Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/10944
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2-feb-2015
Autor(es): FLORES, Rafael Almeida
Primer Orientador: SZLAFSZTEIN, Claudio Fabian
Título : Desastres, infraestrutura e desenvolvimento: interrupções nas rodovias e impactos ao desenvolvimento na Amazônia
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citación : FLORES, Rafael Almeida. Desastres, infraestrutura e desenvolvimento: interrupções nas rodovias e impactos ao desenvolvimento na Amazônia. Orientador: Claudio Fabian Szlafsztein. 2015. 115 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10944. Acesso em:.
Resumen: O desenvolvimento de uma região está relacionado, em parte, com sua capacidade de estabelecer relações com outras regiões e com a eficiência com a qual opera internamente e dinamiza suas intrarrelações. Estudar os impactos na disponibilidade de infraestrutura de transporte no desenvolvimento regional interessa pela influencia que ela tem sobre as decisões de localização de investimentos. A presente dissertação descreve de forma sistematizada, organizada e distribuída no espaço de que forma a relação entre o funcionamento da infraestrutura de transportes e os desastres naturais impactam o desenvolvimento regional. São apresentados dados de localização, de causas, de frequências de eventos, de impactos resultantes e de potencial de ocorrência dos desastres que causam interrupções no sistema de transportes da região amazônica brasileira, impactando o desenvolvimento regional. A rede de infraestrutura de transportes na região amazônica brasileira é suscetível a interrupções em seu funcionamento por pressões oriundas da interação dos sistemas integrados humanos e naturais, impactando o desenvolvimento regional principalmente por isolar regiões aumentando a preocupação sobre a seguridade humana das populações residentes e sobre o desenvolvimento econômico na medida em que a produção regional não circula, eliminando temporariamente uma das principais etapas da dinâmica da economia. Os indicadores da suscetibilidade do sistema de infraestrutura de transportes na Amazônia não são evidentes, sendo aqui apresentados dados temporais, distribuídos no espaço, para descrever o cenário no qual se encontra a infraestrutura de transportes na Amazônia no contexto dos desastres naturais. Este estudo apresenta causas, frequências, potenciais de risco e impactos da interrupção do funcionamento desse sistema mediante o desenvolvimento de uma metodologia de avaliação de impactos de desastres em infraestrutura que é aplicada no caso da inundação da rodovia BR-364 nos estados de Rondônia e Acre em 2014, verificando que planos de ação podem inclusive ser origem de novos impactos, agravando ainda mais a situação e evidenciando clara falta de preparo estatal para lidar com desastres naturais
Resumen : The development of a region is related, in part, to its ability to establish relations with other regions and the efficiency with which it operates internally and streamlines their intra relations. The study of the impacts in the availability of transport infrastructure in regional development interests by the influence it has on the location decisions of investment. This work describes a systematic, organized and distributed within that shape the relationship between the operation of transport infrastructure and natural disasters impacting regional development. Location data, causes, frequency of events, resulting impacts and potential occurrence of disasters that cause disruptions in the transportation system of the Brazilian Amazon region are presented, explaining how all of this impacts regional. The network of transport infrastructure in the Brazilian Amazon region is susceptible to interruptions in its functioning by pressures arising from the interaction of coupled human and natural systems, impacting regional development mainly by isolating regions raising concerns about human security of local residents and the economic development to the extent that regional production does not circulates temporarily, eliminating one of the economy dynamics main stages. The susceptibility indicators of transport infrastructure system in the Amazon are unclear being here presented temporal data, distributed in the geographic space, in order to describe the Amazonian transportation network scenario in the natural disasters context. This study presents disruptions causes, frequency, potential risks and impacts in this system functioning through an infrastructure disaster impacts evaluation methodology on the case of the BR-364 highway flood study and the respective impact on the 2014 Acre and Rondonia states, demonstrating that even action plans could be the origin element to more impacts, further aggravating the situation, showing a clear lack of the State preparation to deal with natural disasters
Palabras clave : Monitorização ambiental - Amazônia
Gestão ambiental pública – Amazônia
Rodovia - Amazônia
Transporte - Amazônia
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: DESENVOLVIMENTO SOCIOAMBIENTAL
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_DesastresInfraestruturaDesenvolvimento.pdf6,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Los ítems de DSpace están protegidos por copyright, con todos los derechos reservados, a menos que se indique lo contrario.