Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11078
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 6-Mar-2015
metadata.dc.creator: WANZILER, Jesiane Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: CARVALHO NETO, Marcus Bentes de
Title: Thorndike (1932) e a assimetria entre reforçamento e punição: uma replicação
Other Titles: Thorndike (1932) and the asymmetry between reinforcement and punishment: a replication
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: WANZILER, Jesiane Silva. Thorndike (1932) e a assimetria entre reforçamento e punição: uma replicação. 2015. 62 f. Orientador: Marcus Bentes de Carvalho Neto. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Em uma série de pesquisas, Thorndike concluiu que a punição não produz efeitos diretos como a recompensa sobre o comportamento, pois algumas respostas de participantes continuaram a ser repetidas quando seguidas do anúncio de “Errado” (punição) e as seguidas de “Certo” (recompensa) foram todas repetidas. Seus resultados são amplamente citados para justificar a interpretação assimétrica entre os efeitos dos processos comportamentais. O presente trabalho replicou sistematicamente um estudo de Thorndike, por meio de três experimentos interligados (20 universitários em cada), visando discutir-se a magnitude dos efeitos da punição e contribuindo-se ao debate sobre simetria e assimetria entre essa operação e o reforçamento. Uma lista de vocabulário (de um arranjo fatorial de 200 ou 50 questões e de cinco ou três alternativas de resposta) era apresentada seis vezes ao participante e a proporção de repetição de respostas foi analisada. No Experimento 1, com listas impressas, “Certo” e “Errado” foram as consequências e essa última foi mais efetiva (supressão do responder de todos os participantes) na lista com 50 questões e três alternativas, confirmando estudos anteriores observando maior efetividade da punição conforme o número de itens foi reduzido. No Experimento 2, com a tarefa automatizada, não houve resultados consistentes de supressão por “Errado” e, portanto, revelando a tarefa manual com maior influência sobre a efetividade da punição. Também não houve resultados sistemáticos no Experimento 3 e os universitários repetiram mais os erros mesmo quando esses geravam a perda monetária. Todos os experimentos replicaram resultados como do trabalho original: a repetição de algumas respostas incorretas não foi suprimida pelas consequências potencialmente punidoras. Todavia, a repetição de algumas respostas corretas foi aparentemente enfraquecida pelas consequências potencialmente reforçadoras. Assim, a efetividade dos processos comportamentais pode estar mais vinculada às condições de teste e a simetria ou assimetria entre ambos, à ótica de interpretação.
Abstract: In a series of researches, Thorndike concluded that punishment does not produce direct effects as reward on behavior because some responses of participants continued to be repeated when followed by announcement of “Wrong” (punishment) and the ones followed by “Right” (reward) were all repeated. His results are widely cited to justify the asymmetric interpretation between the effects of the behavioral processes. The present work systematically replicated a study of Thorndike, through three interlinked experiments (20 university in each), in order to discuss the magnitude of the effects of punishment and to contribute to the debate on symmetry and asymmetry between this operation and the reinforcement. A vocabulary list (from a factorial arrangement of 200 or 50 questions and of five or three response alternatives) was presented six times to the participant and the proportion of responses repetition was analyzed. In Experiment 1, with printed lists, “Right” and “Wrong” were the consequences and this last was more effective (suppression of responding of all participants) on the list with 50 questions and three alternatives, confirming previous studies observing greater effectiveness of punishment as the number of items was reduced. In Experiment 2, with the automated task, there were not consistent results of suppression by “Wrong” and, therefore, revealing the manual task with the greater influence on punishment effectiveness. There were also no systematic results in Experiment 3 and the university repeated more errors even when they generated monetary loss. All experiments replicated results as the original work: repetition of some incorrect responses was not suppressed for the potentially punishing consequences. However, repetition of some correct responses was apparently weakened by the potentially reinforcing consequences. Thus, the effectiveness of the behavioral processes may be more linked to the conditions of test and the symmetry or asymmetry between them to the optical of interpretation.
Keywords: Simetria
Assimetria
Reforçamento
punição
Lei do efeito
Thorndike
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ThorndikeAssimetriaEntre.pdf852,77 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons