Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10963
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 31-May-2013
metadata.dc.creator: ALVEZ VALLES, Carlos Mariano
metadata.dc.description.affiliation: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
metadata.dc.contributor.advisor1: ALMEIDA, Oriana Trindade de
Title: Impacto da dinâmica da demanda dos frutos de açaí nas relações socioeconômicas e composição florística no estuário amazônico
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: ALVEZ VALLES, Carlos Mariano. Impacto da dinâmica da demanda dos frutos de açaí nas relações socioeconômicas e composição florística no estuário amazônico. Orientador: Oriana Almeida. 2013. 109 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10963. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Nos últimas décadas a demanda pelo açaí no estado do Pará cresceu gradualmente, já que a produção e mercado da fruta de açaí são a base da economia de mais de 20 municípios paraenses. A prática do extrativismo do açaizeiro é praticada pelos homens, mulheres e crianças, voltada para autoconsumo e para a comercialização. Devido a este fato, a dinâmica do extrativismo do açaizeiro começou a mudar pelo aumento da demanda do açaí para o mercado, principalmente pelo valor de importância e interesse econômico. O presente trabalho teve como objetivo avaliar os impactos das mudanças da demanda dos frutos de açaí na (i) relação econômica da renda do açaí e na (ii) densidade e composição florística das áreas agroflorestais manejadas pelos ribeirinhos. O estudo realizou-se na comunidade São João Batista, município de Abaetetuba, Pará - Brasil. A população tem como principal fonte de trabalho a extração do fruto de açaí. Foram feitas entrevistas semi-estruturadas e abertas às famílias residentes na comunidade considerados pequenos e médios produtores de açaí. As entrevistas abarcaram dois componentes, o aspecto econômico e o aspecto social. Além disso, coletaram-se dados diários sobre a quantidade de rasa de açaí coletada, consumida e vendida, e o preço de cada rasa, com a finalidade de caracterizar a produção e preço nas diferentes temporadas da safra. Também se realizou o levantamento florístico mediante um inventário com a finalidade de caracterizar a vegetação, avaliar a densidade e composição florística dos açaizeiros. Para isso estabeleceu-se um total de 10 parcelas de 20 x 50 m (1000 m2 ou 0.1 ha) distribuídas em cinco propriedades selecionadas, medindo o diâmetro de todos os indivíduos adultos > 10 cm de DAP (diâmetro à altura do peito) e para palmeiras com DAP > 2 cm e estimou-se a altura total (H) de cada individuo da base até o ponto mais alto das folhas. A análise da diversidade dos açaizais utilizou-se o índice de Shannon-Wiener e o índice de Simpson através do programa estatístico PAST – PAlaentologicalSTatistics, ver. 1,27. Como principais resultados obtiveram-se que na comunidade de São João Batista, a venda da produção de açaí é realizada para intermediários (marreteiros) (55%), no mercado de Abaetetuba (29%), no mercado de Belém (10%) e para marreteiro e/ou no mercado de Abaetetuba (6%). O município de Abaetetuba desde o ano 2005 teve uma queda na produção extrativa passando de 10.500 t (2004) a 900 t (2005) e progressivamente diminuindo até 770 t (2008). A quantidade da produção de açaí cultivada aumentou de 15.625 t (2003) a 131.250 t (2008) representando 99,4% da produção total. Na comunidade, foi inventariado 1043 indivíduos de árvores com um total de 11 famílias e 28 espécies, ocupando áreas basais maiores as famílias Arecaceae (8.83) e Fabaceae (6.77) e com maiores números de indivíduos (831 e 147 respectivamente). As espécies com maiores índices de valor de importância (IVIs) e de densidade registraram-se a Euterpe oleracea (777 indivíduos), Pterocarpus sp. (126) e Mauritia flexuosa (50). Obtiveram-se valores baixos nos índices de Simpson: 0.4275 e Shannon: 1.071, o que indica que se tem uma baixa diversidade resultante da atividade de manejo e extração de palmito e frutos de açaí levando a uma monocultura para o consumo e venda dos frutos. Concluindo, que o aumento do preço é forçado pelo crescimento da demanda, provocando a ampliação das áreas de cultivo e plantio de açaí para o aumento da produção. O impacto socioeconômico do manejo e cultivo dos açaizais sobre a economia ribeirinha e a economia extrativa do estuário amazônico gera grandes oportunidades de emprego, renda e qualidade de vida para as populações das várzeas e dos centros urbanos, sobretudo favorecendo aos mais pobres
Abstract: In recent decades the demand for açaí in the state of Pará increased gradually given that the production and market of açaí fruit are the basis of the economy of more than 20 cities of Pará. The practice of extraction of açaí is carried out by men, women and children, driving up the consumption and currently turning to marketing. Due to this fact, the dynamic extraction of açaí began to change by the increased demand of açaí for the market, especially for the value the importance and economic interest. This study aims to assess the impact of changes of demand of açaí fruit in the (i) socioeconomic relation of income of açaí and (ii) density and floristic composition of agro-forestry areas managed by the riverine populations. The study was conducted in the Sao Joao Batista community, municipality of Abaetetuba, Pará - Brazil. The population's main source of labor extraction of açaí fruit. This was done with semi-structured and open interviews to the families of the community considered small and median açaí producers. The interviews encompassed two components, the economic aspect and the social aspect. In addition, data were collected daily on the amount of the basket of açaí berry collected, consumed and sold, and the price of each basket, in order to characterize the production and price in the different seasons of the crop. Also conducted a floristic inventory through an inventory in order to characterize the vegetation, to assess the density and floristic composition of palm area. For this set up a total of 10 plots of 20 x 50 m (1000 m2 or 0.1 ha) distributed in five selected properties, measuring the diameter of all trees adults > 10 cm DAP and palm trees with DAP > 2 cm and estimated the total height (H) of each individual from the base to the highest point of the leaves. The analysis of the diversity of palm areas used the Shannon-Wiener and Simpson index through the statistical program PAST - PAlaentologicalSTatistics, ver. 1.27. The main results were that the population of São João Batista community, the commercialization of acai as the main family income, and smaller-scale fishing for fish and shrimp. The sale of the production of açaí is made to intermediaries (marreteiros) (55%), market Abaetetuba (29%), the market in Belém (10%) and to marreteiro and/or market Abaetetuba (6%). The municipality of Abaetetuba from 2005 has a drop in extractive production from 10,500 t (2004) to 900 t (2005) and progressively decreasing until 770 t (2008). But, the amount of cultivated açaí production increased from 15,625 t (2003) to 131,250 t (2008) representing 99.4% of total production. In the community, was inventoried 1043 individuals of trees with a total of 11 families and 28 species, occupying larger basal areas the families Arecaceae (8.83) and Fabaceae (6.77) and with larger numbers of individual (831 and 147 respectively). The species with the highest importance value index (IVIS) and density were Euterpe oleracea (777 individuals), Pterocarpus sp. (126) and Mauritia flexuosa (50). Obtained low values in the Simpson 0.4275 and Shannon 1.071 index, which indicates that it has a low diversity resulting from management activities and extraction of palm heart and açaí fruit leading to a monoculture for consumption and sale of fruits. As a conclusion the increase of price is forced by rising demand, causing the expansion of areas for cultivation and planting of açaí to increase the production. The socioeconomic impact of management and cultivation of palm areas on the riverside and extractive economy of the Amazon estuary generates great opportunities for employment, income and quality of life for the people of the plains and the urban centers, especially favoring to the poor people
Keywords: Açaí – aspecto econômico
Açaí - comercialização
Flores - cultivo
Desenvolvimento sustentável
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA AMBIENTAL::ECONOMIA DOS RECURSOS NATURAIS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ImpactoDinamicaDemanda.pdf2,76 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.