Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10979
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 25-Jun-2014
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Hilciana do Socorro Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: FRANÇA, Silvia Cristina Alves
metadata.dc.contributor.advisor-co1: ROCHA, Edson José Paulino da
Title: Metais pesados, sedimentos de fundo e peixes no rio Tapajós
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: OLIVEIRA, Hilciana do Socorro Pereira. Metais pesados, sedimento de fundo e peixes no rio Tapajós. Orientadora: Silvia Cristina Alves França. 2014. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/10979. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo objetivou avaliar o nível de metais pesados, principalmente o mercúrio, na água, no sedimento de fundo e em peixes do rio Tapajós e verificar os possíveis impactos causados pelas atividades de garimpo de ouro no ambiente desse rio. Os resultados obtidos foram relacionados com alguns dados do projeto CTHidro AquaRios, realizado na Ecorregião Aquática Xingu-Tapajós, com a finalidade de validação destes dados. As amostras de água foram submetidas à análises de concentrações de mercúrio total (HgT), por espectrofotometria de absorção atômica em vapor frio. Para caracterizar o ambiente foram analisados os parâmetros físico-químicos das amostras de água, como temperatura, pH, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido. Nas análises de mercúrio total nos peixes, utilizou-se também a técnica de espectrofotometria de absorção atômica em vapor frio, e para a quantificação de metilmercúrio (MeHg), seguiu-se o protocolo analítico do Instituto Nacional de Minamata, Japão. Nos sedimentos foram quantificados tanto mercúrio total como metilmercúrio. Foram analisados também na água e nos sedimento os seguintes metais: Fe, Mg, Ca, Cd, Pb, Cu, Cr, Zn e Al, por meio do método analítico ICP-OES (Espectrofotometria de emissão ótica com plasma induzido). Os resultados de mercúrio total nas amostras de água apresentaram-se menores do que 0,5 ng/L. Nas análises de outros metais em água, apenas o Cd, Al e Zn apresentaram concentrações acima dos valores estabelecidos pelo CONAMA 357/2005. Nos sedimentos os valores de HgT variaram de 23,5 a 36,5 ng/g, enquanto para MeHg foram encontrados valores de 15,5 e 24,6 ng/g. Para os outros metais as concentrações ficaram abaixo dos limites preconizados pela legislação, com exceção do Fe, para o qual o CONAMA 357/2005 não estabelece limites. As concentrações de mercúrio nos peixes foram mais significativas em peixes carnívoros que em peixes de hábitos onívoros. As concentrações mais elevadas foram encontradas nos tucunarés, com teores de HgT entre 600 e 950 ng/g e MeHg na faixa de 510 a 600 ng/g. Nas outras espécies de peixes, as concentrações foram menores: para a pescada branca, os valores encontrados foram de 180 a 534 ng/g de HgT e 230 a 345 ng/g de MeHg; para o piau de 50 a 104 ng/g de HgT e de 25 a 60 ng/g de MeHg, enquanto nos jaraquis os teores de HgT foram de 17 a 62 ng/g e 7 a 33 ng/g de MeHg. Não foi evidenciada ocorrência de contaminação nas amostras bióticas e abióticas. Entretanto, os peixes onívoros, por apresentarem menores concentrações de mercúrio, são mais aconselhados para a dieta da população ribeirinha, o que poderá reduzir os riscos de contaminação por mercúrio via alimentação humana.
Abstract: This study aimed to assess the level of heavy metals, especially mercury, in water, bottom sediment and fishes in the Tapajos river, checking the possible impacts of small-scale gold mining activities on this river environment. The results were compared to some data available in the database of CTHidro sectorial fund - Project AquaRios, held at the aquatic ecoregion Xingu-Tapajos, in order to validate the present data. Water samples were submitted for analysis of concentrations of total mercury (HgT), by cold vapor atomic absorption spectroscopy. To characterize the environment physico-chemical parameters of water samples, such as temperature, pH, conductivity and dissolved oxygen were analyzed . For the analyzes of total mercury in fishes it was also used the technique of cold vapor atomic absorption spectroscopy, and the quantification of methyl mercury (MeHg), followed by the analytical protocol of the National Institute for Minamata, Japan. In the sediment samples, total mercury as methyl mercury were quantified. Other metals were also analyzed for water and sediment samples, such as Fe , Mg, Ca , Cd, Pb, Cu, Cr, Zn, and Al, by using the ICP-OES (Inductively coupled plasma optical spectroscopy) method. The results of total mercury concentration in the samples were lower than 0.5 ng/L. Considering the results for other metals in water, only the Cd, Zn and Al showed concentrations above the values established by CONAMA 357/2005. In the sediment samples HgT concentration ranged from 23.5 to 36.5 ng /g, while for MeHg the range was 15.5 to 24.6 ng/g. For the other metals, concentrations were below the limits prescribed by environmental regulation (CONAMA 357/2005), except the Fe, for which no reference was made to the limit in the regulation. Mercury concentrations in fishes were more significant in carnivorous than in omnivorous feeding habits fishes. The highest concentrations were found in tucunare with HgT levels between 600 and 950 ng/g and 510-600 ng/g MeHg. In other fish species, the concentrations were lower: for (white) pescada, the values were 180-534 ng/g HgT and 230-345 ng/g MeHg ;for the piau to 50-104 ng /g HgT and 25-60 ng /g MeHg, while the concentration in jaraquis were 17-62 ng /g HgT and 7-33 ng /g MeHg. There was no evidence of contamination occurring in biotic and abiotic samples. However, omnivorous feeding habits fishes, due to the lower mercury concentrations, are better suited to the diet of the riverside population, which may reduce the risk of mercury contamination via food.
Keywords: Metais pesados
Mineração
Rio Tapajós - PA
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MetaisPesadosSedimento.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons