Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11027
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2012
Autor(es): FERREIRA, Laura Suéllen Lisboa
Primer Orientador: CATTANIO, José Henrique
Primer Coorientador: JARDIM, Mário Augusto Gonçalves
Título : O efeito da topografia e microclima na florística e estrutura de árvores e na produção de liteira em uma floresta ombrófila densa na Amazônia Oriental
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citación : FERREIRA, Laura Suéllen Lisboa. O efeito da topografia e microclima na florística e estrutura de árvores e na produção de liteira em uma floresta ombrófila densa na Amazônia Oriental. Orientador: José Henrique Cattanio. 2012. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2012. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11027. Acesso em:.
Resumen: O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito da topografia e microclima (temperatura e precipitação) na florística e estrutura de árvores e produção de liteira em uma floresta ombrófila densa na Floresta Nacional de Caxiuanã. Na grade de 25 km2 do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBIO), foram escolhidas três áreas (A, B e C) onde foram demarcadas parcelas de 10 x 100 m, seguindo um mesmo perfil topográfico (baixio, intermediário e platô). Nestas parcelas, foram identificados todos os indivíduos arbóreos com DAP ≥10 cm para realização da fitossociologia, levando em consideração os parâmetros absolutos e relativos da densidade, freqüência e dominância, calculando assim, o índice de valor de importância (IVI). Os dados micrometeorológicos de temperatura foram obtidos a partir de datalogger Hobo Pro v2 e os dados de precipitação foram coletados pela estação automática do IBAMA. Foram encontradas 124 espécies, distribuídas em 33 famílias botânicas. As famílias mais ricas em número de espécies foram Sapotaceae (17), Chrysobalaneaceae (10), Lecythidaceae (10) e Caesalpiniaceae (8). As famílias mais abundantes em número de indivíduos foram Sapotaceae (65), Chrysobalanaceae (52) e Caesalpiniaceae (40). A área apresentou pequena diversidade florística constatada pelo baixo Índice de Diversidade de Shannon (H’= 3.16) e alta uniformidade nas proporções indivíduos/espécies dentro da comunidade vegetal, devido ao grau de equitabilidade de Pileou (J’= 0,94). Não houve diferenças significativas na riqueza e diversidade de árvores em relação aos platôs, intermediários e baixios, assim como, na densidade de espécies e área basal dos indivíduos. Não houve uma nítida separação na composição de espécies de árvores (DAP ≥ 10 cm) entre as parcelas amostradas na condição topográfica de platô, intermediário e baixio. A família com maior IVI foi Sapotaceae para a topografia de baixio e intermediário, e Lecythidaceae para o platô e as espécies com maior IVI para as três topografias foram Lecythis idatimon, Rinoria guianensis e Eschweilera coriacea. A média na produção de liteira total nas nove parcelas foi de 758,59 kg ha-1. Não houve diferença significativa na produção de liteira em relação à topografia e as temperaturas média e máxima, entretanto o mesmo não aconteceu em relação à precipitação e a temperatura mínima, onde houve diferença significativa. A fração foliar (73,55%) foi a mais representativa na composição de liteira, seguida de galhos (24,98%), frutos (3,88%) e flores (3,85%). A produção de flores e frutos não apresentou diferença significativa com a topografia. Não houve relação entre produção de flores com a precipitação e temperatura. Já, a produção de frutos apresentou diferenças significativas com a precipitação e temperatura máxima e mínima. A topografia não apresentou influencia na florística e estrutura de árvores e na produção de liteira nas nove parcelas estudadas, porém a variação na precipitação e temperatura apresentou forte influência na produção de liteira total e na produção de frutos.
Resumen : The object this study was to study the effect of topography and microclimate (temperature and precipitation) in the floristic and structure of trees and litter production in a tropical rain forest in the National Forest Caxiuanã. In the grade of 25 km2PPBio, three areas were chosen (A, B and C) where plots were established 10 x 100 m, following the same topographic profile (lowland, intermediate and planteau). These plots, we identified all trees with DBH ≥ 10 cm for the realization of phytossociologic, taking into account the parameters of absolute and relative density, frequency and dominance, thus calculating the index value of importance (IVI). Micrometeorological temperature data were obtained from connected data logger Hobo Pro v2 and precipitation data were collected by the automatic station of IBAMA. We found 124 species in 33 plant families. The richest families in number of species were Sapotaceae (17), Chrysobalanaceae (10), Lecythidaceae (10) and Caesalpiniaceae (8). The most abundant families in number of individuals were Sapotaceae (65), Chrysobalanaceae (52) and Caesalpiniaceae (40). The area showed little floristic diversity evidenced by the low Shannon Diversity Index (H’= 3.16) and high uniformity in the proportions individuals/species within the plant community, given the degree of evenness of Pileou (J’= 0,94). There were no significant differences in richness and diversity of trees in relation to the plateus, intermediate ans lowland, as well as the density of species and basal area individuals. No there was a clear separation in the composition of tree species (DBH ≥ 10 cm) between the plots sampled in the plateau topographic condition, intermediate and lowland. The family with the higest IVI was Sapotaceae for the topography of lowland and intermediate, and Lecythidaceae for the plateau and species with higher IVI for three topographies were Lecythis idatiomon, Rinoria guianensis and Eschweilera coriacea. The average production of total litter in the nine plots was 758.59 kg ha-1. There was no significant difference in the production of litter in relation to topography and medium temperature and maximum temperature, but in relation to rainfall and minimum temperature there was differences. The leaf fraction (73,55%) was the most representative in the composition of litter, followed by branches (24,98%), fruits (3,88%) and flowers (3,85%). The flower production and fruits showed no significant relationship with the topography. No relationship was found in flower production with rainfall and temperature, but the fruits production showed significant differences with precipitacion and maximum temperature and minimum. The topography does not influence the floristic and structure of trees and litter production in the nine studied plots, but the variation in precipitation and temperature had a strong influence on litter production total and fruit production.
Palabras clave : Topografia
Microclima
Liteira
Floresta Nacional de Caxiuanã - PA
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
Sigla da Instituição: UFPA
EMBRAPA
MPEG
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_EfeitoTopografiaMicroclima.pdf964,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons