica até a conclusão do curso.
Abstract: Research analyzes the Admissions Program and the new reality of affirmative action measures at the Federal University of Pará, its context and implications. A special interest regards higher education and cultural diversity. Study reflects upon the goals of such policy; the different arguments among actors involved; the institutional conduct; and the benefits and difficulties faced to implement the program. The principle that guides the study understands the rights of indigenous populations in their access to University and sees the measures as a victory of the indigenous movement. Challenges remain, though, at two levels: first, it is necessary to develop policy to face institutional and social resistance to the implementation of the program; second, it is paramount to support the indigenous students in their needs in their new academic life.
Keywords: Ações afirmativas
Ensino superior
Diversidade cultural
Povos indígenas
metadata.dc.relation.ispartof: Espaço Ameríndio
ISSN: 1982-6524
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: https://seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/21822
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.22456/1982-6524.21822
Appears in Collections:Artigos Científicos - IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_RespostaDiversidadePoliticas.pdfPORTUGUÊS93.47 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons