Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11019
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 13-Jan-2016
metadata.dc.creator: SILVA, Julie Andrews de França e
metadata.dc.contributor.advisor1: JARDIM, Mário Augusto Gonçalves
Title: A inundação sazonal e a topografia como indicadoras ambientais da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa aluvial na Amazônia Oriental
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Julie Andrews de França e. A inundação sazonal e a topografia como indicadoras ambientais da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa aluvial na Amazônia Oriental. Orientador: Mario Augusto Gonçalves Jardim. 2016. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2016. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11019. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O objetivo da pesquisa foi avaliar os efeitos da inundação sazonal e da topografia na composição florística, na estrutura e na forma de vida da regeneração natural em uma floresta ombrófila densa aluvial na Amazônia Oriental. Na Área de Proteção Ambiental, Ilha do Combu, foram instaladas quatro parcela permanentes de 20 x 20 m, divididas em subparcelas de 1 x 1 m. Entre os meses de dezembro/2014 a julho/2015, as espécies e os seus indivíduos foram identificados, quantificados, agrupados em categorias de tamanho (CT): (CT1 = altura < 15 cm; CT2= 15,1 < altura < 30 cm; CT3= 30,1 < altura < 1 m) e posteriormente classificados quanto à forma de vida. Os parâmetros fitossociológicos calculados foram densidade e frequência relativas, categoria de tamanho relativa, regeneração natural relativa e diversidade. Foi realizada a similaridade florística das parcelas pelo índice de Bray-Curtis e o dendograma por UPGMA utilizando o Programa Estatístico R 3.1.1. Em cada parcela foram fixadas cinco varas de 1,5 m para o monitoramento diário do nível de maré em dois períodos, período chuvoso (fevereiro a abril/2015) e período menos chuvoso (maio a julho/2015). Foram contabilizados no período chuvoso 10.217 indivíduos, 30 famílias, 49 gêneros e 63 espécies, com a média de inundação de 2,88 cm; o período menos chuvoso com 10.124 indivíduos, 29 famílias, 46 gêneros e 59 espécies não ocorreu inundação nas parcelas. Em ambos os períodos, a composição florística foi similar, não havendo diferença significativa. Espécies como Pariana campestris, Anthurius sinuatum, Costus spicatus e Costus arabicus foram as mais representativas, demonstrando serem adaptadas aos dois períodos sazonais. A forma de vida árvore foi dominante em número de espécies e a forma de vida herbácea em indivíduos. A CT1 apresentou a menor quantidade de indivíduos, ao contrário de CT2. Dessa forma, os níveis de maré não interferiram na regeneração natural, indicando a sobrevivência das espécies entre os períodos. A análise topográfica foi realizada com o auxílio de um GPS geodésico Garmin GPS Map, modelo 62s, com a coleta de 20 pontos de altitude nas quatro parcelas. A variação da topografia influenciou no número de famílias, gêneros e espécies, onde as parcelas mais altas apresentaram os maiores valores de famílias, gêneros e espécies. Em número de espécies, a forma de vida árvore foi predominante e herbácea em indivíduos. Pariana campestris e Anthurium sinuatum foram dominantes em todas as parcelas, indicando que não sofreram influência da variação de altitude.
Abstract: The objective of the research was to evaluate the effects of seasonal flooding and topography in the floristic composition, structure and life form of the natural regeneration in a alluvial dense rain forest in the eastern Amazon. The Environmental Protection Area, Combu Island, were installed four permanent plots of 20 x 20 m, divided into subplots of 1 x 1 m, Between the months of december/2014 to july/2015 all the species and their individuals were identified, quantified, grouped into size categories (CT): CT1= height < 15 cm; CT2= 15,1 < height < 30 cm; CT3= 30,1 < height < 1 m) and subsequently classified according to the life form. The phytosociological parameters calculated were density and relative frequency category of relative size, relative natural regeneration and diversity. Floristic similarity of the plots were performed by the Bray-Curtis index and the dendogram by UPGMA using the statistical Program R 3.1.1. In each plot were set five sticks 1.5 m for the dayle monitoring of the water level in two periods, the rainy season (february to april/2015) and less rainy season (may to july/2015). They were recorded in the rayne season 10,217 individuals, 30 families, 49 genera and 63 species, with an average of flood of 2.88 cm; the less rainy period with 10,124 individuals, 29 families, 46 genera and 59 species did not occur flood in the plots. In both periods, the floristic composition was similar, with no significant difference. Species like Pariana campestris, Anthurius sinuatum, Costus spicatus and Costus arabicus were the most representative, proving to be tailored to the two seasonal periods. The life form tree was dominant in number of species and the herbaceous life form in individuals. The CT1 presented to fewer individuals, unlike CT2. Thus, tide levels did not affect the natural regeneration, indicating species survival between periods. The topographic analysis was performed with the aid of a geodetic GPS Garmim GPS Map, 62s model, by collecting of 20 points of altitude in the four plots. The variation of topography influenced the number of families, genera and species, where the highest plots showed the highest values of families, genera and species. In many species, the life form predominant was tree and herbaceous in individuals. Pariana campestris and Anthurium sinuatum were dominant in all plots, indicating that not influenced by the change in altitude.
Keywords: Inundações
Topografia
Indicadores ambientais
Reprodução natural de florestas
Floresta de várzea
Amazônia oriental
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_InundacaoSazonalTopografia.pdf32,18 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons